Home / Animais / O Que Fazer Quando seu Cachorro Está Com Muito Calor?

O Que Fazer Quando seu Cachorro Está Com Muito Calor?

Melhor amigo do homem. Essa é a descrição dada por cachorros ao longo dos anos. Isso porque realmente, desde antiguidade o cachorro é um dos principais companheiros de famílias, exploradores, caçadores entre outros. Cães são responsáveis por uma casa mais alegre, por rotinas diversificadas, boas risadas e momentos marcantes. Além de algumas raças garantir proteção, cuidado e defesa.

Em época de muito calor, nós humanos já ficamos mais irritados, mais estressados e muitas vezes até mais fracos.
Sempre procuramos algum lugar mais fresco, ventiladores, ar-condicionado e nos hidratamos com mais frequência. Esses mesmos cuidados não podem ser esquecidos quando se tratam de cachorros.

Para eles, a situação é ainda pior porque diferente de nós, o seu corpo não se resfria com tanta facilidade. Portanto, tome algumas medidas em temperaturas muito altas. Veja:

Cachorro Com Calor: Água Fresca

Mantenha sempre a água Fresca. Se mantiver a mesma água por mais um dia, ela ficará na temperatura ambiente, não estará fria e poderá ficar com sujeiras e baba do próprio cão. Por isso, ao menos três vezes por dia, troque a água do seu cachorro em tempo de temperaturas muito quentes.

É uma boa ideia também, colocar algumas pedras de gelo no recipiente da água. Isso manterá ela gelada por mais tempo e alguns cães adoram triturar gelo!

Cachorro Com Calor Tomando Água Fresca

Uma ótima ideia também é providenciar uma pequena piscina para que seu cão possa se refrescar durante os dias de sol. Coloque em uma área ensolarada no início do dia e permita que ele fique até o meio da tarde. Retire antes do por do sol para que ele tenha tempo de se secar.

Passeios Com Cachorros no Calor

Se for sair para passear, sinta a temperatura do chão antes de colocar as patinhas do seu cachorro no asfalto ou no cimento quente. Nós usamos sapatos, porém os cães ficam em contato direto com o solo, isso pode queimar e causar ferimentos e muita dor nas patinhas.

Portanto, nessas situações, opte por sair quando o clima estiver ameno ou de noite. Quando estiver mais refrescante e o solo estiver mais frio.

Nesses passeios, também providencie água fresca e gelada. Ele sentirá sede e essa opção é muito refrescante. É muito importante também para que ele se mantenha hidratado. É muito comum que nessas épocas os cães se sintam fatigados por negligência dos donos.

Ande também com um protetor solar, é importante aplicar nas áreas mais sensíveis do cachorro.

Cuidados Gerais Com Cães

Existem alguns cuidados universais com qualquer cão de qualquer raça. Entre eles estão:

  • Identificação: Uma placa de identificação com o seu nome e telefone. Independente da situação, seu cachorro pode fugir ou se perder. Uma placa de identificação é muito eficaz caso alguém encontre o seu cachorro, pois rapidamente ele poderá ser devolvido.
  • Saúde: Leve com frequência o seu com veterinário além disso mantenha as vacinas e cuidados em dia. A higiene também é muito importante para a saúde do cachorro. Esteja atento aos comportamentos. pois eles dizem muito sobre a saúde assim como a pelugem, e os dentes.
  • Tempo: Seu cachorro precisa da sua atenção. Para isso é que ele vive com você. Assim como você optou pela companhia de um cachorro ele precisa da sua companhia, por isso, reserve um tempo para caminhadas, brincadeiras e treinamentos. Isso pode tranquilizar o cão, gastar a energia dele além de fazer muito bem para a saúde mental.
  • Nutrição: É o básico, porém é bom saber como se deve proceder. Não se trata somente de deixar comida disponível para seu cachorro. Ela deve ser dosada e regrada. A quantidade, as vezes que ele se alimentara e o tipo de reação podem variar de acordo com a idade e com a raça do seu cachorro. Não opte por opções baratas simplesmente pela economia, o cão precisa gostar da alimentação dele, e se essa for a opção mais cara desembolse o necessário.
  • Higiene: A negligência da higiene vai levar a problemas de saúde muito rápido. Por isso, frequentemente cuide da higiene do seu Pet.

Dar banho, escovar os dentes, escovar os pelos, cortar unhas limpar as orelhas, tosar os pelos. Tudo isso tornará a vida do seu cão mais tranquila e prevenirá doenças.
Muitas vezes, é no banho que se descobre manchas, carrapatos, pulgas ou feridas.
Além da higiene do seu próprio pet, higienize constantemente o local onde ele fica e onde deixa seus dejetos. Muita sujeira poderá facilmente atrair bactérias e afetar a saúde do cão.

Tempos Frios: o que Fazer?

Lembre-se que tudo o que você sente o seu cachorro também sente. A diferença é que ele não te fala, mas se comunica de outras formas. Atente-se a comunicação de seu cachorro.
Em tempos de baixas temperaturas, muitas raças podem não ter a proteção térmica que outras tem. Por isso, os donos devem providenciar agasalhos e cobertura para que não sintam frio.

Uma das primeiras medidas é, quando estiver chegando o inverno ou uma frente fria, suspenda as tosas periódicas do seu cão. Permita que o pelo cresça e forme uma camada protetora contra as baixas temperaturas e ventos gelados.

Há também agasalhos específicos para cães, encontre um que seja a cara do seu pet e o proteja.

Nas aventuras que seu cão faz sozinho ele pode facilmente se molhar. Sempre verifique se seu pelo não está molhado pois frio e água não combinam para eles e pode rapidamente se tornar um caso de hipotermia.
Eles, assim como nós, tendem a comer mais durante o frio, para repor energias. É bom aumentar as doses de comida, porém não exagere para que ele não fique obeso.

Também cuidando do peso do seu cachorro, reserve um tempo para atividades físicas, mesmo que ele não queira sair para passear, encontre um espaço onde seja possível que ele passeie e gaste energia.
Se seu cachorro estiver tremendo, muito parado e encolhido ou cavado um buraco em temperaturas muito frias, rapidamente o proteja e o coloque em um lugar mais quente, pois esses são sintomas de hipotermia canina.

Veja também

Terrário para Jibóia Onde Encontrar? Qual o Tamanho Ideal?

A jibóia (nome científico Boa constritor) está entre os reptéis de estimação mais queridos. Mesmo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *