Home / Animais / Onde as Cabras Dormem e Qual o Ciclo de Vida das Cabras ?

Onde as Cabras Dormem e Qual o Ciclo de Vida das Cabras ?

As cabras são ruminantes cujo histórico de domesticação é antigo, remontando a cerca de 8.000 anos atrás. Existe uma diversidade de caprinos selvagens, mas as cabras domésticas conhecidas atualmente são na, verdade, uma subespécie das cabras selvagens (nome científico Capra aegagrus). O Brasil conta com um quantitativo de 8,4 milhões de cabeças de cabras, sendo que deste quantitativo, 93% estariam concentrados na Região Nordeste; ao passo que, 2,4% estão presentes no Sudeste e o restante está distribuído entre as regiões Sul, Norte e Centro-Oeste.

No quesito criação de cabras (ou caprinocultura de corte) existem dois sistemas de criação, são eles o intensivo e o extensivo. No regime intensivo, as cabras são criadas em regime praticamente confinado nos alojamentos, no entanto, tem acesso a uma pequena área de pastagem. No caso do regime extensivo, a criação ocorre livremente pelo pasto (o qual, obviamente, possui uma área delimitada). Neste contexto, um questionamento seria cabível: onde as cabras dormem? Dúvida que será respondida ao longo deste artigo, o qual também vai trazer outras informações importantes sobre estes animais, incluindo qual seu ciclo de vida.

Venha conosco e boa leitura.

Características Gerais das Cabras Domésticas

Cabras Domésticas
Cabras Domésticas

Embora a terminologia “cabra” seja utilizada na maioria das vezes para referir-se ao animal de modo geral (independentemente de gênero), é importante ter em mente que este termo é específico para fêmeas adultas, de modo que os machos adultos possam ser chamados de bodes.

Todos os bodes possuem barbicha e chifres, sendo que estas últimas estruturas podem estar presentes também em algumas raças da cabra doméstica. Em relação às raças, entre elas há diferenças em relação á coloração da pelagem, bem como dimensões corporais. Existem raças especializadas na produção de leite em larga escala (conhecidas como raças leiteiras), bem como raças especializadas no fornecimento de carne de qualidade e até mesmo as raças conhecidas como de “dupla-aptidão”, uma vez que podem executar as duas funções com excelência.

Cabras e bodes possuem pelagem lisa e curta. Em algumas raças é possível encontrar uma pelagem mais áspera, já em outras, a textura do pelo é tão macia que possibilita o aproveitamento para confecção de certas roupas.

Algumas das diferenças mais marcantes entre cabras e ovelhas são a densidade e formato dos pelos, os quais são visivelmente maios volumosos e ondulados no caso das ovelhas. Outro fator a considerar é que nenhuma das ovelhas apresenta chifres, sendo tal estrutura característica exclusiva dos carneiros (‘ovelhas’ do sexo masculino). O chifre dos carneiros também é bastante diferente do chifre dos bodes, uma vez que apresenta formato de caracol.

Os cabritos podem apresentar certas semelhanças em relação aos cordeiros (ou seja, filhotes de ovelha), no entanto, apresentam cabeça mais alongada, assim como orelhas caídas e maiores. Os cordeiros possuem orelhas pequenas e cabeça mais arredonda; outra diferenciação relevante é a presença do corpo mais robusto.

Na natureza, os cabritos permanecem na presença da mãe por até 6 meses; todavia, quando são criados em cativeiro, esse tempo de permanência diminui para 3 meses, dos quais 20 dias são em aleitamento exclusivo.

Poucos têm conhecimento sobre isso, mas as cabras possuem a capacidade de escalarem árvores. Convém lembrar que o equilíbrio é uma característica marcante entre as formas selvagens também, uma vez que é possível ver estes animais locomovendo-se em terrenos incrivelmente íngremes. O hábitat natural das formas selvagens são as montanhas temperadas.

Onde as Cabras Dormem e Qual o Ciclo de Vida das Cabras ?

Independentemente das cabras serem criadas de em um sistema intensivo ou extensivo (ou seja, com presença ou ‘ausência’ de pasto), é importante que possuam um abrigo no qual possam se recolher à noite para dormirem protegidas contra chuva e correntes de ar. Desta forma, em cativeiro, as cabras dormem nos abrigos, e deitadas geralmente sobre certo punhado de grama.

Em relação ao ciclo de vida das cabras, estes animais possuem uma expectativa de vida estimada entre 15 a 18 anos, a qual pode variar em algumas literaturas para a média mais abrangente de 12 a 22 anos. As cabras possuem uma gestação com duração aproximada entre 150 a 170 dias, da qual nasce apenas um filhote.

Adentrando um pouco mais os aspectos reprodutivos, as cabras possuem um ciclo estral com média de 21 dias, mas que pode variar entre 17 a 24 dias.  No entanto, o estro em si (vulgarmente conhecido como “cio”) possui duração média de 24 a 48 horas. Alimentação inadequada, assim como presença de doenças, pode implicar em ausência de estro. O estro também é ausente durante períodos como a lactação, puerpério e prenhez.

Algumas Considerações Sobre a Criação de Cabras

Criação de Cabras
Criação de Cabras

As pastagens constituem a forma mais econômica para alimentar as cabras. No entanto, o plantio e manejo destas pastagens demandam técnicas adequadas, assim como a escolha de leguminosas e gramíneas que se adaptem com eficácia ao clima do local.

Mesmo que na forma selvagem, estes animais sejam encontrados em hábitats temperados, na forma doméstica, são adaptados a uma série de ambientes (podendo ser encontrados tanto em desertos quanto em regiões com nevasca).

Apesar de algumas recomendações importantes, as cabras são consideradas animais rústicos que não demandam grandes cuidados. Há modelos de criação de cabras que cabem em todos os bolsos, desde modelos de agropecuária até agricultura familiar.

Produtos Comerciais da Cabra

O leite de cabra, embora não seja tão popular, possui excelente digestabilidade e grande aceitação por quase todas as espécies de mamíferos. Este tipo de leite é o indicado para aqueles que manifestam alergia à caseína (proteína encontrada no leite de vaca). A partir deste leite em particular podem ser produzidos os queijos do tipo Feta e Rocamadour.

O couro de cabra já foi muito popular na Idade Média, sendo utilizado para confecção de bolsas de água e vinho (utilizadas durante as viagens); bem como para confecção de tecidos para realização da escrita. Este couro ainda possui utilidade comercial na atualidade, sendo utilizado para produção de sapatos, luvas e outros acessórios.

A carne de cabrito, em especial, possui grande procura dentro dos Estados Unidos, Europa e Ásia- graças ao sabor suave, bem como à pequena concentração de colesterol e calorias.

*

Depois de conhecer um pouco mais sobre as cabras, suas características e outras peculiaridades, que tal continuar por aqui para visitar também outros artigos do site ?

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Cabanha Invernada. Ciclo estral e Estro. Disponível em: < http://www.cabanhainvernada.com.br/index.php?option=content&task=view&id=107&Itemid=0>;

Casa da ovelha. Você sabe a diferença entre cabra e ovelha ? Disponível em: < https://www.casadaovelha.com.br/blog/voce-sabe-a-diferenca-entre-cabra-e-ovelha>;

MATHIAS, J. Globo Rural. Como criar cabras. Disponível em: < https://revistagloborural.globo.com/vida-na-fazenda/como-criar/noticia/2013/12 /como-criar-cabras.html>;

Revista Agropecuária. Caprinocultura de corte: sistema extensivo e intensivo. Disponível em: < http://www.revistaagropecuaria.com.br/2015/08/10/caprinocultura-de-corte-sistema-extensivo-e-intensivo/>;

Semear Internacional. Manejo de caprinos. Disponível em: < http://portalsemear.org.br/boaspraticas/manejo-de-caprinos/>;

Veja também

Lebre na Natureza

Tudo Sobre a Lebre : Características, Nome Cientifico e Fotos

Hoje vamos trazer mais um animal incrível e cheio de curiosidades super interessantes para os …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.