Home / Animais / História do Norwich Terrier, Personalidade e Origem da Raça

História do Norwich Terrier, Personalidade e Origem da Raça

Hoje vamos conhecer um pouco mais a fundo da história e da origem do Norwich Terrier, já falamos por aqui a respeito das suas características e do seu comportamento. Sempre bom a gente aprender um pouco mais sobre assuntos que nos interessam, por este motivo fique com a gente até o final para não perder nenhuma informação Importante

História e Origem do Norwich Terrier

Esse cão é nativo do Reino Unido, portanto é um cachorro inglês.

A raça surgiu no ano de 1870 na cidade de Norwich, um criador da época que realizava alguns cruzamentos de cães. Ele através do seu trabalho chegou a um animal de pequeno porte e com uma pelagem vermelha, surgiu depois de um cruzamento com outro terrier muito semelhante, que tinha os pelos com coloração vermelha e preta, foi então que chegamos a estrela de hoje.  No ano de 1914 já não eram mais encontrados cães dessa raça por lá, ele só ressurge depois de outros cruzamentos realizados com demais raças como staffbull, Bull terrier inglês e talvez também com o bedlington terrier.

De acordo com a história, esses animais da raça de terrier eram muito queridos entre os moradores do Reino da Ânglia Oriental, os produtos agrícolas dessa comunidade utilizam os pequenos para ajudar a perseguir as pragas que infestavam suas propriedades, incluindo ratos que invadiam suas lojas e depósitos. Então o Norwich Terrier era certamente escalado para algumas dessas tarefas.

Norwich Terrier
Norwich Terrier

A fama de caçador de ratos acabou se espalhando, por isso alguns universitários que vivem próximo a Universidade de Cambrígia onde era de conhecimento geral que vivia cercada por ratos e outros tipos de animais do tipo acabaram adquirindo cães dessa raça de um homem que comercializava esses animais. A Universidade estava localizada bem ao lado de um rio e planícies inundadas , por isso estavam expostos a esse problema. Foi então que esses animais foram incumbidos de espantar os roedores de lá, elas naquela época apresentavam uma coloração marrom, ou preto e bege. Esses estudantes moravam na principal vila da cidade chamada de trumpington, por esse motivo o cão passou a ser conhecido como Terrier Trumpington em homenagem a esse momento. Pouco se sabe sobre a verdadeira origem dessa raça, mas acredita-se que ele é resultado do cruzamento de um macho Yorkshire Terrier com uma fêmea de pequeno porte terrier irlandês.

Mais ou menos na mesma época um senhor que morava na mesma vila adquiriu uma fêmea de manchas escuras que provavelmente era uma terrier escocês, além disso também adquiriu um macho de pelagem vermelha muito sedosa e longa, a ele deu o nome de Jack.  Os dois animais se cruzaram e deram origem a um filhote apelidado de Rags e com ele presenteou um amigo. Este pequeno terrier possuia uma pelagem bagunçada, os pelos eram ásperos e as orelhas eram triangulares.

Um outro homem que era filho de um médico veterinário da região, procurava um terrier para chamar de seu, ele já possuía uma fêmea de pelagem branca e lisa. Foi então que levou Rags e permitiu que eles cruzassem, dali foram gerados muitos filhotes. Todos os pequenos apresentavam pelagem avermelhada, e foram comercializados na região.

Um dos compradores dos filhotes percebeu que o interesse na raça cresceu exponencialmente pelas pessoas que moravam por ali, então resolveu iniciar a reprodução da raça. O criador da raça passou a vender seus cães para locais mais afastados, alguns filhotes foram levados para a América, e acabaram ficando bem populares por lá. Mas ele nunca parou ou se deu por satisfeito, por isso a fim de refinar ainda mais a raça resolveu cruzar este com outros tipos de terriers.

Por conta de tantas tentativas e cruzas com animais diferentes ficou bem complicado definir um padrão para a nova raça que nascia, tudo isso por conta de uma reprodução não muito bem planejada. Com algumas variedades e com algumas características parecidas e outras diferenciadas, o AKC no ano de 1979 resolveu adotar a descrição feita em 1964 pelo kennel club of the United Kingdom, que separava esses cães em duas raças distintas.

  • Norfolk Terrier – Este cão apresenta orelhas caídas na lateral da face.
  • Norwich Terrier – Este animal possui orelhas triangulares e em pé.

Personalidade do Norwich Terrier

Este é um cão super animado e ativo, eles são dados com todo mundo, talvez essa seja a maneira mais simples de explicar a personalidade deste cão. Ele aprecia muito a companhia dos seus donos, por isso procura sempre estar perto, se for ganhando um carinho melhor ainda. Não há quem não se derreta por tanta fofura.

Mas não podemos esquecer que ele é um terrier, e sabemos que esses cães têm um temperamento próprio. Por isso são um pouco ranzinzas em alguns momentos, quando não fazem as suas vontades ou quando você perde a hora do passeio diário dele. Por isso é tão importante receber adestramento desde cedo, para driblar essa teimosia.

Curiosidades Sobre o  Norwich Terrier

  • Esse cão tem instinto de caça muito apurado, por isso nunca deve sair de casa sem guia,
  • Se certifique de que o seu quintal seja fechado e seguro, pois ele pode querer sair correndo atrás de um gato ou qualquer outro animal que passar pela rua,
  • Se você tem quintal com terra saiba que ele vai querer cavar sempre que possível, isso é comum em todos os terriers, por este motivo mostre a ele onde é permitido, desista de impedir,
  • Essa é uma raça muito valorizada por conta de sua raridade,
  • Ele é estrela principal de muitos comerciais de TV nos EUA,
  • As fêmeas podem precisar de auxílio de um médico veterinário no parto, pois são muito pequenas e por isso geralmente é necessário realizar uma cesariana para que os filhotes nasçam bem e ela aguente o parto.

Veja também

Cavalier King Charles Spaniel

Tudo Sobre a Raça Cavalier King Charles Spaniel: Características e Fotos

Essa raça tem sua origem no Reino Unido, foi um cão de companhia de reis …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.