Home / Animais / Quanto Tempo o Cachorro Fica Grudado Depois de Cruzar?

Quanto Tempo o Cachorro Fica Grudado Depois de Cruzar?

Sabe aquela cena um tanto quanto “constrangedora” em que os cachorros ficam simplesmente “grudados” após cruzarem? Já parou pra pensar porque eles fazem isso? Pois bem, vamos responder a essa pergunta, bem como mostrar outros detalhes para ajudar a compreender esse ato, aparentemente, tão “estranho” dos cachorros.

Sistema Reprodutor do Macho e da Fêmea

No caso do cachorro macho, o sistema reprodutor é dividido em escrotos, testículos, epidídimos, ducto deferente, próstata, uretra, prepúcio e pênis. Este último, inclusive, é formado por um osso peniano, que facilita a penetração durante o cruzamento.

Já as fêmeas possuem ovários, ovidutos, corno uterino, útero, vagina, vestículo vaginal, clítoris e vulva. No caso desta última, é comum confundirem com a vagina, porém, esta é um órgão interno, enquanto que a vagina é um órgão externo.

Dois Cães Felizes na Grama

Ou seja, como deu pra notar, o sistema reprodutor dos cachorros é bem completo e parecido com o nosso, diferenciado-se pelos detalhes. Agora que já sabemos as partes que compõem esse sistema neles, vamos falar mais do cruzamento entre eles.

O Ato Sexual dos Cachorros

É muito comum após a cópula, dois cães ficarem grudados um no outro, em posições opostas, unidos apenas pelo canal da cauda. Pode até parecer estranho, mas esta é apenas uma das etapas da fase de acasalamento deles.

Quando o órgão sexual do macho ainda está flácido, a penetração acontece, e esse ato só é possível porque eles possuem um osso que permite a penetração através da fricção. É somente após esse momento que a ereção, enfim, começa a acontecer.

E é depois dessa ereção, que um órgão específico dos machos, chamado de bulbus glandis, enche-se de sangue, o que faz com que aumente de volume. O encaixe nas cadelas se dá por meio de uma cérvix plana, presente nelas.

Como o sêmen dos machos é muito ralo, ele escorre por gotejamento, e por conta disso, possui uma baixa quantidade de espermatozoides. É por conta disso que a anatomia do órgão sexual das cadelas é adaptação para que as chances de fecundação sejam maiores.

Por Qual Motivo os Cães Ficam Grudados Após Cruzarem?

Logo após o ato sexual em si se concretizar, o que acontece é que ambos aos animais ficam “presos” no no outro, em posições opostas. E quando eles estão nessa fase, é praticamente uma tarefa quase impossível separá-los. É quando o bulbo cresce e fica no cala genital da fêmea.

Essa etapa do coito entre os cachorros tem uma explicação evolutiva, pois esse método é infalível, e garante que o sêmen do macho realmente fecunde a fêmea. Já a diminuição desse bulbo só acontece quando acaba a ereção do macho, o que pode durar meia hora, ou até mais a depender do porte do cachorro.

Durante o coito, a ejaculação dos cachorros é dividida em três partes distintas. A primeira delas se chama fração pré-espermática ou uretral, a segunda é a que é rica em espermatozoides (pelo menos, pelos parâmetros desses animais), e finalmente temos a fração pós-espermática ou prostática.

Já na primeira fração, é escorrido um líquido que tem por função limpar a uretra do macho e lubrificar a região genital da fêmea. Já a segunda fração tem uma coloração característica, e é a que possui a quantidade necessária de espermatozoides para a fecundação acontecer. E, por fim, vem a última fração, de onde vem um líquido que funciona como um diluidor natural. É nessa derradeira fase que haverá a facilitação do transporte dos gametas para o trato genital das fêmeas. Ou seja, como existem essas dificuldades fisiológicas naturais do animal, ficando grudados após o ato em si, as chances da fecundação se concretizar serão bem maiores.

Faz Mal “Desgrudar” os Cachorros Nesse Momento?

Muitos podem até ignorar isso, mas não se deve tentar separar os animais nesse estágio, pois, corre-se o risco de lesionar os dois nesse processo. A fêmea, por exemplo, correria o risco de sofrer uma ruptura vaginal, ou simplesmente um prolapso (saída de um órgão de sua posição original).

No caso do macho, o risco seria ele sofrer uma lesão grave em seu pênis, podendo até mesmo fraturar o osso que faz parte desse órgão. Ou seja, para evitar qualquer sofrimento de ambos os animais, o mais recomendável é deixar o ato sexual entre eles seguir naturalmente.

O máximo que pode ser feito é se certificar de que o ambiente estará calmo e tranquilo para os animais poderem cruzar sem interrupções ou traumas. Importante destacara que enquanto esses animais estão grudados, a fêmea fica um tanto agitada e nervosa, o que acaba sendo normal nessas ocasiões.

Nesse momento (e que, como já dissemos, pode durar de 20 minutos a 1 hora, sendo que a média de tempo é de 30 minutos), é importante que pessoas e outros animais fiquem afastados do casal até que terminem de vez o ato sexual. Ofereça, portanto, privacidade para que terminem o processo sem problemas, que é isso o que irá importar no final. Porém, existe um outro método mais eficaz para evitar todo e qualquer estresse do animal quanto a essa questão, que é o que vamos salientar a seguir.

Castração dos Animais

Porém, caso não queira que os cachorros machos e fêmeas que você tem cruzem entre si, uma ótima opção é castrá-los. Trata-se de um procedimento bastante simples e rápido e que só ajuda na saúde do animal como um todo. Esse é um procedimento que, inclusive, pode aumentar a expectativa de vida do cachorro, pois não haverá alterações hormonais, muitos menos comportamentos que estressem o seu pet.

Além de uma reprodução indesejada, a castração ainda evita problemas como câncer nos testículos e imunodeficiência. Por sinal, não são raras doenças nos órgãos sexuais desses animais, em especial, nos cães machos. É o caso de enfermidades congênitas ou mesmo adquiridas, sendo que esta última é a mais comum de acontecer. Traumas, infecções virais ou bacterianas, e tumores são as principais causas dessas doenças.

Portanto, se quiser evitar que os seus cães fiquem “grudados” o tempo todo, e possam ter uma vida mais saudável, eis aí a melhor recomendação. Certamente, eles ficarão bem mais tranquilos.

Veja também

Ficha Técnica do Bull Terrier: Peso, Altura e Tamanho

O Bull Terrier é um cão único, graças à sua cabeça “ovo”. Alegre, fidedigno, e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *