Home / Animais / Sapo Boi Azul – Características

Sapo Boi Azul – Características

Você conhece o sapo boi azul? Eles são pequeninos, mas como tamanho não é documento, seu veneno é capaz de ferir e até matar um animal muito maior que ele.

Com algumas manchas pretas no corpo azulado, ele impressiona pela sua rara beleza. Mas é pouco avistado, já que corre sérios riscos de extinção.

Ele é oriundo da América do Sul, mais precisamente do Suriname, onde está presente até hoje, além de habitar também o extremo Norte brasileiro.

Confira mais informações destes curiosos animais, sua alimentação, onde vivem e suas respectivas características.

Você Já Viu um Sapo Boi Azul?

Dificilmente eles são encontrados, pois habitam principalmente áreas isoladas do Sul do Suriname, a região de Sipaliwini. No Norte do Brasil também estão presentes, no Estado do Pará, onde possui vegetação semelhante ao do Suriname.

Apesar do nome popular sapo boi azul, o animal é uma rã terrestre, com o nome cientifico de dendrobates azureus presente na família dendrobatidae.

Eles são animais incríveis, são seres terrestres, que adoram viver em meio as áreas secas do Parque de Sipaliwini. São totalmente de diurnos e andam tranquilamente durante o dia, já que podem ser vistos com facilidade devido a sua coloração, que indica perigo para potenciais predadores.

Sapo Boi Azul – Características

Seu pequeno corpo pode medir de 3 a 6 cm de comprimento, podendo variar de individuo para individuo, e mesmo assim, é considerada uma rã de porte médio. Eles possuem suas características próprias e podem ser diferentes uns dos outros em alguns aspectos, como os diferentes tons de azuis e o peso.

O peso varia de cada um, podendo ser de 4 a 10 gramas. Os machos são ligeiramente menores, pesam menos, com o corpo mais fino, eles “cantam”  quando já estão na fase adulta, nos períodos reprodutivos ou quando estão em perigo.

Suas manchas escuras por todo o corpo, faz com que cada individuo seja diferente um do outro, além da coloração azul metálico ou azul claro, ou mesmo azul escuro é um sinal de que o animal é venenoso, como muitos outras rãs, sapos e pererecas, que possuem cores exóticas para chamar a atenção de seus predadores e dizer: “não me toque, sou perigoso”.

E realmente é, o veneno do sapo boi azul é poderoso! Saiba mais a seguir!

Veneno do Sapo Boi Azul

Diversas espécies de rãs possuem glândulas venenosas. E é totalmente para defesa. Mas tal veneno é forte pois o sapo boi azul é um insetívoro, ou seja, alimenta-se majoritariamente de formigas, lagartas, mosquitos e muitos outros insetos. Alimentam-se destes animais, já que são capturados com facilidade e não possuem nenhuma “arma” contra o sapo boi azul.

Os insetos são produtores de ácido fórmico, e desta maneira, quando o sapo/rã/perereca ingere-os, o ácido reage no seu corpo e então ele é capaz de produzir o veneno e libera-lo através de suas glândulas.

Um fato interessante é que rãs e outros anfíbios criados em cativeiro não possuem tal veneno. Pois no cativeiro recebem outro tipo de alimentação e não conseguem desenvolver o veneno. As rãs, pererecas e sapos de cativeiro são inofensivos; mas fique atento, sempre pergunte antes. Nunca, jamais toque em uma rã colorida, apenas admire sua beleza e contemple-a.

Vamos conhecer agora alguns hábitos destes curiosos animais

Comportamento e Reprodução

Estamos falando aqui de um ser que possui hábitos totalmente terrestres, mas que adoram estar próximos a fluxos de água correntes, riachos e brejos.

É um animal peculiar, bastante exótico. E desta maneira, são muito territorialistas, principalmente os machos, pois querem guardar o território e defende-lo tanto de outras espécies, como também dos outros sapo bois azuis.

Eles fazem isso, basicamente através dos sons que emitem; e estes sons são o que fazem com que o macho e fêmea se encontrem, desta maneira o macho acaba atraindo a atenção da fêmea para copular.

Sendo assim, o sapo boi azul copula depois de aproximadamente 1 ano de vida e a fêmea é capaz de gerar de 4 a 10 ovos, onde buscam mante-los em local úmido e seguro.

Eles necessitam ficar em locais com água para reproduzirem-se até tornarem-se girinos, quando já nascem praticamente nadando. Tal período leva entre 3 a 4 meses até os ovos eclodirem e saírem os pequenos girinos que um dia irão se torna outro sapo boi azul.

Ameaças e Conservação

Como muitos outros animais, o sapo boi azul corre muitos riscos de extinção. No momento ele encontra-se como “ameaçado”, ou seja, em estado vulnerável. O fato é que se dependesse apenas do lugar onde vivem e de seus predadores naturais, eles estariam bem, porém, o principal fator que torna esses pequenos seres ameaçados é a constante devastação da natureza, das terras onde eles vivem e de toda a mata que os cercam.

Além disso, devido a sua rara beleza, a sua coloração exuberante e suas características únicas, ele foi muito caçado durante um tempo para a criação em cativeiro, isso modificou drasticamente a população de sapo boi azul.

O mercado ilegal, tráfico de animais é uma constante que acontece em todos os lugares do mundo. Não comercialize com quem não apresenta certificado do IBAMA de direitos de compra e venda de animais.

Muitas pessoas utilizam-se destes pequenos animais apenas para ganhar dinheiro, mas não pensam nas sérias conseqüências e riscos que essas atitudes trazem as populações do sapo boi azul e de tantos outros seres.

Muitos outros animais sofrem risco de extinção mais graves e estão presentes na Lista Vermelha da IUCN e apresentam riscos de serem extintas para sempre.

Desta maneira, podemos concluir que a principal ameaça para o sapo boi azul é o próprio homem. Mesmo ele sendo um animal venenoso, muito perigoso para qualquer ser vivo, ele não conseguiu escapar do desmatamento de florestas e do mercado ilegal.

Concluímos que o sapo boi azul é uma verdadeira joia da natureza, um animal exótico originário do Sul do Suriname. É um ser vivo fantástico, um animal tão pequeno, mas que com seu veneno é capaz de causar danos a outros animais muito maiores que eles; eles já avisam, apenas pela coloração exótica. Mas infelizmente sofre e sempre sofreu com as atitudes dos seres humanos.

Veja também

Alimentação da Jaguatirica: o Que Elas Comem?

A jaguatirica, assim como outros grandes felídeos, possui uma alimentação que, apesar de ser essencialmente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *