Home / Animais / Mosca-Doméstica-Menor: Características, Como Evitar e Fotos

Mosca-Doméstica-Menor: Características, Como Evitar e Fotos

Quando falamos em moscas, as mais conhecidas são as moscas-domésticas. O nome mosca-doméstica refere-se à espécie conhecida cientificamente como Musca domestica, pertencente à família Muscidae. Se considerarmos domésticas, as espécies que ocasionalmente entram nas residências, podemos classificar neste grupo a Mosca-dos-estábulos (Stomoxys calcitrans), a Mosca-das-latrinas (Fannia scalaris) e por fim, a Mosca-doméstica-menor (Fannia canicularis). Mas o que difere a mosca-doméstica-menor das moscas-domésticas?

Mosca-Doméstica-Menor

Características

A mosca-doméstica-menor ou pequena-mosca-doméstica, é bastante parecida com a mosca-doméstica comum, porém, é um pouco menor e mais fina, medindo cerca de 4 a 6 mm. É conhecida por seu hábito de entrar em ambientes, sobrevoando em padrões irregulares de maneira lenta. 

Tem a cor preta acinzentada, com três faixas pretas difusas dispostas longitudinalmente na parte de trás do tórax. As antenas são semelhantes às da mosca-doméstica comum, mas a base é fina e coberta por pelos. Seus olhos são predominantemente vermelhos.

Características da Mosca-Doméstica
Características da Mosca-Doméstica

Como todas as outras moscas que não necessitam de sangue, suas peças bucais são do tipo esponja-sucção (Labelos) e, também, podem causar uma gama de doenças devido ao processo de sua alimentação. Mas como evitar a propagação da mosca-doméstica-menor no ambiente?

Malefícios e Tratamento

Pesquisadores afirmam que moscas são extremamente sujas e bastante propensas a espalhar germes, e com a mosca-doméstica-menor, não é diferente. O motivo? É que seu habitat e sua alimentação são  em ambientes com materiais orgânicos em decomposição (tanto animais quanto vegetais), lixos em geral e fezes.

Caso um ser humano tenha contato direto com as moscas, as bactérias e vírus presentes no corpo desses insetos – e por consequência, também nos ovos e nas larvas geradas por eles-, podem transmitir uma série de doenças, como cólera, a disenteria, a febre tifoide, e por fim, a Miíase. 

Nesta última doença em específico, caso haja a deglutição acidental de alimentos infectados, as larvas podem se hospedar no intestino ou cólon, devorar os tecidos destes órgãos, causando lesões e até infecções. Em relação aos sintomas, a pessoa poderá sentir dores abdominais, obstrução intestinal (prisão de ventre) e febre. Caso não seja tratada de forma correta, pode levar à morte. 

O mais importante a fazer em primeiro lugar, é procurar um médico. Este profissional provavelmente irá receitar alguns vermífugos para expulsar as larvas e/ou ovos que já possam ter eclodido. Portanto, não existe “regra dos 3 segundos”! Se uma mosca pousa em sua comida, não continue comendo.

Como Evitar?

Para prevenir o surgimento indesejado de mosca-doméstica-menor e as suas consequências, deve-se ter alguns cuidados como:

  • Manter a higiene e limpeza do ambiente;
  • Retirar o lixo regularmente;
  • Evitar o acúmulo de restos de comida;
  • Rastrear ambientes favoráveis para a proliferação deste insetos e limpá-los;
  • Ao comprar alimentos, se atentar à limpeza dos estabelecimentos onde são vendidos
Limpeza no Ambiente de Alimentação
Limpeza no Ambiente de Alimentação

Para além de seus malefícios, quais são as outras características das moscas? Como estes insetos são formados?

Características Gerais das Moscas

As Moscas, são insetos que fazem parte da subordem Brachycera, que por sua vez, são parte da ordem Diptera (do grego: Di = duas; ptera = asas), ou seja, animais que possuem um par de asas. Além das espécies domésticas, podemos citar a Mosca-varejeira, a Mosca-de-fruta, a Mosca-da-carne, a Mosca-de-banheiro (ou filtro), a Mosca-de-enxame, a Mosca-de-areia, dentre outras.

Estes insetos possuem hábitos diurnos e são atraídos por locais quentes e alimentos expostos. Ao pousarem, deixam manchas escuras e claras que podem ser restos de excrementos ou da própria saliva. Como todo artrópode, o corpo da mosca não é diferente, possui três partes principais: cabeça, tórax e abdome. 

Cabeça

Ela possui dois olhos que ocupam a maior parte da cabeça, formados por aproximadamente 4000 omatídeos – nome dado às unidades que formam os olhos de todos os artrópodes -, que dão a esses insetos uma visão de praticamente 360 graus. 

Cabeça da Mosca Doméstica
Cabeça da Mosca Doméstica

Possuem uma grande quantidade de estruturas sensoriais espalhadas pelo corpo, incluindo as antenas, que permitem a elas perceberem mudanças ou movimentos mínimos no ar. Estes artifícios servem como alerta para a chegada de um possível predador ou inimigo. 

Em geral, as moscas como as domésticas, ao se alimentar de sólidos através dos labelos, gotejam saliva sobre a comida para liquefazê-la e assim, sugá-la. Normalmente consomem fezes, secreções, sangue animal (no caso de espécies onde o labelo tenha serrilhas), vegetais em decomposição, açúcar, dentre outros. 

Tórax

Os músculos da mosca inserem-se na parede interna do tórax com 3 linhas longitudinais, onde estão acopladas as seis pernas e as asas do inseto.

Tórax da Mosca Doméstica
Tórax da Mosca Doméstica

No final de cada perna estão duas unhas, sobre as quais há uma espécie de almofada adesiva, que permite ao inseto andar em qualquer superfície. Essa parte adesiva contém pelos, motivo que torna a mosca uma propagadora de doenças em potencial.

Abdome

Esta região é o centro das funções viscerais, reprodutivas e dos movimentos respiratórios do inseto. A mosca respira através de orifícios de ar, chamados espiráculos, situados na lateral de seu corpo.

Abdome da Mosca Doméstica
Abdome da Mosca Doméstica

Este circula dos orifícios para dentro de tubos, transportando oxigênio. 

Peso da Mosca

Devido à relação com o MMA – já que Peso-Mosca é uma das modalidades do esporte -, o peso de uma mosca é uma pergunta frequente. Pensando em acabar com esta dúvida, que Manfred Fuchs, professor de entomologia da Universidade de Frankfurt, resolveu pesar no entorno de 50 a 100 moscas da espécie Mosca-doméstica. Para que não houvesse variação no peso, os insetos foram mortos com inseticida e o professor chegou ao resultado de 1 mg.

Peso da Mosca-Doméstica
Peso da Mosca-Doméstica

Para tirar a experiência do professor Fuchs a limpo, a equipe da Revista O Guia dos Curiosos requisitou a ajuda da equipe de Octavio Nakano, professor de entomologia da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ), de Piracicaba (SP). Na experiência, os cientistas realizaram a pesagem de dez moscas vivas. A equipe de estudiosos chegou ao peso total de 10 mg para casa inseto. Apesar disso, o valor não tem uma precisão correta, pois o peso varia de acordo a idade e sexo ou se ingeriram alimento.

Tamanho ou Altura de uma Mosca

As moscas variam de tamanho de acordo com suas espécies. As espécies maiores como a Mosca-dos-estábulos e a Mosca-varejeira, medem 18 a 25 mm de comprimento. Porém, a espécie Típula, pode chegar a 75 mm, se adicionarmos as asas deste inseto. Espécies médias como a própria Mosca-doméstica e a Mosca-da-carne medem de 6 a 14 mm.

Tamanho da Mosca-Doméstica
Tamanho da Mosca-Doméstica

As espécies pequenas como a Mosca-de-banheiro e a Mosca-de-fruta têm de 2 a 5 mm de comprimento. Espécies como a Mosca-branca podem chegar a 1,5 mm. 

Reprodução das Moscas

A reprodução das moscas é sexuada e, normalmente, é realizada em meio ao alimento. Têm aproximadamente 30 dias de vida, divididos entre 4 fases de metamorfose:  ovo (por isso são ovíparas), larva, pupa e adulto. A fêmea põe de 100 a 150 ovos brancos, com cerca de um milímetro de comprimento. De cada ovo nasce uma larva, semelhante a um verme. Após cinco a seis dias, sua aparência se torna fina e castanha.

Reprodução das Moscas
Reprodução das Moscas

Neste estágio da metamorfose as larvas se tornam pupas, o que correspondente ao situação das borboletas em um casulo. Após cinco ou seis dias, a pupa eclode de sua casca protetora, transformando-se em uma mosca adulta. Cerca de dez dias depois de se tornarem adultas, as moscas fêmeas são fecundadas, começando outra geração de insetos.

Algumas moscas guardam os ovos no interior do abdome e depositam larvas vivas. Outras mantêm as crias no abdome até o estado de pupa. E, pasmem, existem moscas que produzem larvas enquanto ainda são larvas!

Curiosidade das Moscas

Apesar de serem conhecidas por causarem inúmeras patologias aos humanos, as moscas também trazem consigo diversos benefícios. Algumas delas são utilizadas para experimentos na área de genética. Podem servir como agentes de controle biológico de plantas daninhas e insetos praga. Além disso, muitas espécies de mosca tem um papel fundamental para a polinização. 

Moscas em Processos Criminais
Moscas em Processos Criminais

Moscas também podem auxiliar agentes forenses na análise de casos criminais, na chamada Entomologia Forense (estudo da biologia de insetos e outros animais na coleta de pistas para processos criminais). É possível, por exemplo, calcular o tempo em que larvas estavam no cadáver, para descobrir a data de um assassinato.

Veja também

Cores do Basset Hound: Preto, Branco e Marrom com Fotos

Raça originária na França, o Basset Hound é conhecido pelas suas orelhas grandes e caídas; …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *