Home / Animais / Hipopótamo: Curiosidade e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Hipopótamo: Curiosidade e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Os hipopótamos são os “Cavalos-do-rio!” Uma exuberância capaz de atingir vertiginosas 1,7 toneladas e 1,5 m de altura; e ainda com uma história repleta de curiosidades e fatos interessantes que são a prova viva de que quando o assunto é surpreender a natureza selvagem é incomparável!

Nos rios e lagos de Uganda, Zâmbia, Congo, Namíbia, entre diversos outros países do continente africano, eles aparecem como um representante clássico dessa fauna que é conhecida como uma das mais originais e extravagantes do planeta.

Os hipopótamos são animais herbívoros, afeitos a uma dieta à base de ervas e plantas aquáticas que encontram nas margens dos rios onde habitam; e essa dieta é suficiente para que eles conservem um porte físico que poucos animais conseguem igualar na natureza.

Mas o objetivo desse artigo é fazer uma lista com algumas das principais curiosidades e fatos interessantes acerca dos hipopótamos. Curiosidades e fatos interessantes que só perdem em excentricidade para o ambiente fantástico e quase surreal do continente africano onde eles vivem.

1.Um Improvável Parente das Baleias!

Os hipopótamos (ou Hipopótamo amphibius) também podem ser conhecido como “Hipopótamo-comum” ou “Hipopótamo-do-nilo”. Mas o curioso é que, por mais inacreditável que isso seja, eles possuem como únicos parentes vivos as baleias!

É isso mesmo que vocês acabaram de ouvir! As baleias são os parentes mais próximos dos hipopótamos, que supostamente separaram-se por volta de 54 milhões de anos atrás de um ancestral comum; e que de acordo com os mais confiáveis vestígios fósseis viveu há cerca de 60 milhões de anos.

Hipopótamo Características

2.O seu Singular Bronzeamento Natural

Se os outros animais, que compõem a fauna do continente africano, precisam ficar expostos diariamente a uma temperatura escaldante que pode ultrapassar facilmente os 40 graus, com os hipopótamos a coisa é bem diferente.

Isso porque a natureza (sempre ela!) os equipou com glândulas sob a epiderme, que secretam uma espécie de óleo de bronzeamento natural que lhes garante uma pele sempre corada e exuberante.

E esse óleo – que é incolor, mas que, ao contato com o sol, torna-se avermelhado – também funciona como um eficiente filtro solar.

As substâncias identificadas são o ácido hiposudórico e o norhiposudórico. Eles são espécies de compostos altamente ácidos, sintetizados pela substância tirosina, e que ainda possuem uma função extra de impedir a proliferação de micro-organismos patológicos sobre a sua pele, enquanto a hidrata e protege contra os raios cáusticos do sol.

3.O Animal mais Perigoso do Mundo!

Outra curiosidade e fato interessante acerca dos hipopótamos dá-nos conta de que eles são considerados, acreditem, os animais mais perigosos do continente africano.

Essas feras são responsáveis pela morte de cerca de 500 pessoas todos os anos, geralmente por invadirem o seu habitat natural – as águas dos rios e lagos do continente.

O problema é que o hipopótamo não tem igual quando o assunto é proteger o seu território. Eles simplesmente irão atacar, quem quer que seja, caso percebam-se ameaçados.

E nem adianta achar que eles irão acostumar-se com a sua presença em seu território. Quando menos você esperar eles surgirão, quietos e silenciosos, capazes de fazer em pedaços até mesmo uma embarcação de porte médio.

4.O Sorriso do Hipopótamo

Um outro fato curioso e interessante acerca da personalidade dos hipopótamos diz respeito àquela curiosa risada, que mais assemelha-se um bocejo, que para muitos é o sinal de que o animal não está lá muito disposto a servir aos olhares curiosos, especialmente dos que os visitam em parques, reservas e zoológicos.

O curioso é que esse “bocejo” é, na verdade, um sinal de profunda irritação; significa para bom entendedor que eles não estão para brincadeira – como um sinal inequívoco que precede uma corrida desabalada atrás do invasor.

Portanto, fica aqui a dica: sempre que perceber tal manifestação num hipopótamo, prepare-se! Pois terá que correr o suficiente para não tornar-se a refeição do dia de uma das mais devastadoras feras da natureza.

5.Os Maiores Animais do Mundo

Na natureza selvagem poucos animais comparam-se aos hipopótamos quando o assunto é peso! Na verdade somente os elefantes e rinocerontes podem pesar mais do que eles – o que prova o quão singular e exótico é esse animal.

Um macho pode atingir facilmente de 1,5 a 1,8 toneladas! Enquanto uma fêmea geralmente alcança entre 1,2 e 1,4. Porém há registros de indivíduos cujo peso ultrapassou 3,5 toneladas. Sem contar os pré-históricos (já extintos) que podiam atingir até assustadoras 4,6 toneladas mesmo ainda estando em jejum.

6.Uma Constituição Bastante Original

Os hipopótamos são, verdadeiramente, espécies com uma constituição física bastante original. Basta saber que eles são constituídos por olhos e narizes curiosamente saltados para fora; o que, para fins de seleção natural, lhes permitem permanecer submersos, mas sempre atentos a tudo o que há ao seu redor.

Eles também parecem apresentar um crescimento contínuo por toda a vida, com exceção das fêmeas. O que resulta no singular efeito de termos velhos bem mais pesados que os adultos mais jovens.

Chama também bastante a atenção a sua estrutura esquelética, que lhes permite movimentarem-se bem, tanto em ambiente terrestre como aquático, como nenhum outro animal na natureza.

O que os tornam animais únicos! E típicas espécies semiaquáticas, com capacidade para permanecer entre 6 e 7 minutos submersos, mesmo não possuindo nenhuma constituição especial para a vida marinha.

7.Eles já Foram “Porcos”

Por fim, temos aqui essa outra curiosidade e fato interessante acerca dos hipopótamos. E ela diz que, no passado, acreditem, eles eram considerados espécies de porcos, muito por conta do fato de serem animais Artiodátilos, como as cabras, camelos, bois, vacas e, obviamente, os suínos.

Na verdade até o início do séc. XX era assim que eles eram descritos pela ciência. E essa descrição também era causada por determinadas semelhanças nos padrões da sua arcada dentária que, juntamente com as características de possuírem um número par de dedos, não deixavam dúvidas tratar-se de uma mesma comunidade.

Foi somente com a ajuda do que havia de mais avançado em análise molecular – que incluía a análise das moléculas de proteínas do sangue, entre outras investigações – que finalmente os hipopótamos foram identificados como pertencentes a uma única família: a dos “Hippopotamus”. E com apenas duas espécies existentes: O Hipopótamo-comum e o Hipopótamo-pgmeu.

Caso queira, deixe o seu comentário sobre esse artigo. E aguarde as nossas próximas publicações.

Veja também

Quais São os Sintomas da Doença do Carrapato?

Carrapatos, um parasita amplamente distribuído em muitos ambientes naturais e com o qual os caminhantes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *