Home / Animais / Pode Dar Leite Para Cachorro Que Foi Envenenado?

Pode Dar Leite Para Cachorro Que Foi Envenenado?

A relação das pessoas com os cachorros é muito importante para ambos, já que as pessoas recebem a companhia de um animal muito leal e historicamente próximo do ser humano, enquanto os cães são tratados de maneira muito positiva por grande parte das pessoas.

Dessa maneira, em uma união de interesses e com muito amor entre as partes, os cachorros se tornaram, aos poucos, animais totalmente domesticados, sendo que grande parte dos cães atualmente já não são capazes de viver de maneira selvagem, já que estão sobrevivendo há gerações como animais típicos do lar.

Assim, muitas vezes os cachorros podem entrar em situações sobre as quais desconhecem, não sabendo o que fazer para acabar com o problema criado. Esse é o caso de um cachorro envenenado, por exemplo, que provavelmente perderá a vida se não for tratado da maneira correta pelo dono.

Cachorro em Situação de Perigo

Logo, existem algumas coisas a fazer quando o animal está em situação de perigo. Algumas medidas podem ajudar o cachorro a passar pelo grave problema, enquanto outras atitudes dos donos podem fazer com que a morte do animal aconteça de maneira até mais veloz.

Assim, o mais importante é que se entenda e se saiba o que fazer nessas situações de envenenamento, não importando muito qual é o veneno usado.

De qualquer forma, é sempre recomendado que, ao perceber uma situação do tipo, o dono leve o animal ao veterinário, pois apenas dessa forma será possível compreender realmente o que acontece com o cachorro, qual a causa do problema e como ele pode ser tratado da forma correta e padronizada.

O dono apenas deve reagir ao envenenamento, ajudando o cão por conta própria, quando não houver a possibilidade de acionar o profissional veterinário com urgência, sendo, então, necessário que o próprio dono faça uso de técnicas caseiras para tentar acabar com a dor do cachorro envenenado.

Pode Dar Leite Para Cachorro Que Foi Envenenado?

O leite é constantemente associado a uma forma de acabar com o envenenamento, seja me animais em geral, seja me pessoas.

Porém, há muitas opiniões conflitantes sobre o assunto e o certo é que muitas pessoas já não sabem mais se o leite ajuda ou atrapalha o cachorro envenenado. Nesse caso, muitas vezes não fazer nada é melhor do que tomar uma decisão sem ter 100% de certeza em relação ao que está sendo feito.

Assim, é fundamental aprender um pouco mais sobre o envenenamento de cachorros e como isso pode ser um problema de resolução relativamente fácil, a depender do contexto. Para começar, o uso do leite realmente poder ser bom ou ruim para o animal envenenado, mas isso depende do tipo de veneno usado. Isso porque o leite responde de forma diferente a diferentes tipos de venenos. Apenda, abaixo, como saber quando usar ou não o leite em um animal envenenado.

Cachorro Envenenado
Cachorro Envenenado

O que acontece é que o leite é uma substância de pH tido como neutro. Logo, o pH neutro é muito bom para combater itens de caráter ácido. Em outras palavras, o leite é apropriado para combater um veneno do tipo ácido, pois o leite fará com que a absorção do veneno seja lenta e gradual, o que dará mais chance de vida ao animal, sobretudo se for o caso de apenas retardar o efeito do veneno até que o veterinário possa chegar.

Contudo, nem sempre o veneno ingerido pelo animal terá caráter ácido, o que muda muito as coisas de figura e faz com que o panorama seja totalmente distinto nesse caso.

Isso porque, quando o veneno ingerido tiver caráter básico, a ingestão posterior do leite apenas fará com que a absorção aconteça de forma mais rápida. Assim, ao invés de estar ajudando o seu cachorro a combater o veneno, você apenas fará com que a absorção do veneno seja acelerada, o que logo irá paralisar o organismo e matar o cachorro.

Portanto, por isso é muito importante que se entenda o que está fazendo nesses momentos, sendo muitas vezes mais benéfico esperar pelo veterinário sem fazer nada.

Porém, se você sabe o tipo de veneno consumido pelo animal, entende qual é o caráter da substância e tem 100% de certeza de que aquilo é o melhor a fazer para salvar a vida do cão, então a decisão deve ser tomada. Contudo, não há margem para dúvidas nesses casos.

Em Caso de Envenenamento, Não Induza o Vômito no Cachorro

Em caso de envenenamento de pessoas, o mais adequado a fazer é não induzir o vômito e levar a pessoa até o médico mais próximo. Contudo, muitas vezes esse tipo de situação acontece com os cachorros e as pessoas tomam decisões muito diferentes, forçando os animais a vomitar o que foi ingerido. A ação pode salvar a vida do cão, mas também pode acelerar a sua morte.

Isso porque muitas substâncias são extremamente prejudiciais para o esôfago e para a boca, por exemplo, que seriam a vida de retorno da substância, do estômago para fora do corpo. Assim, nesse trajeto a substância pode matar o animal antes mesmo de ele conseguir vomitar.

Cachorro Vomitando
Cachorro Vomitando

Ademais, pela situação desesperadora, é possível que o vômito passe pela via errada e acabe, por exemplo, nos pulmões, o que afogaria o animal e o mataria em poucos minutos. Logo, em caso de envenenamento não é recomendado forçar o vômito do cachorro, sendo mais prudente levá-lo ao pronto-socorro mais próximo.

Não Alimente o Cão Envenenado

Alimentar o cachorro que sofreu de envenenamento pode ser um problema muito grave, já que a substância dada por se tornar mais um problema para o corpo do animal. Isso porque, na grande maioria das vezes, não é possível saber o que foi dado para o cachorro que causou o envenenamento.

Dessa forma, alimentar o cão pode se tornar um problema, pois haverá a mistura da substância desconhecida ingerida com o alimento, algo que pode ser fatal para o cão em muitos casos. Logo, o importante é quem se mantenha a calma e entre em contato com o profissional veterinário para evitar problemas maiores.

Veja também

Terrário para Jibóia Onde Encontrar? Qual o Tamanho Ideal?

A jibóia (nome científico Boa constritor) está entre os reptéis de estimação mais queridos. Mesmo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *