Home / Animais / Tamanduá do Norte: Características, Nome Científico e Fotos

Tamanduá do Norte: Características, Nome Científico e Fotos

O tamanduá do norte é um tamanduá de tamanho médio, com cauda pré-elástica, olhos e orelhas pequenos e focinho longo. O pelo é amarelo pálido na maior parte do corpo, com uma mancha distinta preta sobre os flancos, costas e ombros.

A presença desse padrão de coloração permite distinguir essa espécie dos parentes do sul, que possuem a tonalidade mais uniforme. A cauda tem pelo na superfície superior por cerca de um terço do comprimento, o restante não. Os pés traseiros possuem cinco dedos, enquanto os dianteiros apenas quatro. Machos e fêmeas são semelhantes em tamanho e cor.

São muitas as informações desse animal, mas não para por aí. Continue a leitura e veja bem.

Tamanduá do Norte
Tamanduá do Norte

Descrição Física Do Tamanduá Do Norte

O tamanduá do norte é muito menor do que tamanduás bandeira (Mymecophaga tridactyla). O comprimento da cabeça e do corpo varia de 47 a 77 cm, sendo que o comprimento da cauda é de 40 a 67 cm.

Os tamanduás do norte são de cor castanha a marrom e têm um “V” preto distinto descendo pelas costas. Isso faz com que eles realmente pareçam estar usando um colete.

Os exemplares desse animal sempre têm esse colete preto e vívido no tronco, que continua dos ombros até a parte de baixo. Seus parentes do sul só têm esse “V” em alguns espécimes que vivem nas áreas mais distantes do norte. Às vezes, as duas espécies só podem ser distinguidas pelas particularidades do crânio.

Sua pelagem é curta, grossa, densa e muito eriçada. A abertura da boca tem apenas o diâmetro de um lápis, mas a língua pode se estender por 40 cm. A cauda é nua e preênsil, com manchas pretas irregulares.

Tamanduá Bandeira
Tamanduá Bandeira

Em cada mão há quatro dedos com garras. Essas garras variam de 4 a 10 cm de comprimento e são usadas para defesa e corte de cupins e ninhos de formigas. A garra no terceiro dedo é a mais longa e a garra no primeiro dedo é a menor. Cada um dos pés tem cinco dedos com garras. As orelhas são grandes e salientes, mas os olhos são muito pequenos. É um grande e interessante contraste.

Comportamento Dessa Espécie De Tamanduá

O tamanduá do norte é principalmente arbóreo. Ele passa mais da metade do tempo em árvores, muitas das quais são ocas. No entanto, acaba se movendo, se alimentando e descansando no chão também.

Esses animais não podem correr ou pular no chão, como os tamanduás gigantes, mas podem se mover em terra firme com uma marcha desajeitada e com as pernas endurecidas. Eles andam com a parte de fora das mãos para evitar enfiar as garras grandes nas suas palmas.

Essa espécie de tamanduá come formigas e cupins, mas compõem um terço de sua dieta, comendo cerca de 9.000 formigas por dia. Essas formigas são localizadas pelo cheiro, e então seus ninhos são arrombados pelas grandes garras e patas da frente do tamanduá.

Ele visitará de 50 a 80 colônias diferentes desses insetos todos os dias, causando apenas pequenas quantidades de danos. Dessa forma, alimentam-se apenas por menos de um minuto em cada ninho devido à defesa agressiva dos grupos sociais.

Tamanduá do Norte na Árvore
Tamanduá do Norte na Árvore

Os tamanduás têm um bom senso de olfato que usam para localizar suas presas. Entretanto, eles também são conhecidos por terem um cheiro forte de gambá, que pode servir como um impedimento para predadores como onças e outros felinos.

Habitat Do Tamanduá Do Norte

O tamanduá do norte é encontrado em muitos tipos de floresta, tropical e subtropical, decídua e sempre verde. Também vive em manguezais e pastagens com algumas árvores, mas se mostra bastante adaptável, sobrevivendo em habitats diferenciados e florestas secundárias.

Essa espécie de animal pode ser encontrada no sul do México, passando pela América Central e indo até:

  • O oeste da Colômbia;
  • Venezuela;
  • Equador;
  • E no lado noroeste do Peru.

Hábitos Do Acasalamento

Filhote de Tamanduá do Norte
Filhote de Tamanduá do Norte

Pouco se sabe sobre os hábitos de acasalamento e reprodução dos tamanduás do norte. Não há época de reprodução definida para esses animais. As fêmeas estão prontas para procriar em qualquer mês do ano e dar à luz um único filhote.

O período de gestação dura de 130 a 190 dias. Os filhotes se abrigam em ninhos de árvores ocas, mas depois começam a se mover agarrando-se às costas de suas mães. Os jovens tamanduás estão prontos para deixar suas mães quando atingirem 1 ano de idade.

Ameaças e Conservação

Uma das razões pelas quais o tamanduá do norte não é amplamente considerado ameaçado pode ser devido ao seu pelo eriçado e bastante liso. Isso significa que não é comumente procurado pelo comércio de peles.

Ocasionalmente, ele é procurado pela indústria de animais de estimação. Contudo, é difícil de cuidar devido à sua dieta especializada, bem como sua urina, que tem um cheiro pouco atraente, semelhante ao de um gambá. Ele também expulsa esse odor das glândulas anais quando submetido a estresse ou para marcar seu cheiro.

No entanto, seu habitat primário ainda está ameaçado, sendo protegido por leis nacionais de determinados países. Mais estudos precisam ser realizados para analisar os efeitos de suas 4 principais ameaças: tráfego rodoviário, incêndios florestais, caça e mudança de habitat.

É considerado incomum no Equador, o que pode ser causado pela perseguição local. Isso porque acredita-se que ele ataca cães domésticos.

Tamanduá do Norte Flagrado em um Quintal
Tamanduá do Norte Flagrado em um Quintal

Predação

Se os tamanduás do norte estão em uma árvore e são atacados por um predador, eles se protegem entrando em uma posição de tripé formada pelas patas traseiras e pela cauda.

Assim, podem se esticar usando os braços e golpeando suas garras formidáveis em todo o corpo do inimigo. Se eles são atacados enquanto estão no chão, protegem as costas apoiando-se em uma árvore ou rocha, agarrando o inimigo com seus braços fortes.

De qualquer maneira, sua proteção se concentra nos seus fortes antebraços e o poder de cisalhamento de suas garras. O tamanduá do norte pode ser caçado por onças, cobras grandes e águias.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *