Home / Animais / Pode Colocar Peixe Pintado em Aquário? Qual o Tamanho?

Pode Colocar Peixe Pintado em Aquário? Qual o Tamanho?

Quem cria peixes sabe muito bem que precisa ter certos cuidados nesse tipo de criação. Peguemos, por exemplo, a espécie peixe pintado. Ele se dá bem em aquários? Qual a dimensão ideal para um peixe desse tipo?

Pintado, na realidade, é o nome popular dado a duas espécies bastante similares de peixes: o Pseudoplatystoma coruscans e o Pseudoplatystoma fasciatum. A única diferença que existe entre elas, de fato, é o tipo de desenho formado pelas manchas ao longo do corpo de cada um deles.

Por exemplo: o chamado pintado-real (Pseudoplatystoma coruscans) possui manchas arredondadas e pretas, enquanto o cachara (Pseudoplatystoma fasciatum) tem manchas pretas de diversos formatos. Dessas espécies, a que mais se usa em criações é o pintado-real, já que é o que cresce mais chegando a 2 m de comprimento e a pesar 80 kg, enquanto que o cachara chega a pesar 20 kg.

Possuindo diversas escamas pelo corpo, o pintado possui barbilhões (espécie de filamentos) originados tanto no maxilar, quanto na mandíbula. São os populares “bigodes” do peixe, digamos assim. São animais ´carnívoros e de água doce, podendo crescer e desenvolver melhor onde a temperatura é mais elevada.

Em termos de criação, o pintado é considerado um peixe de fácil manuseio, já que se trata de um animal calmo e dócil, e que ainda tem uma grande resistência a variações constantes de temperatura na água. O único cuidado que se tem que ter, nesse caso, são com os ferrões presentes em suas nadadeiras.

Em geral, a carne desse animal é considerada saborosa e firme, com baixos teores de gordura, sendo, portanto, considerada uma carne nobre. Muitos piscicultores vêm mostrando interessa na criação desse peixe justamente pela procura crescente dele. Porém, dá pra criar o pintado em aquários também? É o que vamos ver a seguir.

Criação de Peixe Pintado em Aquários

O pintado aqui no Brasil também pode ser conhecido por diversos nomes, como, por exemplo, caçonete, cambucu e surubim. São peixes, em geral, de hábitos noturnos, porém, na criação em aquário, dá pra acostumar o bicho a se alimentar a qualquer hora do dia. Inclusive, ele pode comer de tudo: ração, filé de peixe, camarão e por aí vai.

Por ser um peixe, em geral, de grande porte, precisa ser criado em tanques especializados, mas, também dá para criar exemplares menores, como o cachara, em aquários, contanto que sejam grande o suficiente para comportarem peixes de, pelo menos, uns quilos em diante.

Peixe Pintado em Aquário

Em alguns casos, o pintado não nada com frequência pelo aquário todo. É frequente, portanto, que escolham um ou dois lugares fixos para ficarem, especialmente quando precisam descansar. O aquário, como já mencionado anteriormente, precisa ser de grandes dimensões. O ideal é que a capacidade dele seja de uns 400 litros em diante, já que estamos falando de um peixe que cresce com relativa rapidez.

É recomendado também que o espaço esteja repleto de pedras, plantas, areis e um tronco. Tudo para que o pintado se sinta o mais em casa e confortável possível. Por viver em amplas variedades de pH e de temperaturas, o pH da água desse aquário pode ser entre 6.0 e 8.0, e com a temperatura variando entre 24 e 28º C. O mais recomendável é deixar os parâmetros estáveis nesse ambiente para não estressar o animal.

Mias Alguns Detalhes da Alimentação e Criação de um Modo Geral

Bom ressaltar que estamos falando de um animal piscívoro, ou seja, que come outros ´peixes. Pelo fato de possui um estômago meio elástico, pode até mesmo se alimentar de peixes ,bem grandes em comparação ao seu tamanho, por exemplo. Em muitos casos, ele engole a presa por inteiro, e .não é à toa que esse tipo de peixe possui uma boca bem grande em comparação à sua cabeça.

Trata-se de um peixe, no entanto, que pode comer de tudo, sem maiores problemas. De filé de peixes à minhocas, passando por rações simples, não é nem um pouco complicado alimentar esse animal no aquário em que ele estiver. Por sinal, antes de comer, ele usa os seus “bigodes” para tocar a comida, sendo uma forma sensorial de identificar o seu alimento. É como se esses barbilhões proporcionassem uma segunda visão a ele.

Fora essa questão de criação em aquário, quem tem, por exemplo, um pequeno lago, o pintado é um dos peixes ideais para ser criado ali. É, inclusive, bastante fácil encontrar esses peixes para venda, sendo comercializados, geralmente, a preços bem baixos.

Trata-se de um peixe bem rústico, podendo se reproduzir em praticamente qualquer ambiente aquático. Contudo, se a água for parada, a fecundação precisa ser, digamos, “estimulada” por hormônios. Além disso, o abdômen dopo animal precisa ser comprimido para a coleta dos ovos (no caso das fêmeas) e do esperma (no caso dos machos).

Curiosidades a Respeito do Peixe Pintado

Os dentes desse peixes são muito pequenos, mas, ao mesmo tempo, são bastante finos e afiados, formando uma espécie de lixa bem grossa. Isso facilita muito na hora de agarrar as suas presas, para, em seguida, engoli-las por inteiro. Por sinal, os pintados atacam suas vítimas com um tipo de sucção. Basta que encontrem um alimento suculento logo à sua frente, que eles criam uma espécie de vácuo, e suga-os para dentro de suas enormes bocas.

Caso a criação desse peixe vá ser feita em tanques por piscicultores, o mais recomendado é que o espaço tenha entre 5 mil e 10 mil metros quadrados. A proporção entre largura e comprimento, por sua vez, precisa ser: para cada metro de largura, serão 4 metros de comprimento.

A profundidade ideal de um tanque assim tem que ser de, pelo menos, uns 2 metros, e a quantidade de peixes vai variar de acordo com o tamanho deles. Se forem exemplares entre 15 e 20 g apenas, serão umas 10 unidades a cada 10 metros quadrados. Se forem exemplares entre 1 e 2 kg, apenas 2 peixes a cada  metros quadrados.

O pintado é conhecido também como “peixe de piracema”, ou seja, nada contra a correnteza das águas para fazer a sua desova nas cabeceiras de rios e lagoas. A depender do habitat, podem fazer grandes migrações só para fazerem essa desova.

Veja também

Comportamento do Marisco, Hábitos e Modo de Vida do Animal

Por definição, mariscos ou frutos do mar seriam algumas espécies de moluscos ou crustáceos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *