Home / Animais / Lagartixa-Maravilha: Características, Nome Científico e Fotos

Lagartixa-Maravilha: Características, Nome Científico e Fotos

A lagartixa-maravilha é uma espécie que tem como nome científico Teratoscincus scincus. No artigo de hoje vamos falar um pouco mais sobre ela que habita o continente asiático e possui uma aparência muito diferenciada. Vamos conferir?

Características da Lagartixa-Maravilha

Essa espécie também pode ser popularmente conhecida como lagartixa de sapo, ou lagartixa comum e pertence à família das Sphaerodactylidae. Costumam habitar as regiões áridas da Ásia e possuem adaptações especiais  para suportar a vida quente e seca  do deserto.

A lagartixa-maravilha pode medir mais de 15 centímetros se contarmos também a sua cauda.  A  sua cabeça é pouco mais  larga que a maioria das espécies e os  seus olhos são grandes. Com longos membros ela é um animal bem forte. Além disso, sua cauda é curta e pode se regenerar, enquanto suas patas possuem resistência para se locomover na areai, o que diferencia a lagartixa-maravilha da maior parte das lagartixas, que são mais adaptadas para escalar.

Lagartixa-Maravilha
Lagartixa-Maravilha

A cabeça da espécie possui escama pequenas, enquanto as da cauda e do restante fo corpo são mais amplas. Quando adultas, as lagartixas possuem coloração castanhos claros ou amarelo, além de algumas manchas e listras. Já os filhotes nascem com cores mais vibrantes e essa predomina por todo o corpo.

Habitat Natural e Hábitos da Lagartixa-Maravilha

O habitat natural dessa espécie é o continente asiático e ela pode ser encontrada nos seguntes países: Irã, Afeganistão, Paquistão, China Catar, Kuwait, Omã, Tajiquistão , Emirados Árabes e Cazaquistão. Existem, ainda, duas subespécies de lagartixa maravilha que são encontradas nas regiões do Uzberquistão. O animal tem preferência em viver em regiões semiárida, desertos, planícies e dunas.

A lagartixa-maravilha tem hábitos noturno e costuma se esconder em tocas profundas nas quais é capaz de se manter fresca e hidratada durante o dia. Possui uma dieta variada, que inclui insetos e outros lagartos. Quando atacado na superfície, ela pode emitir som que parece também uma espécie de assobio. Outra atitude defensiva é utilizar a cauda para grandes escaladas.

Quando se sentem ameaçadas adotam uma pose muito interessante: ficam na ponta dos pés, levantam suas costas, abrem a boca e alargam a garganta. Assim, elas costumam atacar as suas presas ameaças que são seguidas de mordidas e ameaças. Outra característica muito interessante da lagartixa- maravilha é que ela solta sua cauda como uma forma de defesa e de distração para os inimigos. A natureza é realmente muito interessante, não é verdade?

Outras Informações Sobre as Lagartixas

As lagartixas têm os Hemidactylus como gênero e possuem origem no continente africano. São amplamente encontradas no Brasil e chegaram ao país ainda no século XVIII quando a escravidão trazia negros da África para o nosso país em grandes navios. Atualmente podem ser encontradas em todas as partes do país.

De forma geral a zona rural concentra uma maior quantidade de lagartixa, mas elas também podem ser facilmente encontradas nas cidades. Com relação à reprodução elas podem colocar apenas dois ovos por ninhada, mas a reprodução acontece diversas vezes durante o ano e de forma contínua.

As lagartixas são mais produtivas durante a noite e podem ser encontradas em locais iluminados.  Fazem parte da sua dieta animais como: aranha, mosquitos, baratas, cupins, gafanhotos, grilos, borboletas e diversas outras espécies de insetos. Elas ficam quietinha e imobilizadas e atacam rapidamente com uma mordida.

As lagartixas são muito importantes para a manutenção do ecossistema, pois controlam as populações de alguns insetos. Assim, caso encontre uma lagartixa comum na sua casa, nada de ficar com medo ou nojo, afinal, elas podem eliminar diversas pragas domésticas. Para ter uma noção da importância desse animal, eles são predadores de mosquitos como o Aedes aegypti,  agente transmissor de doenças como a febre amarela e até mesmo a dengue.

Lagartixa-Maravilha Fotografada de Perto
Lagartixa-Maravilha Fotografada de Perto

Mesmo que aparentemente não representem ameaças para a saúde dos humanos, algumas espécies podem acumular alguns parasitas e causar algumas doenças por meio da salmonela, protozoários e helmintos.

Curiosidades Sobre a Lagartixas

Para encerrar nosso artigo, conheça algumas curiosidades sobre as lagartixas:

  • Elas podem utilizar a camuflagem como uma estratégia para a caça e para se defender. Em muitas ocasiões, as lagartixas ficam da cor do ambiente em que se encontram e acabam confundindo os seus inimigos. Os seus principais predadores são: mamíferos, cobras e algumas aves. Segundo alguns cientistas, a mudança de cor também pode representar uma característica que auxilia nas relações sociais do animal.
  • A mudança na coloração está diretamente ligada aos hormônios do animal. Por meio da captação de luz, as células são acionadas e espalham a coloração por toda a pele.
  • Algumas espécies encontradas na Oceania e na Ásia podem passar meses sem comida e realizando hibernação. Quando a comida é insuficiente, as lagartixas comem a sua própria cauda. Dá para acreditar?
  • Elas podem emitir alguns sons e realizar comunicação por meio deles. Essa é uma característica muito diferenciada, já que não costuma aparecem nos répteis.
  • Para enganar o predador, a lagartixa solta sua cauda e sai correndo rapidamente com a distração do inimigo. Espertinha, não é? Após algumas semanas, uma nova cauda se forma no animal.

Gostou do artigo?  Já conhecia essa espécie de lagartixas e as suas características? Compartilhe nas suas redes sociais! Caso queira nos deixar alguma dúvida, comentário ou sugestão sobre o artigo é só usar nosso espaço de comentários logo abaixo. Aqui no Mundo Ecologia trazemos sempre as melhores informações sobre a natureza! Agradecemos a sua visita e esperamos encontrar você mais vezes por aqui. Até mais!

Veja também

História da Harpia e Origem do Animal

Você já ouviu falar da harpia ? Pois bem, essa ave é o mesmo conhecido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *