Home / Animais / Meu Cachorro Quer Carinho e Atenção o Tempo Todo: E Agora?

Meu Cachorro Quer Carinho e Atenção o Tempo Todo: E Agora?

Todo mundo sabe que os cães gostam de chamar a atenção. Esses animais estão constantemente ao lado de seus donos, seja para carícias, abraços, massagens ou comida. Embora na maioria dos casos, esse comportamento não leve a inconvenientes, ele pode se tornar um problema mais do que sério, se resultar em inveja ou hábitos destrutivos.

Meu Cachorro Quer Carinho E Atenção O Tempo Todo: E Agora?

A melhor solução para o problema (ou a melhor maneira de evitá-lo) é entender por que os cães procuram essa atenção constante. Normalmente, os cães usam maneiras diferentes de atrair nossa atenção, mas, em geral, o que desencadeia comportamentos patológicos são precisamente os excessos de atenção.

Mesmo um ambiente insalubre em que o cão é submetido a uma grande dose de estresse favorece uma solicitação excessiva de atenção ou o desenvolvimento de atitudes incomuns para liberar tensão, excesso de energia ou tédio. As formas mais comuns de patologias devido a essa causa são ansiedade, ciúme e personalidade destrutiva.

Como a comunicação entre cães e humanos nem sempre é tão clara e fácil de interpretar, os primeiros desenvolveram automaticamente uma série de técnicas para atender às suas necessidades básicas (nutrição, abrigo, carinho, etc). Os pedidos de atenção são, portanto, uma resposta evolutiva que a domesticação deu aos cães para garantir sua sobrevivência.

Então, quando essas situações se transformam em patologias? Esse tipo de conduta se torna problemático quando tende a ser reforçado pelos proprietários que, sem querer, acabam recompensando-os e acentuando sua presença nos hábitos do cão.

Um dos exemplos mais comuns é quando, ao voltar para casa, acentuamos a ansiedade que nosso cão sente, acariciando-o com ênfase quando ele nos recebe com entusiasmo. O mesmo acontece com relação aos latidos excessivos. É fácil que, quando um cachorro late muito, o dono o acaricia nas costas e o relaxa. Essa tendência apenas reforça a conduta negativa, pois o cão considerará latir para obter carícias.

Meu Cachorro Quer Carinho E Atenção O Tempo Todo: Como Resolver?

Embora prevenir o comportamento inadequado seja melhor do que corrigi-lo, existem muitas técnicas que você pode usar para eliminar os hábitos inconvenientes que seu cão desenvolveu para chamar sua atenção. Primeiro de tudo, saiba que não é ruim abraçar ou estragar um pouco o seu animal de estimação.

É necessário aprender a entender o que o cão deseja alcançar, se, por exemplo, seu comportamento estiver vinculado a um motivo válido (por exemplo, a presença de um estranho em sua propriedade), será bom recompensá-lo por isso. No entanto, se seu comportamento deriva de algo obscuro, como no caso de ataques de ciúmes ou medo, tome cuidado para não reforçá-los.

Você e seu cão devem entender que há um momento para tudo, seja para brincadeiras, carinhos ou a hora certa de alimentação. Aqui estão algumas recomendações que você pode aplicar:

  • Defina uma programação rigorosa para as refeições do seu cão. Dessa forma, você o acostumará a comer em determinados horários do dia.
  • Não lhe dê comida enquanto estiver na mesa, para que ele se acostume a não te importunar aí.
  • Faça com que ele aprenda a ficar só quando filhote, mas não o abandone por um longo período de tempo no início.
  • Comece indo embora por alguns minutos e aumente gradualmente a duração da sua ausência.
  • Ensine-lhe que não está certo investir contra outros cães ou pessoas, a não ser que haja uma razão pra isso e não determinada por mero ciúme ou falta de disciplina mesmo.
  • Lembre-se de que, na mente de um cão, os castigos podem ser interpretados como uma forma de ganhar atenção e, sendo assim, você reforçará ainda mais os comportamentos negativos. O ideal nestes casos é ignorar o animal, para que ele perceba que não receberá nada.
  • Aprenda a compreender o comportamento do seu animal atentamente, especialmente os sinais de ansiedade (especialmente se ele parar de se alimentar) e à agressão. Se considerar necessário, consulte o conselho de um especialista em comportamento animal ou de um veterinário.

Cuidado Com as Atitudes Indisciplinadas De Seu Cão

Devemos se lembrar que o cachorro é descendente de animais que viviam em bandos. O líder da matilha é quem deve ditar as regras da coexistência social. Agora, quando o cão for incluído em uma família, o líder da matilha será o proprietário, então você terá que estabelecer algumas regras comportamentais.

Sabemos que é muito difícil dizer não aos pedidos de um cachorro, filhote ou cachorro grande, que amolece nosso coração quando ele pede carinho ou quer brincar conosco. É importante ter um relacionamento profundo e alegre com seu animal, mas é igualmente saudável, para ele e para nós, que ele conheça os limites de suas ações.

Em particular, nos referimos a todos esses comportamentos persistentes do nosso cão, que quando ele quer algo faz tudo para obtê-lo e sabe como fazê-lo: olhos lânguidos, gemidos, etc. As atitudes persistentes do cão podem se manifestar em várias áreas: da alimentação ao brincar, passando pelos mimos ou a destruição das coisas.

O cão sempre quer ser o centro das atenções; e fará de tudo aqui e ali para ser sempre mimado. Quando houver estranhos, pulará neles porque querem ser notados. Poderá pedir petiscos e comida além do horário das refeições principais. Ele quer brincar com você insistentemente. E pior, ele pode começar a roubar suas roupas, quebrar coisas, morder objetos da casa, etc.

Em qualquer um desses casos, seu cão fará tudo para conseguir o que ele pede; seguirá você, esfregará contra você, atrairá sua atenção de qualquer maneira, causando danos aos objetos, a fim de satisfazer seu pedido. Apenas desista uma vez, e o cão aprenderá que se comportando dessa maneira, poderá obter o que quiser.

Como Lidar Com Atitudes Persistentes De Cães

Um pouco como nas crianças, você precisa dizer não. E deve ser um não seco, sem demora. Você terá que se mostrar inflexível e confiante. Lembre-se que você é o líder da matilha. Veja a seguir algumas dicas para desencorajar o comportamento persistente de seu cão:

  • Quando ele pede insistentemente alguma coisa, você deve ignorá-lo. Não olhe, não ouça, pelo contrário, tente realizar outra atividade.
  • Se ele pular em você, não retribua de modo algum, mova-se normalmente, como no caso de ele ficar na sua frente ou mesmo “mordiscar” você.
  • Quando ele pedir alguma coisa, ignore. Mas quando ele estiver quieto, você talvez queira brincar com ele ou mima-lo. Isso demonstrará que é sua vontade e não a dele.
  • Você liga para ele e ele vem até você, e não o contrário. Coloque-o no centro das atenções quando quiser e não quando ele o disser.
  • Se ele pedir para você continuar persistentemente, você adotará novamente uma atitude de rejeição. Dessa maneira, de fato, o cão entenderá que ainda pode conseguir o que deseja, mas sem atitudes despóticas ou mimadas, mas simplesmente se comportando bem.
    Atitudes Persistentes De Cães
    Atitudes Persistentes De Cães

O fundamental é não desistir das primeiras dificuldades. Os cães são tenazes e não será fácil convencê-los a adotar um comportamento em vez de outro, especialmente se estiverem acostumados a ter tudo na família de uma só vez. Por outro lado, nós mesmos estamos errados muitas vezes, porque os tratamos quando criança e não podemos negar-lhes o que eles pedem. Então, arme-se com paciência e tempo. Só então você terá um cão sereno e pacífico.

Veja também

Patos e Gansos

Qual é a Diferença entre Pato e Ganso?

Hoje viemos esclarecer mais algumas dúvidas sobre a diferença entre o pato e o ganso, …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.