Home / Animais / Qual o Melhor Horário Para Dar Comida aos Cachorros?

Qual o Melhor Horário Para Dar Comida aos Cachorros?

Muitos donos tentam entender com que frequência enchem a tigela do companheiro de quatro patas, mas as indicações fornecidas pelos veterinários são claras.

Qual O Melhor Horário Para Dar Comida Aos Cachorros?

No caso de o cão ser adulto e não sofrer de patologias específicas, o imperativo é evitar concentrar a ração diária em uma única refeição. Uma regra que se aplica a todos os como lei básica na proporção do tamanho do animal. À medida que o tamanho aumenta, de fato, também aumentam os riscos de torção gástrica, uma condição que é mortal e pode ser favorecida pela rápida ingestão de grandes volumes de alimentos ingeridos em uma única solução e acompanhados por quantidades igualmente grandes de água.

Cachorro Esperando a Refeição
Cachorro Esperando a Refeição

Jejuar por 24 horas, certamente o torna mais voraz, e o cão que será levado a comer a comida com mais ganância e, ao fazê-lo, engolirá muito ar que, por sua vez, produzirá volume no estômago. A dilatação da quantidade diária de comida, em pelo menos duas refeições por dia que podem até se tornar três, é, portanto, uma boa regra para proteger a saúde dele. Servir rações basicamente nos mesmos horários, de manhã, à noite e possivelmente ao meio-dia, ajudará o cão a viver esse momento cobiçado com menos ansiedade.

Quanto à última refeição do dia, alguns veterinários recomendam não propor tarde demais, mas entre 17 e 18, para poder intervir prontamente em caso de torção. Para diminuir os fatores de risco desse evento mortal, é bom manter o cão em repouso por pelo menos 3 horas após a refeição, deixando-a calma e pelas mesmas razões, aguarde algumas horas antes de oferecer para comer após intenso exercício físico. A situação é diferente, é claro, se você tem filhotes que precisam comer pelo menos 3 a 4 vezes ao dia até os seis meses de idade.

Nesse caso, é importante escolher croquetes para cães filhotes, pois são especificamente equilibrados para favorecer o crescimento dos pequenos quadrúpedes. Outro erro que se costuma encontrar, às vezes devido a cuidados excessivos, é mudar constantemente a marca dos alimentos, acreditando, dessa maneira, em tornar a dieta mais variada e, portanto, completa. De fato, ao fazer isso, você corre o risco de expor seu animal de estimação a todos os distúrbios gastrointestinais que mencionamos no início.

Precisamente por esse motivo, no caso de ser necessária uma troca de fonte de alimentação, isso sempre deve ser realizado de forma gradual e nunca abrupta. O conselho dos veterinários é substituir a comida de cachorro velha pela nova em cerca de uma semana reduzindo progressivamente a porcentagem de alimentos velhos e aumentando a contribuição do novo. A força, a saúde e a felicidade de um cão adulto serão influenciadas pela comida escolhida em cada estágio do seu crescimento. Saber exatamente como, o que e quando alimentar seu filhote pode parecer complicado, mas não é.

Analisando a Frequência Da Alimentação

Com que frequência meu filhote deve comer? Em geral, os filhotes podem ter sensibilidade digestiva e podem não responder bem a um novo alimento ou se administrados em excesso. Para o seu cachorro, refeições pequenas e frequentes que não sobrecarregam o sistema digestivo são ideais, como mostrado abaixo:

  • Desmame (para cães de todos os tamanhos): 4 refeições por dia
  • Até 4 meses (para cães pequenos) ou até 6 meses (para cães grandes): 3 refeições por dia
  • De 4 a 10 meses (para cães pequenos) ou de 6 a 12 meses (para cães grandes): 2 refeições por dia

As porções de cada refeição variam de acordo com a raça e tamanho do seu filhote. Siga as instruções fornecidas pelo fabricante de alimentos para cães que você escolheu e, em caso de dúvida, peça ajuda ao seu veterinário. Não se preocupe muito se o seu cachorro não comer tudo em todas as refeições: ele tem um apetite variável e, mantendo refeições regulares, ele certamente ficará satisfeito com a próxima. Os filhotes passam por fases de crescimento intenso, por isso é importante fornecer-lhes um alimento que garanta uma maior ingestão de energia do que a de um cão adulto.

No entanto, os filhotes não são capazes de se autorregular: depende de você controlar as porções e evitar que eles engordem. Isso é especialmente importante para cães grandes, porque comer demais pode causar um crescimento muito rápido, resultando em problemas ósseos. A melhor maneira de alimentar seu filhote é criar uma rotina para ele e mantê-la.

Refeição do Cachorro Adulto
Refeição do Cachorro Adulto

Alimente-o ao mesmo tempo, no mesmo lugar e usando a mesma tigela, para que ele entenda quando e onde estão as refeições. Seu filhote não precisa variar a alimentação, para que você possa sempre oferecer a mesma comida. Se, em vez disso, você tiver que alterá-lo, por exemplo, na transição para alimentos para adultos, faça-o por pelo menos uma semana, misturando alimentos antigos e novos e aumentando gradualmente a porcentagem do novo alimento.

Depois de colocar a tigela no chão, o filhote sentirá o cheiro e verificará a temperatura dos alimentos. Ao comer, fique de olho nele para garantir sua segurança, mas não o incomode: ele pode reagir de forma agressiva e protetora. Retire a tigela depois de 15 a 20 minutos, mesmo que ainda contenha comida: assim você o ajudará a aprender a comer quando decidir. Certifique-se de ter sempre água disponível e troque-a regularmente.

Evite dar sobras ou quitutes de cozinha a ele, porque você confundiria sua rotina, não ofereceria comida com frequência como recompensa (por exemplo, depois de ter aprendido uma habilidade específica) e não ofereceria lanches para seduzi-lo a comer a refeição principal: você só criaria incerteza e seu cachorro não pode comer. Não deixe alimentos disponíveis para o seu cão durante o dia.

Cuidados Básicos Com a Alimentação

Cachorro Comendo Ração de Qualidade
Cachorro Comendo Ração de Qualidade

Apesar de estarmos convencidos de que a qualidade desempenha um papel fundamental na saúde (e por que não, também no caráter) de um animal, estamos igualmente convencidos de que as maneiras pelas quais os alimentos são igualmente importantes e decisivas para garantir uma boa refeição para os animais.

Primeira regra básica: a menos que seja um filhote de cachorro de alguns meses, você deve alimentar o cão em horários determinados (e possivelmente impedir que ele procure comida fora do pote). O que sugerimos é deixar a comida disponível para o cão por 20 minutos e depois removê-la. Também recomendamos que você dê ao cão duas refeições por dia (12 horas de intervalo) por três razões diferentes:

Controle da Alimentação do Cachorro
Controle da Alimentação do Cachorro
  • Administrar os alimentos de maneira controlada, sem deixar que o cão “se ajuste”, reduz o risco de obesidade e problemas de saúde
  • Alguns cães adultos são capazes de ter “autocontrole” suficiente e administrar a comida. Por outro lado, existe uma porcentagem muito grande de cães que também comeriam a tigela se a tivessem disponível o dia todo. Isso os expõe ao risco de obesidade e problemas cardíacos ou intestinais que poderiam ser facilmente evitados dando-lhes comida de bebê em horários regulares e prestando atenção à quantidade.
  • Associar sua mão à comida o ajudará a entender quem é o “líder da matilha”. Em uma matilha, o líder come primeiro e seus companheiros de ala comem depois dele, geralmente suas “sobras”. Este é um fator muito importante na educação do seu cão, especialmente em tenra idade, ao estabelecer regras “estritas” que abrem caminho para um comportamento educado e responsável do animal durante a vida adulta.

Veja também

Comportamento do Vombate, Hábitos e Modo de Vida do Animal

Você já ouviu falar do vombate? Caso não, pode ficar tranquilo. Este animal não é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *