Home / Animais / Quais São Os Predadores Do Ofiuro E Seus Inimigos Naturais?

Quais São Os Predadores Do Ofiuro E Seus Inimigos Naturais?

Os chamados ofiuros, ou simplesmente “serpentes do mar”, têm ganhado cada vez mais adeptos de quem tem aquários e gosta de criar animais como peixes, estrelas do mar, e por aí vai. Só que como todo animal selvagem, o ofiuro também está sujeito a predadores, que é o que vamos mostrar agora.

E, Quais Os Predadores Típicos Do Ofiuro?

Em geral, os animais que mais ameaçam os ofiuros na natureza são crustáceos (como caranguejos, por exemplo) e algumas espécies de peixes. Basicamente todo animal marinho que se alimenta de equinodermos, como estrelas do mar, são inimigos naturais em potencial dos ofiuros.

Interessante ressaltar, no entanto, que os ofiuros, da mesma forma que são vítimas de diversos predadores naturais, eles também são predadores bastante ativos, sendo basicamente seres carnívoros. E é através dos seus braços flexíveis que eles capturam suas presas, e as levam em direção à sua boca. Algumas outras espécies vivem no interior de esponjas do mar, e emergem para se alimentarem de detritos trazidos pela água.

Ofiuro no Fundo do Mar
Ofiuro no Fundo do Mar

Influência Do Habitat Natural No Tipo De Predador

Em termos de evolução, os ofiuros são considerados por muitos especialistas como sendo os equinodermos mais bem sucedidos de todos na natureza. Os motivos disso são a sua motilidade, os seus hábitos alimentares diversificados e o seu tamanho diminuto. Nesse último caso, essa é uma vantagem e tanto, pois possibilita esse animal se esconder onde outros equinodermos não conseguiriam.

Mas, um dos motivos pelos quais esses bichos um pouco estranhos são seres tão bem adaptados ao seu meio é o poder de regeneração que eles possuem, que vamos falar mais a seguir. Basta dizer no momento que os ofiuros podem desprender e automizar seus braços, caso sejam perturbados por algum predador.

E é nesse ambiente aquático, em meio a corais e tudo, que vivem os ofiuros e seus inimigos naturais, que são basicamente crustáceos e peixes um pouco maiores do que eles. Mas, como esses equinodermos se defendem deles? É o que vamos ver logo mais.

Defesa Contra Inimigos Naturais

Vários animais na natureza têm como uma de suas características principais possuir um mecanismo de defesa que permite escaparem ou enfrentarem algum predador. No caso dos ofiuros, sua grande estratégia é poder regenerar os braços após serem decepados de alguma forma, assim como acontece com o rabo da lagartixa, por exemplo.

Quando estão encurralados por algum tipo de predador, esses animais simplesmente podem “soltar” um de seus pequenos tentáculos, a fim de poderem escapara, enquanto seu inimigo fica distraído cm o braço que acabou desgrudando de seu corpo.

Esse processo se chama autotomia, ou simplesmente, auto-amputação. E, só lembrando que é justamente por meio desses braços (que são altamente flexíveis) que o ofiuro se locomove em seus habitats naturais, geralmente, de maneira mais rápida do que a grande parte dos equinodermos, de locomoção bem mais lenta.

Relação Com Os Seres Humanos

Ofiuro na Mão
Ofiuro na Mão

É sabido que nós somos os predadores de muitos animais na natureza, mas, com os ofiuros acontece a mesma coisa? Bem, pra começar, esses bichos não servem como alimento às pessoas. Apesar de não serem tóxicas, seu forte esqueleto é um dos dificultadores nesse sentido. Bom ressaltar que, mesmo algumas espécies possuindo espinhos, esses não são animais venenosos.

Na verdade, a maior relação que temos com esses tipos de equinodermos é servirem como “animal de estimação” para aqueles que gostam de criar peixes em aquários, pois se tratam de seres marinhos bastante exóticos para se ter em casa.

Ou seja, a relação entre o homem e esses animais é até harmônica, sem nenhum tipo de predação envolvida, sendo mais a criação do ofiuro como um animal exótico em aquários e até mesmo tanques (local onde ele se desenvolve muito bem).

Inclusive, criar um animal desses não é tarefa complicada, visto que se adaptam muito bem a quase todo tipo de ambiente, e os cuidados com ele são mínimos, como ter lugares adequados no aquário ou no tanque onde ele possa se alojar quando quiser, além ter sempre à disposição uma alimentação correta, em geral, feita de detritos.

Principais Predadores Dos Equinodermos Em Geral

Equinodermos
Equinodermos

De um modo geral, os predadores mais comuns dos equinodermos (grupo ao qual pertencem os ofiuros) são os peixes, até mesmo porque não existem equinodermos de água doce (apenas salgada). Em suma, um ambiente propício para esses animais ficarem à mercê de diversos inimigos naturais, entre os mais corriqueiros, peixes de diversas espécies.

Porém, outros serem também podem ter em seu cardápio ofiuros, estrelas do mar, lírios do mar, e por aí vai, como, por exemplo, crustáceos, arraias e polvos. Basta ser um animal marinho de médio porte que ele, em tese, já está apto a se alimentar de todo tipo de equinodermos.

E, assim como os ofiuros possuem um mecanismo de defesa contra predadores (soltar um de seus braços para confundir o inimigo, e escapar), outros seres do tipo também possuem suas estratégias, como o pepino do mar, que ao invés de soltar alguma de suas minúsculas pernas, expele parte de suas vísceras.

Como se vê, a natureza em geral está bem adaptada para reagir a diversos tipos de ameaça.

Ameaça Humana Aos Equinodermos

Ofiuros e estrelas do mar, muitas vezes, são coletados por pessoas para serem animais exóticos em seus aquários, porém, ações diretas e indiretas dos seres humanos podem levar muitos equinodermos à beira da extinção, mesmo que nós não os cacemos esses animais.

A questão está basicamente ligada à poluição dos mares. Muitos equinodermos em geral atuam como “limpadores” dos leitos oceânicos, já que se alimentam, entre outras coisas, de detritos e restos de animais. A partir do momento em que a área onde se encontram está poluída de alguma forma, isso afeta a alimentação desses animais, que podem morrer aos montes devido a isso.

Por isso, mesmo que o homem não seja um predador natural de bichos como o ofiuro, ainda assim, podemos estar contribuindo para o desaparecimento desse tipo de ser, que, frisando mais uma vez, tem fundamental importância para o equilíbrio natural do ambiente onde vive.

Veja também

Hábitat do Marreco: Onde Eles Vivem ?

Marreco na verdade é nome popular para uma espécie de pato de pequenas dimensões, no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *