Home / Animais / Morcego-de-Bechstein: Características, Fotos e Nome Científico

Morcego-de-Bechstein: Características, Fotos e Nome Científico

Os morcegos são animais mamíferos, pertencentes a ordem Chiroptera. As características principais deste animal, são: entre os seus dedos existe uma membrana, bem fina, no qual seu comprimento se estende entre as patas e o lado lateral do corpo. Desta forma, as asas são formadas. Diferente das aves, os morcegos não possuem penas, no entanto, são os únicos mamíferos que conseguem voar.

Entre todos os mamíferos já identificados, cerca de 25% são morcegos. Principalmente na região intertropical, esses animais são responsáveis por constituir uma rica fauna. O grupo dos morcegos contém 17 dentro da parte de famílias e 177 dentro da parte de gêneros.

A palavra morcego vem de uma origem arcaica, onde “mur” (do latim mure) que significa “rato” e “cego”, formando “rato cego”.

Nome Científico E Classificação

Agora que o morcego foi bem apresentado, o foco passará a ser do Morcego de Bechstein. Seu nome científico é: Myotis bechsteinii (Kuhl, 1817). Elepertence a uma espécie de porte médio, entre as espécies de gênero Myotis.

Suas características gerais são:

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Mammalia
  • Família: Vespertilionidae
  • Gênero: Myotis
  • Espécie: M. bechsteinii

Características do Morcego de Bechstein e Fotos

Seu corpo mede cerca de 50mm de comprimento, com uma cauda de 43mm e seu peso varia entre 7 e 10g. Quanto ao seu pelo, na parte do dorso, possui uma cor castanho claro, e ele é cinzento no ventre. Suas orelhas e membranas possuem uma cor castanha bastante escura.

O Morcego de Bechstein se diferencia facilmente dos outros morcegos por possuir grandes orelhas, que quando medidas, são mais compridas do que metade do seu antebraço.
Pelos registros, foi possível identificar que a longevidade máxima para esta espécie é de 21 anos.

Os Morcegos de Bechstein estão em sua maioria na Europa Ocidental e Central, e habita florestas centenárias, com espécies arbóreas nativas.

Onde Vivem E O Que Comem

Morcego-de-Bechstein Trepado em uma Árvore
Morcego-de-Bechstein Trepado em uma Árvore

Entre todos os mamíferos, os morcegos são os que possuem a alimentação mais variada. Sangue, peixes, frutas, semente, néctar e pólen, artrópodes e vertebrados (pequenos), entre outros, tudo isso pode fazer parte da alimentação dos morcegos.

Os morcegos de Bechstein, no entanto, se alimentam principalmente de borboletas noturnas, mosquitos e escaravelhos. Suas caças acontecem em zonas florestadas. Para fazer a captura, os Mocergos de Bechstein possuem um voo lento e muito ágil, desta forma, é possível passar bem próximo ao solo, onde eles encontram frequentemente suas presas.

Esses morcegos costumam ficar em florestas de folhosas bem desenvolvidas. Na Europa do Norte e Central essa espécie hiberna em abrigos subterrâneos, como minas e grutas.

Como o Morcego de Bechstein Se Reproduz

Quando um morcego nasce, ele agarra-se à pele da mãe e é transportado, porém por pouco tempo, pois logo ele se torna grande demais e dificulta para a mãe o processo de transportar.

Normalmente, por essa dificuldade de transporte, nasce apenas um morcego. E, além disso, os morcegos formam colônia-berçário, onde na mesma área, há muitas fêmeas dando à luz.

Os Morcegos de Bechstein criam suas colônias normalmente em árvores ocas, durante o inverno, e como uma forma de proteção, costumam migrar e abrigam-se em grutas e minas.

As cópulas ocorrem normalmente entre o Outono e a Primavera, com os nascimentos previstos para ocorrer em Junho.

Devido à baixa taxa de reprodução, é uma espécie considerada frágil.

Ecolocalização e Refúgio

Conhecido como um sexto sentido, os morcegos possuem além dos cinco sentidos que os humanos possuem, a ecolocalização, ou seja, eles se orientam através dos ecos. De forma resumida, esse sentido funciona assim: através de ondas ultrassônicas (frequência maior que 20000 Hz) emitidas pelas narinas ou pela boca, que são inaudíveis para humanos, esses ecos batem em obstáculos no ambiente, sofrem reflexão e voltam também na forma de ecos.

Assim, com base nessa ida e volta das ondas, os morcegos conseguem se localizar e perceber se há obstáculos pelo caminho.

Os Morcegos de Bechstein possuem pulsos semelhantes aos de outros Myotios, e sua frequência possui um componente modulado de amplo espectro (FM) (70-30 Khz) e de curta duração. Até o momento, a identificação desse pulso não é possível através de análises ultrassonográfica.

O Morcego de Bechstein Está Em Extinção?

Em meados de 2013, uma colônia de Morcegos de Bechstein, espécie que está classificada em ameaça de extinção, e que em Portugal fazia mais de dez anos que não era vista, foi encontrada na Tapada da Mafra.

A colônia que foi encontrada, apesar de pequena, tinha mais de oito morcegos na Tapada, o que significa uma ótima notícia, pois na Europa é uma espécie muito rara. Sendo uma espécie rara, é citado frequentemente como visto em Galiza.

De forma geral, espécies que dependem deste tipo de habitat, sofrem grande perigo, pois as matas e florestas nativas, estão sendo cada vez mais, e no mundo inteiro, destruídas.

Com a diminuição das florestas, há uma diminuição não apenas de folhas, mas também de insetos, que é a base principal da alimentação do Morcego de Bechstein. Além da alimentação, por ocorrer uma eliminação de árvores antigas, a disponibilidade de abrigos também diminuem.

Morcego-de-Bechstein Voando no Escuro
Morcego-de-Bechstein Voando no Escuro

Fora os fatores de desmatamento, a poluição resultante da utilização de químicos na agricultura, como pesticidas e inseticidas, também pode diminuir a quantidade de insetos e alimentos.

Alguns objetivos de conservação são:

  • Manter os efetivos populacionais
  • Manter a área de ocupação
  • Recuperar o habitat, assegurando alimentação, reprodução e abrigo.

Como Preservar

Por ser uma espécie com pouquíssimas informações disponíveis, a adoção de medidas protetivas ficam limitadas, sendo assim, é essencial que estudos sejam promovidos, afim de identificar os abrigos, população total e distribuição, sua reprodução, áreas de alimentação mais importantes. E, claro, monitorar a espécie quando abrigos novos forem identificados.

Quando os abrigos forem descobertos, é essencial que os mesmos sejam devidamente protegidos de forma legal.

Além disso, um papel muito grande a ser feito, é informar e sensibilizar o público e as comunidades que possam viver próximas aos Morcegos de Bechstein, para que a espécie seja conservada. Campanhas de sensibilização e educação ambiental para diferentes áreas é essencial.

Veja também

Morcego Frutífero: Características, Fotos E Nome Científico

Os morcegos possuem tantas histórias, mitos e curiosidades, que muitas vezes, fica difícil dizer o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *