Home / Animais / O Que Dar Para Cachorro Envenenado? Remédio Caseiro

O Que Dar Para Cachorro Envenenado? Remédio Caseiro

Infelizmente é muito comum que ocorram casos de envenenamento de cães domésticos, seja por qualquer motivo que seja. Porém, em muitos casos, a morte do animal pode ser evitada. De que forma? Explicaremos isso agora.

Principais Causas De Envenenamento Canino

Um dos principais motivos de intoxicação que cachorros domésticos sofrem é justamente por encontrarem objetos potencialmente perigosos, e que deveriam ficar longe do seu alcance. Tais objetos devem ser guardados dentro de armários com chave, ou em estantes altas. Esses objetos pode ser desde produtos de limpeza, a qualquer outra coisa.

Também é importante evitar que o cachorro coma algo da rua, sem que se saiba a procedência. Deixar que ele beba água da piscina, ou que nade nela quando estiver em tratamento com produtos químicos, como, o cloro, nem pensar. Quando for usar pesticidas em jardins também, é recomendável que o animal só tenha contato com as plantas quando o produto tiver secado.

As três formas mais comuns de envenenamento canino são cutânea (quando o veneno entra em contato com a pele), respiratória (quando o produto é inalado pelas vias respiratórias) e oral (quando o animal ingere o veneno em questão). Inclusive, os produtos tóxicos que mais causam acidentes com cães são medicamentos para humanos, inseticidas, pesticidas, tintas e baterias de automóveis, produtos de limpeza, entre tantos outros.

Há ainda a possibilidade do cachorro sofrer uma reação alérgica, ou mesmo ser intoxicado por meio de plantas, e até mesmo insetos e outros animais peçonhentos.

Quais Os Principais Sintomas De Envenenamento Nos Cães?

É importante sempre ficar de olho no cachorro em casa, pois sintomas de intoxicação tanto podem surgir imediatamente após o contanto com algum veneno, quanto podem aparecer muito tempo depois. Tudo vai variar bastante de acordo com a substância.

Porém, alguns sintomas podem ser considerados comuns em casos assim. Como exemplos, podemos citar:

  • vômitos e diarreias
  • dor acompanhada de gemidos
  • tosse e espirros
  • pupilas dilatadas
  • tremores
  • nervosismo

entre tantos outros.

Na verdade, toda e qualquer mudança de comportamento e fora do padrão do animal pode ser um sintoma de envenenamento, e o mais indicado é se dirigir imediatamente a urgências veterinárias da região.

Quais Os Primeiros Socorros Necessários?

Como já indicamos acima, o primeiro ato a ser fazer em caso de suspeita de envenenamento ou intoxicação é ligar imediatamente ou se dirigir a uma emergência veterinária, ou um profissional de confiança. Porém, existem alguns procedimentos que podem facilitar até que o animal chegue nesses lugares.

É preciso informar o veterinário em questão de todos os indícios de envenenamento que estão acontecendo com o animal naquele momento. Esses indícios podem incluir estado do cão, sintomas e os possíveis venenos que ocasionaram aquela situação. O importante é agir com calma, mas também, com rapidez.

Em caso do animal estar muito fraco, quase desmaiando, e se você souber que o envenenamento foi aconteceu por inalação, a primeira medida é levá-lo a um local aberto e ventilado. Precisa ser também um ambiente iluminado, até para que você possa observar melhor os sintomas.

Depois é retirar o veneno por perto, especialmente se tiver outros animais de estimação na casa, ou mesmo crianças pequenas. Caso seja possível, o ideal é guardar uma amostra da substância para mostrar ao veterinário, e facilitar o diagnóstico. Inclusive, se der para identificar o veneno logo de cara, melhor, pois essa informação será bem importante depois.

Primeiros Socorros
Primeiros Socorros

Por telefone, o veterinário irá indicar quais os primeiros socorros a depender do veneno informado. Em geral, alguns procedimentos são de praxe, como induzir o animal ao vômito, mas somente se ele não estiver inconsciente ou desmaiado, ou mesmo se o veneno em questão for corrosivo.

No entanto, se a substância tóxica em questão tiver sido ingerida umas 2 ou 3 horas atrás, a indução ao vômito será meio que inútil, já que a digestão estará muito avançada.

Mais Detalhes Sobre Esses Primeiros Socorros

Uma das coisas mais importantes quando se está socorrendo um cachorro com sintomas de envenenamento é evitar dar certas ~coisas a ele, como água, comida de qualquer tipo, leite, óleo, entre outras coisas. É preciso, em primeiro lugar, ter certeza de que tipo de veneno estamos falando, e esperar as indicações do veterinário.

E, mesmo que o animal tenha conseguido vomitar, muito provavelmente, parte da substância tóxica pode ter ficado no organismo, tendo sido absorvida pelo intestino. Para reduzir ao máximo a absorção do veneno, o mais recomendável é usar carvão ativado. Por isso, é sempre bom ter esse produto sempre à disposição.

Se a contaminação ocorre por via tópica ou cutânea, é importante saber que tipo de substância foi. Caso tenha sido pó, uma forma de facilitar as coisas é escovar intensamente o pelo do animal para tirar o excesso desse produto. Se for algum tipo de óleo, um banho com água morna pode retirar com mais facilidade essa substância.

Em se a intoxicação tenha acontecido nas regiões das mucosas ou dos olhos, o mais recomendável é lavar essas zonas com águas em abundância. Em caso ainda do cão estar acordado e menos atordoado, dar a ele um pouco de água fresca de acordo com que o veterinário disser pode melhorar a situação. A água ajuda a diminuir o impacto do envenenamento sobre os órgãos na maioria das vezes.

Existe Algum Bom Remédio Caseiro Para Essas Situações?

Remédio Caseiro Para o Cão
Remédio Caseiro Para o Cão

Na verdade, não é recomendável dar nenhum tipo de remédio caseiro a cães que tenham sido envenenados ou intoxicados. Isso porque vários produtos podem até mesmo potencializar o efeito do envenenamento, até mesmo porque cães e humanos são diferentes quanto ao uso de remédios, em especial, no que diz respeito à posologia.

O Que Isso Quer Dizer?

Que, sim, um remédio caseiro qualquer até pode ajudar, mas também pode complicar bastante. E a diferença estará em apenas alguns poucos miligramas ministrados. Ou seja, o recomendação é evitar remédios caseiros em casos assim. No máximo, o uso de carvão ativado, e um pouco de água fresca. Só.

Assim, você terá grandes chances de salvar o seu cão de estimação em caso de envenenamento ou de intoxicação.

Veja também

Ficha Técnica do Pica-Pau: Peso, Altura, Tamanho e Imagens

Os pica-paus são aves cuja nomeação deriva de uma prática comum: o ato de tamborilar, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *