Home / Animais / Rato Morde Pessoas? Como Identificar Mordida de Rato?

Rato Morde Pessoas? Como Identificar Mordida de Rato?

É sabido que muitas espécies de ratos transmitem doenças, e que uma infestação deles é sinal de que o local não é um lugar saudável. Muitos até mesmo têm repulsa a esse animal. Mas, será que ele morde? E, como identificar uma mordida dele? A seguir, vamos elucidar tudo isso, e mostrar como se prevenir de algo tão desagradável.

Por que os ratos, em geral, oferecem perigo ao homem?

O ser humano já convive com esses roedores há, pelo menos, uns 10 mil anos, quando iniciamos atividades agrícolas, e especialmente na criação na criação das cidades, onde esses animaizinhos começaram a ter abrigo e comida de maneira abundante. Não é à toa que as três espécies de ratos mais numerosas do mundo vivem nos esgotos e nas ruas das grandes cidades.

Lembrando ainda que esses animais se espalharam ainda mais pelo mundo após as Grandes Navegações, já que vinham nas embarcações dos exploradores europeus, o que possibilitou que eles estivessem praticamente em todos os continentes do planeta, com exceção da Antártida.

Febre por Mordida de Rato
Febre por Mordida de Rato

Só que toda essa saga seria irrelevante para nós se os ratos não transmitissem doenças aos seres humanos. E, eles passam muitas, acredite. São cerca de 55 enfermidades distintas, transmitidas de maneira direta ou indireta, e uma das mais mortais foi, sem dúvida, a peste negra, que começou no século 14, e que tomou a Europa de assalto.

Entre as piores doenças causadas por esses roedores atualmente está a leptospirose, uma infecção que causa, entre outras coisas, febre, fortes dores, hemorragias, e até mesmo morte. Sem contar ainda que existem algumas doenças ocasionadas pelo chamado hantavírus, micróbios que vivem nas secreções desses roedores.

Que tipo de doença pode causar a mordida de um rato?

Na verdade, nas condições normais de comportamento, os ratos não mordem as pessoas. Até mesmo porque eles têm muito medo da gente, então, chegam até a nos evitar a todo custo. Contudo, se eles se sentem ameaçados de alguma forma, podem, sim, morder. E, essa mordida pode causar uma doença que chamamos popularmente de “febre do rato”, Com isso uma porta literalmente é aberta para a entrada de bactérias.

Trata-se, portanto, de uma doença infecciosa causada por duas bactérias distintas: a Streptobacillus moniliformis e a Spirillum minus (esta é mais comum na Ásia). A contaminação, na maior parte dos casos é pela mordida do animal, mas também pode acontecer da pessoa adquirir a doença através da comida ou da água contaminados por secreções de ratos.

Febre da Mordedura do Rato
Febre da Mordedura do Rato

As mordidas, por sua vez, podem tanto ser superficiais, quanto profundas, frequentemente acontecendo sangramentos. Além da febre do rato, isso pode ocasionar outras enfermidades devido à saliva do animal, como a já mencionada leptospirose e até tétano.

Os sintomas após uma mordida de rato podem aparecer entre 3 e 10 dias após o ocorrido, e incluem dor, vermelhidão, inchaço no local atingido e, se ocorrer alguma infecção secundária à própria mordida, pode haver ainda a presença de pus na ferida.

O tratamento mais comum que os médicos fazem uso é através de penicilina, mais alguns antibióticos.

Ratos podem transmitir doenças para meus pets?

Sim. Além dos seres humanos, nossos animais de estimação também podem sofrer com enfermidades ocasionadas por ratos. Inclusive, pra quem não sabe, existe a modalidade de leptospirose canina, que, inclusive, pode até matar o seu cãozinho. Existem até mesmo tipos diferentes de leptospirose que podem atacar órgãos distintos do cão.

Os sintomas dessa enfermidade específica incluem febre, vômitos, diarreia, desidratação, fraqueza, letargia, perda de peso e espasmos musculares. Quanto mais cedo se diagnosticar o problema, melhor, pois o tratamento com vacinas adequadas será o mais eficiente possível.

Contudo, nem somente ratos podem ser agentes transmissores dessa doenças, como também gambás, guaxinins e até mesmo outros cães. O ideal, portanto, é tomar cuidado onde os seus pets brincam, pois o local pode estar contaminado com as secreções de algum desses animais doentes.

Rato Pode ser Perigoso
Rato Pode ser Perigoso

Inclusive, é muito comum gatos devorarem ratos, e isso também pode prejudicar a saúde dele. Os felinos podem adquirir, com isso, doenças como raiva, toxoplasma e verminoses. A vacinação ajuda em algumas ao gato ter imunidade a algumas dessas doenças, porém, é importante levar o animal a um veterinário para se certificar de que ele realmente não esteja com a saúde comprometida.

No geral, a mordida de um rato pode fazer mal até mesmo sem precisar transmitir doenças como leptospirose, pois somente essa ferida pode ser prejudicial com o acúmulo de bactérias que tendem a prejudicar bastante a saúde do animal atingido. O melhor mesmo é evitar a todo custo que os ratos sejam “inquilinos” de sua residência.

Para prevenir mordida de rato, evitar a presença deles na casa

A forma mais eficaz para evitar todos esses problemas relacionados a esses roedores é mesmo evitando que eles se alojem nas residências.

E, uma dessas formas é manter a casa sempre limpa, especialmente, os locais onde são preparados e armazenados os alimentos (onde tiver comida, ratos e outras pragas se instalam facilmente). Inclusive, restos de alimentos atraem esses animais bastante, então, é recomendável fechar bem os sacos de lixo.

A recomendação, em termos de limpeza, inclusive, é a de limpar a casa, pelo menos, umas 3 vezes por semana. Ralos, aproveitando esses dias de limpeza, precisa ser fechados, pois ratos podem vir da rua através deles.

Mordida de Rato em Orelha
Mordida de Rato em Orelha

Rações de pets precisam também ser muito bem armazenadas, e, durante a noite, caso seus animais já tenham terminado de comer, não deixe restos ao ar livre. Isso é um convite especial pra esses roedores.

Importante também não acumular caixas de papelão nem jornais em qualquer parte da casa que seja. Os ratos, em geral, adoram fazer ninhos com esses materiais.

Buracos e vãos nas paredes e no telhados, por fim, devem ser devidamente vedados com argamassa. Assim, eles não terão por onde se esconder durante a noite.

Em suma, não é tão difícil como se pensa manter ratos e outras pragas longe de sua casa. Basta uma higiene básica, que tudo se resolve, e, dessa forma, evitam-se problemas como doenças causadas por esses roedores, especialmente, pela mordida deles.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *