Home / Animais / Qual é a Teoria de Darwin e Wallace? O que é Seleção Animal?

Qual é a Teoria de Darwin e Wallace? O que é Seleção Animal?

Uma das teorias mais estudadas tanto nas escolas, quanto pelos biólogos é a Teoria da Seleção Animal ou Teoria da Seleção Natural feita por Darwin e Wallace. Ela pode parecer complicada, mas não é. E é usada desde sua criação, há muito tempo atrás. E é sobre ela que iremos falar no post de hoje. Explicaremos um pouco mais sobre os autores Darwin e Wallace e diremos o que é a seleção animal. Continue lendo para aprender tudo sobre esse assunto!

Teoria de Darwin

Charles Darwin, nascido no ano de 1807 na Inglaterra, era um naturalista que desenvolveu uma das grandes teorias evolutivas, que é a base da moderna teoria da seleção natural. Para Darwin, os organismos (seja planta ou animal) mais adaptados ao seu meio, possuem uma chance maior de sobrevivência em comparação aos menos adaptados. Portanto, são eles os selecionados para aquele ambiente e que irão deixar um número maior de descendentes.

Seguindo os princípios básicos de Darwin existem: os indivíduos de uma mesma espécie possuem variações em tudo, por isso, não são idênticos um ao outro; todo organismo tem capacidade de reproduzir-se, entretanto, somente alguns dos descendentes conseguem chegar a idade adulta; o número da população de uma espécie é constante pelas gerações; há uma grande luta pela sobrevivência entre os descendentes, pois poucos atingem a maturidade e é o que faz a taxa de população se manter constante; nessa luta, temos os indivíduos com variações mais favoráveis ao seu meio e suas condições que possuem uma chance maior de sobrevivência que o restante; os indivíduos com essas variações vantajosas ao ambiente tem chance maior de deixar descendentes, e para esses são transmitidos esses caracteres; e portanto, há sempre a atuação da seleção natural.

Teoria de Wallace

Alfred Russel Wallace nascido em 1823 na Inglaterra era um naturalista, antropólogo, geógrafo e biólogo. Ele normalmente não é reconhecido, mas foi de grande importância para Darwin ter suporte em suas teorias. Em 1858, durante uma viagem para a Indonésia, Wallace escreveu que enfatizava a divergência evolutiva das espécies de organismos, uma base da teoria da evolução basicamente. Ele enviou esse ensaio para Charles Darwin, que naquela época já mantinha contato por correspondências, e pediu uma avaliação de sua teoria.

Em 1855, Wallace tinha publica um artigo chamado On The Law Which has Regulated the Introduction of Species, em que ele enumera várias observações sobre a distribuição geográfica e geológica e concluiu: “Cada espécie surgiu coincidindo tanto em espaço quanto em tempo com uma espécie aproximamente a ela aliada.“. Depois disso, ele encontrou-se uma vez com Darwin, que fez todo sentido com as teorias já sendo trabalhadas por Darwin nos últimos 20 anos antes de serem publicadas. Darwin inclusive utilizou de termos nos capítulos de sua teoria, concluindo que Wallace havia feito um resumo perfeito.

Charles Lyell e Josephe Hooker publicaram os ensaios de Wallace juntamente com artigos de Darwin em 1858, mesmo a pedidos dele de não publicar. Infelizmente, o status social de Wallace era bem inferior ao de Darwin, fazendo com que ele não fosse levado tão a sério como o outro naturalista.

O que é Seleção Natural ou Animal?

Já explicamos basicamente a teoria de Darwin, em conjunto com Wallace anteriormente. Mas podemos entrar em termos mais técnicos para conseguir compreender ainda mais a fundo o que eles quiseram passar. Como falamos, a ação da seleção natural ou animal, como às vezes é chamada (apesar de errônea), consiste em selecionar os indivíduos que estão mais adaptados e eliminar os que tem desvantagem nas condições ecológicas. Cria-se a expressão “mais adaptado”, que significa que determinado indivíduo é mais apto a sobreviver e deixar descendentes que outros.

Essa seleção irá acontecer em todas as populações de organismos vivos. Independente se o ambiente seja estável e constante, ela sempre irá trabalhar de forma estabilizadora, e eliminará os fenótipos que se desviam. Vale então lembrar, que a teoria se baseia em fenótipos. A heterogeneidade que é propicia em diferentes tipos de pressões seletivas em cima do conjunto gênico de uma população, evita de eliminar que determinados alelos que em um diferente ambiente que fosse constante e estável, não se manteriam. Sendo assim, há uma menor redução da variabilidade genética.

Darwinismo

O Darwinismo surgiu em 1860, quando foi utilizado por Thomas Henry Huxley para descrever conceitos evolutivos, usando também alguns outros conceitos propostos no malthusianismo e no spencerismo. Essa corrente é um conjunto de conceitos que possuem relação às ideias de seleção natural e de evolução, e nem todas possuem conexão com o que Charles Darwin trabalhou, apesar  de essa ser a base de todo o movimento. O que mais distingue o darwinismo do restante das teorias, é que no darwinismo se vê a evolução como uma função da mudança da população, diferentes das outras que veem como função da mudança de indivíduo.

Teoria de Darwin
Teoria de Darwin

No final do século 19, o darwinismo se contrastava com o lamarckismo e o criacionismo. Depois, em 1900, com a chegada do mendelismo, houve a união entre as teorias de Darwin junto com as de Gregor Mendel. O Darwinismo é muitas vezes criticado, pelo fato que na época em que Darwin publicou seus textos, ele não conhecia Mendel e seus experimentos que se tornou o pai da genética.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender e aprender um pouco mais s1obre a teoria da seleção natural ou animal, assim como as teorias de Darwin e Wallace. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajudá-los. Você pode ler mais sobre teorias e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Toucanet-Amarela: Características, Nome Cientifico e Fotos

As aves são animais que se destacam de maneira bastante evidente em todo o planeta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *