Home / Animais / Qual a Origem da Expressão “Bode Expiatório”?

Qual a Origem da Expressão “Bode Expiatório”?

Chamar alguém de bode expiatório significa que esta pessoa está assumindo toda a culpa e responsabilidade por alguma situação específica, sendo que, na maioria dos casos, a pessoa não possua nenhum culpa real. Mas afinal, onde teria surgido esta expressão popular tão famosa?

Acredita-se que tradições antigas descritas do livro judaico Torá, bem como no Antigo Testamento da bíblia cristã nos fornecem algumas pistas a respeito do assunto.

É importante considerar que o processo de domesticação dos bodes e cabras é antigo (equivalendo a aproximadamente 10.000 anos atrás). Dessa forma, na qualidade de processo antigo, possivelmente possui certos simbolismo e tradições associados.

Neste artigo, você conhecerá qual a origem da expressão “bode expiatório”, além de outras curiosidades peculiares.

Então venha conosco e boa leitura.

Conhecendo um Pouco Mais Sobre o Bode

A Origem da Expressão Bode Expiatório
A Origem da Expressão Bode Expiatório

O termo “bode” é utilizado para referir-se ao macho adulto mais associado com a espécie Capra aegagrus hircus, correspondente às cabras e bodes domésticos. Fêmeas adultas recebem o nome de “cabras”, ao passo que ‘filhotes’ (machos e fêmeas) até os 7 meses de idade são chamados de “cabritos”.

Os bodes possuem chifres e barbichas. Possuem pelo liso e curto, o qual não possui o mesmo aproveitamento para confecção de tecidos do que a lã produzida pelas ovelhas, com exceção de algumas raças específicas de cabras.

Com a domesticação, os bodes podem gerar uma série de subprodutos, tais como a carne, couro e leite (nesse caso, em relação às cabras). Quando o bode é abatido ainda filhote, sua carne possui extremo valor gastronômico e nutricional. Estudos indicam que, mesmo sendo considerada como carne vermelha, a carne de cabrito possui alta digestabilidade e até 40% menos gordura saturada do que uma porção equivalente de frango sem pele. O leite de cabras possui grande aceitação por outras espécies de mamíferos, todavia, não possui um acervo tão amplo de derivados em comparação aos leites de ovelha e de vaca.

A subespécie que corresponde aos caprinos domésticos é derivada da cabra doméstica típica (nome científico Capra aegagrus), cujas fêmeas, na natureza, podem ser encontradas em bandos contendo aproximadamente 500 indivíduos. Vivem em montanhas em clima temperado, possuindo elevada coordenação e equilíbrio para locomoção em terrenos íngremes. Alimentam-se basicamente de ervas-daninhas, moitas e arbustos.

Qual a Origem da Expressão “Bode Expiatório” ?

Na bíblia, no livro de Levítico, este termo era utilizado para fazer menção a um animal que era separado do seu rebanho para viver sozinho na natureza, após a realização das cerimônias hebraicas de Yom Kippur (mais conhecido como “o dia da expiação”). Esse episódio do Antigo Testamento pode representar um simbolismo aquilo que se tornaria a figura de Jesus Cristo, no Novo Testamento.

Já em relação à representação presente no Torá, havia uma tradição antiga na qual dois bodes eram levados junto com um touro para serem sacrificados dentro de um templo em Jerusalém, como parte dos diversos sacrifícios e oferendas que ocorriam dentro do judaísmo (os quais receberam o nome de Korbanot). Os sacerdotes realizavam sorteio entre os dois bodes, de modo que um deles era queimado juntamente com o touro no altar de sacrifício; ao passo que, o outro era escolhido para ser o dito “bode expiatório”. Na cabeça deste último bode, os sacerdotes impunham as mãos confessando os pecados do povo de Israel. Após essa pequena cerimônia, o bode era abandonado na natureza e, como forma de punição, deveria carregar sobre si todos os pecados de uma sociedade.

O que Significa “Bode Expiatório” de Fato ?

Significado Bode Expiatório
Significado Bode Expiatório

A partir dos ritos históricos descritos acima, a terminologia “bode expiatório”  entranhou-se na sociedade ao longo dos anos. Por definição, bode expiatório seria uma pessoa escolhida aleatoriamente para assumir sozinho a culpa por um crime, evento negativo ou calamidade, sem adotar uma constatação prévia sobre os fatos.

Ao longo da história, é possível notar que até mesmo etnias inteiras já foram consideradas bodes expiatórios. O exemplo mais descritivo é o nazismo e a revolta contra o povo judeu, o qual recebeu a culpa pela crise econômica e política da Alemanha.

O termo também pode ser utilizado em conversas informais, quando é preciso ilustrar que alguém está querendo eximir-se de sua própria culpa, ‘delegando-a’ a outrem.

Outras Expressões Envolvendo a Palavra Bode

A palavra “bode” é bastante utilizada em gírias e expressões idiomáticas da língua portuguesa, sendo que o significado pode variar de acordo com a região geográfica em questão. Chamar alguém de “bode” pode tem vários significados: ou a pessoa é feia; ou cheira mal; ou possui grande libido (em alusão à figura mitológica dos sátiros); ou apresenta uma típica barba com cavanhaque.

A palavra “bode” também pode ser utilizada para referir-se a uma situação difícil ou confusa. Da mesma forma, tal palavra pode fazer alusão ao lanche (ou merenda); bem como a uma caixa pequena utilizada para guardar dinheiro.

“Amarrar o bode” é uma expressão utilizada em vários locais do país para referir-se a quando alguém fica amuado, ou emburrado (ou seja, chateado e de “cara amarrada”).

O verbo coloquial “bodear” pode assumir dois significados bem distintos. No primeiro, quer dizer ficar em uma situação complicada ou confusa. No sentido, significa ficar sobre o efeito de drogas.

Outras Expressões Populares Envolvendo Animais

Termos como os descritos acima não são tão raros dentro do coloquialismo brasileiro. A maioria de nós deve estar familiarizada com o termo “matar cachorro a grito”, por exemplo. Esta expressão significa estar em uma situação de extrema dificuldade e não encontrar saída. Também pode fazer alusão a alguém que esteja em extrema carência afetiva/sexual ou financeira. A origem do termo pode fazer alusão à audição apuradíssima dos cães, a qual os permite captar sons inaudíveis para os humanos (tanto de alta, quanto de baixa frequência). Logo, matar esses animais através de sons elevados e direcionados seria, no mínimo, desesperador.

O termo “amigo da onça” foi popularizado entre os anos de 1943 a 1961 a partir de charges publicadas por Péricles Andrade Maranhão na revista Cruzeiro. O significado deste termo é alguém se apresenta como seu amigo, no entanto, não é realmente digno de confiança, visto que é falso e traiçoeiro. Geralmente, um amigo da onça, fala da pessoa pelas costas.

Uma última expressão para arrematar o tópico é “a cobra vai fumar”. Este ditado popular teria surgido no final da Segunda Guerra Mundial, derivado da expressão “é mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra”. No entanto, mesmo assim, alguns homens do exército brasileiro foram enviados para combate na Itália. Atualmente, esta expressão tem o mesmo significado de “o bicho vai pegar”, ou seja, denotando que coisas ruins podem acontecer, caso alguém use de má-fé com você.

*

E você ? Conhecia a origem dessas expressões ?

Conhece alguma outra expressão popular brasileira que envolva animais ?

Deixe-nos saber nos comentários abaixos.

Fique à vontade, e até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

MENEGHETTI, D. Super Interessante. A origem de 35 expressões populares brasileiras. Disponível em: < https://super.abril.com.br/especiais/nao-marque-touca-a-origem-de-35-expressoes-populares/>;

Priberam Dicionário. Bode. Disponível em: < https://dicionario.priberam.org/bode>;

Wikipédia. Bode expiatório. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Bode_expiat%C3%B3rio>;

Veja também

Lebre na Natureza

Tudo Sobre a Lebre : Características, Nome Cientifico e Fotos

Hoje vamos trazer mais um animal incrível e cheio de curiosidades super interessantes para os …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.