Home / Animais / Texto Informativo Dromedário Para Trabalho de Escola

Texto Informativo Dromedário Para Trabalho de Escola

Os animais acompanham o ser humano desde o começo da história. Seja como companheiro, como presa, como caçador ou apenas observador, os animais possuem um papel muito importante na formação do mundo como conhecemos hoje.

No geral, os animais auxiliam na preservação do meio ambiente, no equilíbrio do ecossistema, na cadeia alimentar, e nos fazendo companhia ou protegendo em diversas situações.

Apesar de todos saberem a importância dos animais, existe uma variedade enorme de animais para ser explorado, estudado, conhecido e preservado. Não conseguimos nem mesmo citar todos os animais que existem, apesar de que conseguimos identificar a maioria se passa pela gente.

No entanto, alguns animais também são muito parecidos, seja por ser originário de uma mesma época na história, seja por ser descendentes de animais iguais, ou por viverem na mesma região, muitas vezes acabamos confundindo alguns animais.

Um exemplo claro dessa confusão que pode ocorrer é entre dromedário e camelos. Você sabia que não são o mesmo animal apesar de serem bem parecidos?

Exatamente por isso, hoje iremos conhecer um pouco mais sobre o dromedário.

Características Gerais

O dromedário é um mamífero, que faz parte da família dos Camelidae. Como o próprio nome da família já indica, ele é um parente ou primo próximo dos camelos.

Conhecido também como camelo árabe, o dromedário se diferencia do camelo bactriano, que é originário da Ásia Central, pois possui apenas uma corcova, ou então bossa, e os camelos possuem dois.

Há uma lenda popular que diz que dentro dessa corcova estaria armazenada litros de água, no entanto, é apenas um boato, e na verdade, o dromedário armazena gordura, que serve como uma reserva alimentar, que durante períodos de escassez, lhe permite viver.

O dromedário pesa cerca de 500 quilos, pode medir até 4 metros de comprimento. Na altura, alguns dromedários chegam a 1,8 metros.

Dromedário Características Gerais

Por morar ema uma região com pouca quantidade de água, não é de se estranhar que o dromedário também consiga armazenar água. Na sua corrente sanguínea, ele consegue guardar água e através dos glóbulos vermelhos a água que é armazenada consegue aumentar em até 250 vezes e dessa forma a água consegue ser acumulada por grandes períodos de seca.

Para conseguir se adaptar e sobreviver na difícil vida do deserto, o dromedário ainda possui outros truques, como: pelos mais espessos e suaves para que a refrigeração ocorra de forma mais fácil, e os pelos podem variar entre as cores bege-claro ou castanho-escuro; suas patas possuem uma base mais longa, para que seja impedido a possibilidade de ter suas patas afundadas na areia enquanto caminha; e por fim, também possui cílios mais longos para que os olhos fiquem protegidos durante as tempestades de areia.

Além desses truques, também é importante lembrar que os dromedários conseguem suportar tanto calor por causa a sua pele mais dura e resistente, que ele só começa a suar, se a temperatura local bater os 40°C. E, todas as vezes, que ele precisa encostar no chão, o que auxilia para que seus joelhos não fiquem queimados, ele possui calos em regiões estratégicas.

Alimentação

Os dromedários vivem em um ambiente escasso de alimentação e de água. Por isso, como foi citado, possui alguns mecanismos que permitem a obtenção, reserva e acumulação de alimentos e água, para que nos períodos de maior escassez, não passem dificuldades para sobreviver.

Sua alimentação é baseada basicamente em vegetações encontradas no deserto como, por exemplo, plantas espinhosas, cactos, algumas ervas e folhagens, e também gramíneas.

Por consumirem também folhas das árvores, grãos como aveia ou trigo e tâmaras, o dromedário é considerado um animal herbívoro. Mas pode sobreviver com outros alimentos em períodos secos.

Como citado, eles possuem um tipo de armazenamento um pouco diferente dos outros animais, pois em períodos de secas e escassez, ou então quando os dromedários estão caminhando pelo deserto montados por seus donos, é necessário que elas possuam uma forma de se manterem vivos.

Dessa forma, o dromedário consegue suportar semanas sem alimentação adequada, e consegue sobreviver a longos períodos de escassez, algo que torna esse animal muito resistente e forte.

Habitat

Sua aparência é muito associada aos grandes desertos e regiões secas das terras árabes. E essa associação está totalmente correta, pois os dromedários vivem principalmente nessas regiões.

É encontrado também, sem ser nos desertos árabes, em locais quentes e secos, como Marrocos, Tunísia, Egito, Israel, Mongólia ou Cazaquistão.

De forma geral, os dromedários vivem principalmente no norte da África, em partes do Oriente Médio e no leste da Ásia.

Em alguns outros locais, o dromedário também foi introduzido, como é o caso de locais com altitudes mais altas, mas ainda assim, com um clima parecido, como a Austrália e Ilhas Canárias. Foram levados para a Austrália por ingleses, para auxiliar no transporte de pessoas e cargas, mas acabaram se estabelecendo na região.

Os dromedários vivem em bandos de 15 até 20 animais, e são encontrados nessa formação na natureza, onde normalmente são liderados por um dromedário macho.

Risco de Extinção

Atualmente, na natureza, em sim, o dromedário se encontra quase que totalmente extinto. A maior parte dos dromedários podem ser encontrados no Oriente Médio, e no Norte da África, alguns vivem domesticados e outras na cidade ou proximidades urbanas realizando tarefas.

As populações selvagens dos dromedários só sobrevivem e existem em uma única parte do mundo, que é nas zonas mais áridas na Austrália. Lá, as condições climáticas e de paisagem lembram bastante o habitat natural e originário do dromedário.

Na Austrália, os dromedários que lá vivem, são descendentes de outros animais que foram introduzidos por alguns pioneiros que exploravam o centro do país e, apenas depois, eles passaram a um estado mais selvagem.

Assim como o cavalo, o dromedário foi domesticado e treinado para ser um animal de transporte de pessoas, cargas, entre outros. Por possuir costas diferentes das dos cavalos, há uma montaria especial de nome rahla que obedece a forma a corcova do dromedário.

Sua preservação é muito importante, por isso, muitos programas estão sendo feitos para que a diminuição dessa espécie seja melhorada.

E você, tem vontade de conhecer e montar em um dromedário? Deixe nos comentários.

Veja também

Lista de Raças de Galinhas Gigantes Com Nome e Fotos

Se referir a galinhas gigantes relativiza muito a interpretação. Há raças que são tão fofas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *