Home / Animais / Hábitat do Marreco: Onde Eles Vivem ?

Hábitat do Marreco: Onde Eles Vivem ?

Marreco na verdade é nome popular para uma espécie de pato de pequenas dimensões, no caso, o Spatula querquedula. A espécie está distribuída naturalmente no Oeste da Ásia, e em boa parte da Europa Ocidental.

É conhecida por ser uma ave migratória, logo, durante o inverno, desloca-se do Sul ao Sueste, sempre em grandes bandos. Os locais escolhidos para a migração são a Índia, África Austral e a Australásia.

Neste artigo, você conhecerá algumas informações sobre a espécie, dentre elas o seu hábitat.

Então venha conosco e boa leitura.

Marreco: Classificação Taxonômica

A classificação científica para o marreco obedece à seguinte estruturação:

Reino: Animalia;

Filo: Chordata;

Classe: Aves;

Ordem: Anseriformes;

Família: Anatidae;

Gênero: Anas;

Espécie: Anas querquedula*

Anas querquedula

* A palavra “Spatula querquedula” também pode aparecer como termo sinônimo desta espécie. O termo Spatula vem do latim e significa “colher” ou “espátula”.

Ordem Anseriformes/ Família Anatidae

A ordem Anseriformes engloba as aves aquáticas, as quais são em número de 161 espécies, estando distribuídas em 48 gêneros e 3 famílias. Alguns famosos representantes são o pato, o ganso e o cisne. Estão aves estão presentes em zonas aquáticas continentais, tais como rios, estuários, lagos e pântanos. Algumas dessas espécies são domesticadas pelo homem, com a intenção de comercializar/ consumir elementos como a carne, pena e ovos.

De acordo com o IUCN (União Internacional para Conservação da Natureza),  51 espécies da ordem Anseriformes estão ameaçadas de extinção, sendo que, desde o início do século, já foi registrado o desaparecimento de 5 espécies. Tal ameaça de extinção pode ser resultante da caça intensiva, assim como da perda de hábitat (através da destruição ambiental para ocupação humana), bem como competição com novas espécies introduzidas em seu hábitat.

A família taxonômica Anatidae possui aproximadamente 146 espécies, distribuídas em 43 gêneros. 5 espécies teriam sido extintas desde 1.600 e muitas outras são consideradas ameaçadas de extinção. O comprimento das espécies varia desde 26, 5 centímetros (como é o caso do ganso pigmeu do algodão) até 183 centímetros (como é o caso do cisne trompetista). O pescoço normalmente é longo, embora essa característica possa variar de acordo com a espécie. As pernas são curtas e fortes e possuem inserção na parte posterior do corpo (principalmente para espécies aquáticas). Devido ao formato do corpo, muitas espécies podem ser desengonçadas em meio terrestre.

Muitas espécies de patos apresentam dimorfismo sexual, no qual os machos são mais coloridos do que as fêmeas (‘padrão’ que não é encontrado nos patos-assobio).

Os integrantes da família Anatidae são capazes de emitir uma série de sons, tais como grasnadas, guinchos, buzinas e sons semelhante a trombetas. Para a maioria das espécies, a fêmea possui uma voz mais profunda do que os machos.

Patos, gansos e cisnes possuem certa importância cultural e econômica para os seres humanos. As penas de ganso, assim como as plumas  tem se tornado populares  em travesseiros, colchas e sacos de dormir, além de casacos (embora o uso de plumas sintéticas tenha se tornado mais popular, em virtude dos ativismo ambientais). Estes animais também são aproveitados para a alimentação.

Anatidae Voando

Mesmo que boa parte das espécies de pato possa estar ameaçada de extinção atualmente, muitas instituições de preservação ambiental, assim como alguns governos, vem fazendo valiosos progressos na proteção dessas populações. As medidas de proteção incluem criação de lei e programas para criação em cativeiro, tal como criação de hábitats.

Características Físicas do Marreco

A maior parte da plumagem é de cor cinza, sendo que o macho adulto apresenta coloração castanho-amarronzado na cabeça e no peito, com uma pequena faixa branca sobre os olhos.

O topo da cabeça (conhecido dentro da zoologia como coroa) é escuro, sendo que o rosto é de cor marrom-avermelhado. O bico e as pernas são de cor cinza.

A fêmea pode ser confundida com os indivíduos da espécie Anas crecca, sendo diferenciada pelas marcas no rosto e pelo balanço da cabeça ao movimentar-se. Também é possível confundi-las com indivíduos da espécie Spatula discors, mas, no entanto, a cabeça e o bico são diferentes; além de que esta espécie citada possui pernas amarelas.

Hábitat do Marreco: Onde Eles Vivem ?

Como são aves migratórias, o hábitat natural não é um espaço para permanência contínua. No caso, o hábitat reprodutivo da espécie são terres adjacentes a pântanos rasos, bem como lagos de estepe.

Hábitat do Marreco

Os pântanos são áreas planas que ficam boa parte do tempo inundada, uma vez que o escoamento de água é lento. Esses espaços possuem abundante vegetação arbustiva e herbácea, e o lento escoamento de água propicia que a matéria orgânica se decomponha no próprio local.

Marreco, Pato, Ganso e Cisne: Semelhanças e Diferenças

As semelhanças mais evidentes entre esses grupamentos de aves aquáticas estão na capacidade de flutuar sobre a água, bem como da habilidade para o nado (apesar de que os gansos preferem ficar em terra firme).

Os patos são os mais numerosos, correspondendo a mais de 90 espécies catalogadas. Os estudiosos classificam os marrecos como espécies de patos.

Os cisnes possuem como marca registrada o seu pescoço destacadamente alongado, assim como a ‘postura’ de elegância, que conferem ser ar de nobreza.

Os gansos podem estar divididos entre os gêneros Anser e Branta; sendo que no primeiro, a plumagem é cinza e no segundo, a plumagem é negra.

Entre estas aves citadas, os cisnes são os maiores, sendo que algumas espécies podem pesar mais de 20 quilos e medir até 1,70 metros de comprimento. Assim como os gansos, os cisnes possuem a peculiaridade de ficarem com o mesmo parceiro pelo resto da vida- peculiaridade que não ocorre com patos e marrecos.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre os marrecos e membros da mesma família taxonômica; nosso convite é para que continue conosco para visitar também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral.

Sinta-se à vontade para digitar um tema de sua escolha em nossa lupa de pesquisa no canto superior direito. Caso não ache o tema escolhido, você pode sugeri-lo abaixo em nossa caixa de comentários.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Mundo Estranho. Qual a diferença entre pato, ganso, marreco e cisne? Disponível em: < https://super.abril.com.br/mundo-estranho/qual-a-diferenca-entre-pato-ganso-marreco-e-cisne/#:~:text=Os%20marrecos%20s%C3%A3o% 20t%C3%A3o%20parecidos,alongado%20e%20o%20porte%20majestoso.>;

TODD, F., S. (1991). Forshaw, Joseph (ed.). Encyclopaedia of Animals: Birds. London: Merehurst Press. pp. 81–87;

Wikipédia. Spatula querquedula. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Spatula_querquedula>;

Wikipedia in English. Anatidae. Disponível em: < https://en.wikipedia.org/wiki/Anatidae >.

Veja também

Quais os Benefícios do Ovo de Marreca? Para que Serve?

Os marrecos são aves aquáticas pertencentes à família dos Anatídeos. Estas aves produzem uma carne …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *