Home / Animais / História do Suricato e Origem do Animal

História do Suricato e Origem do Animal

Os suricatos são animais incríveis. Ao conhece-los é comum que as pessoas os achem fofos, atraentes e muito espertos. A convivência ou observação pode constatar esses fatos. Realmente, são animais peculiares e sensacionais. Sua socialização, hábitos, estilo de vida e comportamentos são muito estudados e pesquisados. Alem de tantas coisas especiais sobre esses animais, eles são muito bem representados na cultura popular, o filme Rei Leão (1994) foi palco para um personagem icônico, o Timão.

O filme se passa na selva, onde alguns animais de origem africana são os personagens da trama. O filme Rei Leão conquistou o coração muitos, se tornando um clássico da Disney. Poucos sabiam, mas o personagem Timão representava esse animais interessantíssimo que conheceremos hoje. O Suricato.

Sobre os Suricatos: História e Origem

Os suricatos são animais que tem sua origem na Africa do Sul. Alguns bandos podem ser encontrados em outros países africanos como Angola ou Namíbia.

O nome científico dos suricatos é Suricata Suricatta, eles são animais mamíferos. As características físicas desses animais os tornam facilmente reconhecíveis. Apesar de serem parecidos com outras espécies da mesma família, eles possuem traços peculiares que os tornam diferenciados, ou seja, vendo de longe, é fácil saber se é ou não um suricato.

Um suricato adulto pode chegar a 60 centímetros, incluindo sua cauda. Sem ela, chegam aos 30 centímetros em pé. Sua cauda acompanha o crescimento de seu corpo, ficando praticamente do mesmo tamanho em cumprimento. O peso dos machos pode chegar aos 800g e das fêmeas aos 720g. Eles possuem uma pelugem espessa que os aquece, funciona como uma manta térmica, pronta para proteger contra o frio castigante e contra o sol escaldante. Essa pelugem é acinzentada e possuem algumas listras que funcionam como as digitais são para os humanos, cada suricato possui um padrão específico e nunca se repete.

Eles possuem olhos grandes, um focinho pontudo e uma mancha preta que envolve seus olhos, orelhas pequenas arredondadas. Eles são quadrupedes, suas patas são curtas e sua cauda sempre funciona como um leme para equilíbrio ou como um terceiro apoio quando estão de pé.

Suricata Suricatta
Suricata Suricatta

Um fato interessante, é que apesar de serem quadrupedes eles passam muito tempo sobre duas patas e usando a cauda de apoio. É comum encontra-los de pé e analisando o ambiente em volta deles. Esse comportamento faz com que eles sejam conhecidos por serem grandes vigias e protetores uns dos outros.

Comportamento dos Suricatos

Essa espécie é muito interessante. Eles caçam e praticam seus hábitos durante o dia. Isso os torna animais diurnos. Eles vivem em bandos que podem chegar a mais de 40 indivíduos, com um casal principal sendo composto por um macho alfa e uma fêmea escolhida por ele. Eles descansam durante a noite, mas sempre com um vigia que avisa ao bando caso haja qualquer possibilidade de predadores por perto.

Durante o dia eles caça, e constroem seus túneis. A formação desses túneis são uma das singularidades dos suricatos. São grandes tuneis que funcionam como uma fortaleza contra os perigos. Eles são extremamente sociáveis e essa socialização é muito bem trabalhada. Eles possuem também uma comunicação avançada, utilizam suas mais de 100 vocalizaçōes diferente para conversarem e se alertarem sobre tudo.

Eles se alimentam de pequenos artrópodes que convivem no mesmo habitat. Em sua dieta estão inclusos alguns insetos, escorpiões, cobras, aranhas e até algumas aves. Eles possuem imunidade aos venenos mais perigosos, isso os possibilita que comam alguns animais exóticos. Quando pequenos, comem alimentos mais fáceis, mas quando maiores podem comer ate cobras najas e as piores espécies de escorpiões.

Reprodução e Vida dos Suricatos

Normalmente os suricatos vivem de 8 a 12 anos, quando são criados em cativeiro, podem chegar aos 16 anos. Eles são extremamente protetores, todos os membros da colônia são responsáveis pela segurança e proteção de todos, principalmente dos mais jovens.

Os suricatos atingem a maturidade sexual a partir do primeiro ano de vida, porém não são todos os membros do grupo que tem autorização de copularem com as fêmeas. Somente o macho alfa pode escolher uma fêmea para fecundar, e essa se torna a fêmea principal do bando. Quando outros machos copulam outras fêmeas eles fazem isso escondidos, e caso sejam descobertos, podem ser expulsos do bando.

As suricatas podem ter 3 ou 4 filhotes por ninhada e 4 ninhadas por ano. A possibilidade nem sempre é a realidade, preferem copular em estações mais quentes. Quando nascem os filhotes, eles ficam juntamente com seus pais que os protegem e ensinam, porém, todo o bando toma a mesma responsabilidade de proteção e cuidado.

Esse cuidado os acompanha até atingirem a fase adulta. São ensinados a caçar com métodos cuidadosos e didáticos, muito semelhante a aprendizagem humana. Caso não sejam os machos principais, atinjam a maturidade sexual e copulem sem autorização, eles serão expulsos e podem migrar para outro bando como também podem iniciar sua própria colônia de suricatos.

Curiosidades Sobre os Suricatos

Todas essas informações lidas até aqui já são curiosidades interessantes. Isso porque os suricatos são realmente animais de hábitos diferentes e singulares em relação a outros bandos do reino animal e até da mesma família.

Os suricatos são os únicos animais capazes de reconhecerem a vocalização humana e diferencia-la de outros animais. Isso também faz parte de sua habilidade de diferenciar a diversas vocalizações que possuem entre si para comunicar diferentes coisas em diferentes situações.

Eles podem dividir seus túneis e tocas super desenvolvidos com outros animais da mesma família deles, como esquilos e outros mangustos.

Curiosidades Sobre os Suricatos
Curiosidades Sobre os Suricatos

São animais realmente pequenos, porém são muito espertos. Apesar de terem ameaças eminentes, sabem muito bem como se defender e defender uns aos outros, são ágeis e protetores, isso faz deles ótimos sobreviventes e não apenas presas passivas. Mesmo que uns ou outros sejam apanhados, isso não fere o equilíbrio da espécie, e não os tornam animais em extinção.

Os Suricatos não são tão caçados por humanos mas sofrem com as mudanças climáticas e destruição de habitat assim como todo o reino animal, por isso devemos sempre nos preocupar com as questões ambientais para um bom equilíbrio.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *