Home / Animais / Morcego-de-Franja: Características, Fotos e Nome Científico

Morcego-de-Franja: Características, Fotos e Nome Científico

A noite como um manto negro cobre a paisagem, anunciando que o sol já se escondeu no horizonte, é nesse cenário que vários animais iniciam sua jornada de trabalho e saem de suas tocas e ninhos para buscar o pão de cada dia.  O manto negro é o momento oportuno e ideal da vida de variedades de espécies  animais, que acabaram desenvolvendo aptidões especiais como: visão perfeita, audição sensível, olfato apurado, entre outros.

Cada espécie de animal desenvolveu a sua aptidão especial, que os destaca em meio ao todo. Essas características foram evoluindo ao longo de sucessivas gerações, ou seja, as espécies animais foram se adaptando ao manto negro até conseguirem tais características, num processo chamado seleção natural. Algumas dessas habilidades são usadas para capturar as vítimas, enquanto outras surgiram para que os animais pudessem se defender.

O morcego talvez seja um dos animais que mais evoluíram nestas características, neste artigo vamos conhecer uma das muitas espécies deste animal sinistro:

O Morcego-de-Franja, também conhecido como morcego-de-Natterere é uma espécie de porte médio e seu nome científico é Myotis nattereri. Pode ser o único representante do complexo de espécies, vive em florestas (faia e carvalho) em todas as altitudes e corpos d’água, é considerado um morcego catador, alimentando-se de vários invertebrados, incluindo aranhas e lagartas

Morcego-de-Franja: Características, Fotos e Nome Científico

Suas presas incluem também mariposas, moscas e aranhas. O morcego-de-franja tem ótima manobrabilidade em baixas velocidades e tende a voar a alturas abaixo de cinco metros, parece usar uma combinação de estilos de caça, incluindo a retirada por aterrissagem e a captura de presas em voo ou perto de superfícies, provavelmente caça em ambientes desordenados próximos ao substrato.

O tamanho médio dos morcegos-de-franja fica entre 24,5 a 30 cm de envergadura. Sua pele é longa e macia com pelo fofo, de comprimento curto/médio, com a base cinzenta-escura. É castanho-claro no dorso e muito branco no ventre. Tem o focinho vermelho-rosado, as membranas alares e as orelhas peladas. As orelhas são longas e estreitas com uma curva retrograda distinta, ultrapassando a ponta do nariz quando dobradas para a frente, com tragus proeminente.

Tragus é uma projeção cartilaginosa macia que se estende em frente à abertura externa da orelha. Nos morcegos, pensa-se que ajuda na localização da presa, gerando muitos ecos, mas a maneira precisa em que isso funciona é desconhecida. Uma característica desta espécie é a linha de pelos rígidos ao longo da borda da membrana da cauda.

Morcego-de-Franja: Características, Fotos e Nome Científico

Reprodução

O acasalamento tende a ocorrer no final do verão e no outono, quando grandes enxames se formam em locais subterrâneos. Colônias de maternidade de sexo misto se formam entre maio e setembro; até 25 por cento dos morcegos em um ninho de berçário pode ser do sexo masculino. No final de junho um único jovem é produzido, que é alimentado com leite por até cerca de seis semanas após o nascimento, e deixado em uma ‘creche’ quando a mãe sai para caçar. Os morcegos jovens podem voar três semanas após o nascimento e serão desmamados e independentes após seis meses.

Morcego-de-Franja - Filhote
Morcego-de-Franja – Filhote

Morcego-de-Franja: Características, Fotos e Nome Científico

Habitat

Difundido em grande parte da Europa, o morcego-de-franja é encontrado em toda a maioria das Ilhas Britânicas, no norte, até a Great Glen Fault, na Escócia, mas é escasso na maior parte deste intervalo. Encontrado na floresta e no pasto, o morcego-de-franja habita em antigas construções de pedra, árvores ocas, tijolos vazios, prédios abandonados e caixas de morcegos no verão. Eles hibernam no inverno e usam principalmente locais subterrâneos, como cavernas, adegas, fendas rochosas e minas para esse fim. Eles se alimentam em florestas abertas, ao longo de cercas vivas e vegetação à beira da água e em parques.

Além dos morcegos-de-franja outras espécies de morcegos compartilham com os hábitos de se ocultarem no escuro de cavernas, o ano todo, formando colônias de muitos indivíduos, como o de Myotis escalerai. Hábitos tão fortes de se ocultarem nas cavernas marcam um contraste ecológico significativo com a espécie Myotis crypticus sp. Nov., que prefere se esconder em buracos nas árvores durante o verão.

Morcego-de-Franja: Características, Fotos e Nome Científico

Comportamento

Uma estratégia de sobrevivência no inverno característico de alguns mamíferos em que a taxa metabólica de um animal diminui e um estado de sono profundo é atingido. Enquanto hibernando, os animais sobrevivem com reservas armazenadas de gordura que acumularam no verão. Nos insetos, o termo correto para a hibernação é ‘diapausa’, uma pausa temporária no desenvolvimento e crescimento. Qualquer estágio do ciclo de vida (ovos, larvas, pupas ou adultos) pode entrar na diapausa, que é tipicamente associada ao inverno.

Este morcego pode usar sua membrana inter femural para pegar presas e os cabelos franja podem ter uma função sensorial. Tem sido demonstrado que pode pousar no solo para pegar e perseguir invertebrados que estão ativos à noite, e continua a emitir sinais de busca, a fim de localizá-los com precisão.

Morcego-de-Franja na Mão de um Homem
Morcego-de-Franja na Mão de um Homem

Morcego-de-Franja: Características, Fotos e Nome Científico

Conservação

As razões para o declínio dos morcegos-de-franja incluem a perda e degradação do habitat adequado resultante de uma série de fatores, incluindo manejo inadequado e uso de pesticidas, o que pode diminuir a disponibilidade de presas. Muitos morcegos são particularmente suscetíveis a perturbações e a destruição de suas tocas de hibernação provavelmente contribuíram para o declínio.

O morcego-de-franja não recebeu status de prioridade no âmbito do Plano de Ação para a Biodiversidade do Reino Unido. Houve, portanto, pouco monitoramento coordenado e trabalho de conservação direcionado a esta espécie. As medidas sugeridas que devem ser tomadas pra reverter o quadro de declínio populacional incluem recenseamento e mapeamento, com monitoramento cuidadoso das conversões de celeiro, pesquisa detalhada da necessidade de habitat desta espécie, para informar a gestão, promover a restauração e criação de florestas fornecendo conectividade entre locais de enxameação e hibernação.

No Brasil as Leis nº 5.197, de 3 de janeiro de 1967, e nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998,da Vida Selvagem e do Campo, estabelecem que é crime matar, ferir ou aprisionar intencionalmente um morcego, ou danificar, destruir ou obstruir o acesso a abrigos. Muito pouco se sabe sobre esta espécie, que é um dos mais raros morcegos do Mediterrâneo. Como a maioria dos indivíduos identificados foi capturada em ninhos de cavernas, incluindo fêmeas reprodutoras de colônias de viveiros.

Veja também

Lista de Raças de Galinhas Gigantes Com Nome e Fotos

Se referir a galinhas gigantes relativiza muito a interpretação. Há raças que são tão fofas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *