Home / Animais / Tudo Sobre o Lêmure: Características, Nome Cientifico e Fotos

Tudo Sobre o Lêmure: Características, Nome Cientifico e Fotos

Hoje vamos falar um pouco sobre o Lêmure, esse animal incrível e curioso que é bem famoso também. Então fique com a gente até o final para não perder nenhuma informação.

Tudo Sobre o Lêmure

Nome Científico – Lemuriformes. Popularmente chamado de Lêmure.

Esse animal faz parte de uma subordem de primatas chamada Strepsirrhini, dentro da superfamilia  chamada Lemuroidea. Existem diversas espécies que são conhecidas, algumas já extintas, outras que ainda vivem, todas elas são encontradas exclusivamente na África, especificamente na Ilha de Madagascar. Após intervenção do homem a espécie foi introduzida também na União das Comores, mas não foi um processo natural. Por esse motivo esses animais têm uma limitação geográfica, apesar disso ele tem condições de viver em ambientes diversos desde que tenha recursos o suficiente para sua sobrevivência.

Lêmures
Lêmures

Assim como outros primatas, o lêmure gosta de viver em árvores, são mais ativos durante o dia e ao cair da noite. Eles fazem parte de único ancestral em comum de onde temos cinco famílias: 

  • Cheirogaleidae;
  • Lemuridae;
  • Lepilemur;
  • Indridae;
  • Daubentoniidae.

Dentro dessa família são conhecidos 15 gêneros e possuem cerca de cem espécies que corresponde a aproximadamente 15% das espécies de primatas de hoje, ainda existem outras três família que infelizmente foram extintas pela ação do homem, são elas Megaladapidae, Palaeopropithecidae e Archaeolemuridae.

Características do Lêmure

Quando comparados aos primatas modernos podemos afirmar que o lêmure é um animal de pequeno porte, e o seu cérebro é proporcional ao seu corpo. São animais que escalam e correm com facilidade. O focinho dessa espécie é longo, possuem olhos próximos e na frente da face, e isso não é à toa pois auxilia para que se locomovam com facilidade através das árvores e visualizem com facilidade os alimentos. Eles também tem um amortecedor entre a pele e o osso na palma das mãos e na planta dos pés. 

Os primeiros primatas verdadeiros tem unhas nos seus dedos da mão, e maior parte deles também no dedo de seus pés, isso não acontece com o aie-aie. Esse último diferente dos outros tem garras no dedos, mas no dedão do pé eles tem unha. Os outros têm uma espécie de garra no segundo dedo de seu pé, eles servem para arranhar e também para remover pragas de sua pele e ajudam com os dentes. Isso ocorre em outros Euprimates também, mas não acontece no társios, esses têm essa garra no segundo e no terceiro dedo do seu pé. Grande parte desses tem ainda cinco dedos em seus pés, eles servem para que eles consigam se prender facilmente em troncos de árvores.

Algumas características desses animais podem ser perfeitamente adaptadas, como é o caso do aye-aye. Esse tem dedos longos, destaque para o terceiro e quarto dedo, que funcionam bem na hora de pegar sua comida no tronco de árvores. Utilizando o terceiro dedo ele bate nas cascas e o som que ecoa ele é capaz de entender e localizar com facilidade a sua comida. Os dedos longos que possuem garras também funcionam bem como uma espécie anzol para tirar insetos e larvas que estejam em seu alimento, assim como outro alimento com difícil acesso.

Nestes também possuem a região em torno do nariz e da boca sem pelagem e úmida, o local se chama rinário, isso não ocorre do társio. 

Pelagem e Fotos

O tamanho dos pelos desses animais e a sua cor são influenciadas fortemente pelo local em que eles vivem. As espécies que habitam florestas por exemplo costumam ter a cor de sua pelagem mais escura, já o tamanho dos pelos vai mudar de acordo com o clima em que vivem, animais que habitam regiões mais frias terão pelagem mais densa e longa. 

Especificamente na Ilha de Madagascar existe uma variedade de climas, por esse motivo por lá é possível observar uma variedade de pelagens. Animais que habitam a região leste da Ilha tem pelos mais longos inclusive nas orelhas, pois é uma região mais fria, por ser um local de florestas tem uma cor mais escura ao redor do rosto e em volta dos olhos. Outra curiosidade é que o comprimento da pelagem ao redor do rosto e das orelhas pode ser influenciado pelo tamanho do seu grupo, quanto maior o grupo, mais longa a pelagem.

Reprodução dos Lêmures

A reprodução dessa espécie acontece geralmente uma vez por ano, no período de cerca de um ou dois meses, não tem um período específico pois isso depende da espécie.

A fêmea do lêmure pode apresentar diversos cios em determinada época do ano ou podem ciclar o ano inteiro, já os machos em determinadas épocas do ano variam no tamanho do testículo, bem como em sua função. Em determinado período ocorrem diversas mudanças fisiológicas por conta dos hormônios reprodutivos das fêmeas, e é controlado de acordo com a variável climática que percebe o período de maior luz do sol na terra, esse período compreende do amanhecer até o pôr do sol. Existem algumas espécies de dias longos e outras que são dias mais curtos. Algumas variações podem alterar isso, como por exemplo colocar machos em um ambiente com várias fêmeas, ou dentro de cativeiro quando é possível simular o fotoperíodo. Esse também tem um período de gestação mais curto, menor do que outros primatas.

Ameaça de Extinção

Lêmure com Filhote
Lêmure com Filhote

Esses animais são apontados como os mais ameaçados de extinção entre os mamíferos. A ação do homem na natureza como o tráfico de animais, o desmatamento, as queimadas, a caça ilgeal tudo isso tem contribuído para esse risco maior.

Isso afetou não apenas eles, como diversas outras espécies. Na Ilha de Madagascar existem muitas queimadas e o desmatamento é um problema recorrente, tudo isso muda demais o habitat natural dos animais. Além disso, as florestas são invadidas pelo homem para pecuária e agricultura.

O que você achou de todas essas informações? Conta para gente aqui nos comentários o que mais te impressionou e até a próxima.

Veja também

Lebre na Natureza

Tudo Sobre a Lebre : Características, Nome Cientifico e Fotos

Hoje vamos trazer mais um animal incrível e cheio de curiosidades super interessantes para os …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.