Home / Animais / Raça de Cavalo Shire: Características, Nome Científico e Fotos

Raça de Cavalo Shire: Características, Nome Científico e Fotos

Os cavalos são animais muito próximos aos seres humanos desde 4.000 anos atrás, período que marca o início de seu processo de domesticação.

Estes animais foram bastante empregados como meio de transporte até o advento do motor, e, atualmente, estão presentes nos esportes, agricultura, ações policiais e entretenimento.

Algumas raças de cavalo são voltadas especificamente para o esporte, enquanto outras para o trabalho, conhecidas como cavalos de tração. Nesta última categoria, uma raça que ganha destaque é o cavalo Shire, conhecido pelo seu grande porte físico (sendo considerada uma das maiores raças de cavalo existentes) e com registros mais antigos remontando à Inglaterra .

Embora esta raça tenha desempenhado importante papel histórico como animal de trabalho, nos dias de hoje, é mantido muito mais como cavalo de exibição ou simplesmente doméstico. Uma curiosidade é que o animal também passou a ser empregado em passeios turísticos em carruagens inglesas.

Neste artigo, você conhecerá importantes características e curiosidades referentes ao cavalo Shire.

Então venha conosco e boa leitura.

Raça de Cavalo Shire: Aspectos Históricos

Acredita-se que esta raça seja descendente do chamado “Grande Cavalo”, o qual foi introduzido na Inglaterra durante o século XXI, por Guilherme, o Conquistador.

Ancestrais da raça teriam sido empregados em batalhas medievais, além de conduzirem as carruagens da realeza e das elites.

Ainda no quesito transporte, tanto o cavalo Shire como seus ancestrais eram responsáveis por puxar as carroças de cervejarias inglesas. Contudo, o uso desses animais diminuiu com a Revolução Industrial e advento das máquinas de vapor, e, posteriormente, dos carros.

Raça de Cavalo Shire: Características, Nome Científico e Fotos

O nome científico do cavalo Shire é o termo em latim referente à espécie, comum também às demais raças como cavalo árabe, quarto de milha, Clydesdale, e muitos outros: Equus ferus caballus.

Em relação às características físicas, estes cavalos possuem estatura média compreendida em 1,80 metros (podendo atingir até mesmo 2 metros em alguns casos).

O peso excede uma tonelada, contudo, a raça é capaz de carregar até cinco vezes o valor do próprio peso. O corpo musculoso é ideal para conduzir cargas muito pesadas.

As grandes patas deste cavalo o fornecem estabilidade para correr em neve e em terrenos irregulares. As pernas são emplumadas e com presença de pêlos longos e chamativos que se estendem, como cabelos sedosos, desde os joelhos até os cascos, nos ‘tornozelos’.

Equus Ferus Caballus

A pelagem do corpo é em tom castanho-escuro, sendo que nas extremidades dos membros, a coloração é branca.

Possuem um lombo bastante largo, o qual também demanda que as selas para montagem sejam igualmente largas.

As características do macho e da fêmea não apresentam muita diferenciação entre si, com exceção das fêmeas serem menores e mais corpulentas. A justificativa das ancas mais largas, para as fêmeas, reside na necessidade de acomodar o potro no útero.

A cauda está quase sempre erguida e possui um alto ponto de implantação.

Sua expectativa de vida é estimada entre 20 a 35 anos.

Raça de Cavalo Shire: Características Comportamentais

Estes cavalos são conhecidos por serem extremamente dóceis, pacientes e capazes de trabalhar em uma ampla variedade de situações.

A docilidade desta raça permite que estes cavalos sejam conduzidos por praticamente qualquer cavaleiro.

Raça de Cavalo Shire: Curiosidades Adicionais

Com o passar dos anos, foram se estabelecendo critérios básicos para definição da raça, culminando com a criação da Sociedade do Cavalo Shire, no ano de 1878.

O cavalo Sampson foi conhecido como o maior cavalo do mundo, e, curiosamente, este pertencia à raça Shire.

Não há exemplares deste cavalo no Brasil. Atualmente, a raça é criada em muitos países da Europa, assim como em países como o Canadá, Austrália e Estados Unidos.

A raça frequentemente é empregada para cruzamento com outras raças, tendo como objetivo a criação de cavalos de competição.

Estima-se que na atualidade existam cerca de 5 mil exemplares da raça vivendo em estado selvagem.

Quais São as Raças de Cavalo Mais Caros do Mundo?

O mercado de cavalos no Brasil e no mundo vem crescendo cada vez mais, em virtude da participação no circuito de competições. Mesmo com 80% das raças atuais dedicadas ao desempenho de trabalhos de tração, os 20% dedicados ao esporte são consideravelmente significantes. Acredita-se que este setor movimente, somente no Brasil, cerca de R$ 12 bilhões por ano.

O cavalo árabe, considerado a raça mais antiga (com evidências arqueológicas remontando a 2.500 a.C.) é considerado provavelmente também o mais caro. Quase todas as raças modernas de montaria possuem linhagem árabe, por isso que o cavalo árabe, propriamente dito, é conhecido como Puro-Sangue Árabe.

Puro Sangue Árabe

A raça conhecida como Puro-Sangue Inglês possui grande destaque em competições de hipismo e turfe. São cavalos ágeis, pequenos e magros.

A raça Quarta de Milha corresponde a 53 % da população de equinos no mundo. Possui incríveis qualidades genéticas e morfológicas.

A raça Paint House é originária dos Estados Unidos. Suas características marcantes são a inteligência, força, porte atlético, assim como pelagem bastante incomum, envolvendo manchas com padrões de cores marrom e branco.

Cavalo Paint Horse

A raça Mustang corresponde a cavalos selvagens que são protegidos por lei dentro dos Estados Unidos. A introdução na América ocorreu através dos espanhóis.

Padrões de pelagem diferenciada também podem ser encontrados na raça Appalosa, a qual possui 5 variações de cores: malhado, copo de neve, leopardo, claro e mármore.

Dentro dessa lista também está a raça Friesian, composta por cavalos robustos, de cor negra e temperamento dócil.

Cavalo Friesian

O pônei da raça Shetland é outro item da lista. Possui média de altura compreendida entre 71,12 cm a 111,76 cm.

Outros exemplos incluem o cavalo Clydesdale (originário da Escócia) e o cavalo Morgan (encontrado nos Estados Unidos desde o ano de 1789).

Depois de conhecer um pouco mais sobre a raça Shire, nossa equipe convia você a continuar conosco e visitar também outros artigos do site.

Cavalo Clydesdale

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Cavalos- Animais. Shire. Disponível em: < https://cavalos.animais.info/shire>;

Labovet. As 10 raças de cavalos mais caras do mundo. Disponível em: < https://labovet.com.br/blog-grandes-animais/as-10-racas-de-cavalos-mais-caras-do-mundo/>;

Portal São Francisco. Cavalo Shire. Disponível em: < https://www.portalsaofrancisco.com.br/animais/cavalo-shire>.

Veja também

Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco pompom (crested duck) é uma ave ornamental considerada uma variação genética do marreco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *