Home / Animais / Qual o Ramo da Ciência que Estuda os Lagartos?

Qual o Ramo da Ciência que Estuda os Lagartos?

Os lagartos pertencem à classe Reptilia, ordem Squamata. Correspondem a mais de 3 mil espécies, dentre as quais os representantes mais famosos incluem as lagartixas, camaleões e iguanas.

Em zoologia, o ramo que se propõe ao estudo dos lagartos é o mesmo destinado a estudo dos reptéis de modo geral (compreendendo cobras, tartarugas, crocodilos…), assim como ao estudo dos anfíbios (sapos, rãs, cobras cega…). Este ramo de estudo recebe o nome de herpetologia.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre a herpetologia, assim como sobre os lagartos de modo geral.

Então venha conosco e boa leitura.

Características Gerais dos Lagartos

Características em comum entre os lagartos abrangem a presença de 4 membros e uma cauda, a presença de  escamas e o padrão fisiológico de organismo pecilotérmicos (ou seja, de “sangue frio”- ou temperatura variável). Embora também existam raras espécies se patas, as quais locomovem-se de modo muito semelhante às serpentes.

Entre as inúmeras espécies existe uma grande variação no quesito comprimento, uma vez que este pode variar desde alguns centímetros (ou milímetros) até 3 metros.

O ‘padrão’ comportamental da maioria é diurno, logo são mais ativos durante o dia, repousando à noite. Todavia, tal fato não é observado entre as lagartixas, uma vez que possuem como período de maior atividade a faixa que se estende do anoitecer ao raiar do dia.

Lagartos Características

A maioria das espécies locomove-se sobre as quatro pernas, porém ainda existem aquelas espécies mais peculiares cujo padrão de locomoção é sobre as patas traseiras, modalidade na qual levantam a parte da frente do corpo.

Grande parte dos lagartos utiliza a cauda para distrair os seus inimigos enquanto fogem. Neste caso, a cauda se desprende e fica se debatendo sozinha.

De modo geral, os lagartos são animais ovíparos- embora também existam espécies onívoras, tais como o teiá.

Curiosidades Improváveis e Instigantes Sobre os Lagartos

O mundo animal é sempre uma caixinha de surpresas, revelando muitos fatos intrigantes; e dentro do universo dos lagartos, isso não seria diferente.

O site Mega Curioso, especializado em curiosidades científicas, revela alguns desses fatos. Por exemplo, há um gênero de lagartos específico (o Basiliscus), no qual os indivíduos podem locomover-se pela água ao longo de pequenas distâncias. Por essa razão, tais lagartos são chamados de “lagartos Jesus Cristo”.

A espécie conhecida como diabo-espinhoso (nome científico Moloch horridus) é extremamente intrigante, uma vez que possui a capacidade de absorver, ou melhor de “beber” água através de sua pele. Outra curiosidade da espécie é que também possuem uma cabeça falsa atrás do pescoço, destinada a confundir os seus predadores.

Raras espécies de lagartos possuem o incomum mecanismo de defesa de esguichar sangue pelos olhos e, dessa forma, afugentar seus predadores. O sangue também possui um gosto muito ruim ao paladar de caninos e felinos.

O gênio pintor e inventor Leonardo da Vinci também tinha os seus momentos de descontração, e adorava uma zoeira, tendo colecionado divertidos episódios com lagartos. Ele adorava colocar asinhas e chifrinhos nos lagartos, soltando-os em seguida no Vaticano para assustar o povo.

Qual o Ramo da Ciência que Estuda os Lagartos?

Na Herpetologia, são estudados as espécies de reptéis e anfíbios como um todo. Os tópicos que são analisados envolvem a ecologia, comportamento, fisiologia e paleontologia.

A Sociedade Brasileira de Herpetologia (SBH) menciona que o Brasil é um dos países que abrigam maior diversidade em espécies de anfíbios e reptéis, uma vez que, por aqui há 1026 espécies catalogadas de anfíbios e 773 de reptéis (quantitativo que está periodicamente sendo atualizado no site da SBH).

Herpetologia

Em breve o Museu Nacional, o qual, na verdade, consiste em um museu de história natural contará com um setor específico destinado à herpetologia. Tal museu está localizado no Rio de Janeiro, mais precisamente no Palácio da Quinta da Boa Vista.

Grandes Nomes da Herpetologia Nacional: Bertha Lutz

Um dos nomes bastante aclamados pela SBH é o da bióloga Bertha Lutz, também conhecida pelo seu ativismo dentro da política e do feminismo.

Seu pai também possuía grande popularidade no meio científico, uma vez que era nada menos do que o médico e cientista Adolfo Lutz- considerado o patrono a medicina tropical e da zoologia no Brasil. Figura que desempenhou fundamental importância dentro da epidemiologia e do estudo das doenças infecciosas.

Bertha teria feito cursado seu ensino superior em Ciências Naturais na Europa na Universidade de Paris, com especialização em anfíbios.

Bertha Lutz

No ano de 1919, foi aprovada em concurso público e nomeada Secretária do Museu Nacional (local no qual já atuava como tradutora, no setor de zoologia). Curiosamente, foi a segunda mulher brasileira a integrar o serviço público no país.

Em relação à carreira política, Bertha candidatou-se e tomou posse como deputada do RJ. Dentro da Câmara, levantou bandeiras importantes, tais como o projeto de Criação do Ministério nacional da Mulher; assim como, do Departamento de Maternidade, Infância, Trabalho Feminino e Lar. Tais projeto foram aprovados, mas nunca saíram do papel.

No ano de 1965, Bertha recebeu o título de professora emérita da UFRJ.

Curiosidades Adicionais: Existem Lagartos Venenosos?

Dentro do universo das milhares de espécies de lagartos atuais, 3 são consideradas venenosas. O veneno dessas espécies ainda pode ser classificado como letal, uma vez que apresenta potencial para matar uma pessoa.

Estas espécies são o monstro-de-gila, o lagarto-de-contas e o dragão-de-komodo. Sendo que a primeira espécie pode ser encontrada no sudoeste dos Estados Unidos, assim como Noroeste do México; e possui até 60 centímetros de comprimento, e coloração preto e rosada. A segunda espécie possui comprimento que varia de 24 a 91 centímetros, com coloração de base na cor preta, marcada por manchas ou faixas amarelas. No caso do dragão-de-Komodo, a espécie é conhecida pelo seu grande tamanho (até 3 metros de comprimento)e aparência que para muitos lembra a de um dinossauro.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre herpetologia e sobre lagartos de modo geral, nossa equipe o convida a continuar conosco para visitar também alguns artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

RINCÓN, M. L. Mega Curioso. 10 Curiosidades Interessantes e Aleatórias Relacionadas com Lagartos. Disponível em: < https://www.megacurioso.com.br/educacao/108899-10-curiosidades-interessantes-e-aleatorias-relacionadas-com-lagartos.htm#:~:text=E%20existem%20mais%20de%206,e%20respirar%20ao%20mesmo%20tempo%3F>

Setor de Herpetologia. Breve histórico do Setor de Herpetologia do Museu Nacional. Disponível em: < http://www.herpetologiamuseunacional.com.br/#:~:text=24%2F08%2F2020-,Breve%20hist%C3%B3rico%20do%20Setor%20de%20Herpetologia%20do%20Museu%20Nacional,exist%C3%AAncia%2C%20sendo%20fechada%20em%201810.>;

Wikipédia. Bertha Lutz. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Bertha_Lutz>;

Wikipédia. Lagarto. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Lagarto#:~:text=Os%20lagartos%2C%20como%20os%20demais,s%C3%A3o%20on%C3%ADvoros%2C%20como%20o%20Tei%C3%A1.>.

Veja também

Ficha Técnica do Pica-Pau: Peso, Altura, Tamanho e Imagens

Os pica-paus são aves cuja nomeação deriva de uma prática comum: o ato de tamborilar, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *