Home / Animais / Existe Dromedário no Brasil? Onde ele Pode ser Encontrado?

Existe Dromedário no Brasil? Onde ele Pode ser Encontrado?

O Brasil é um país enorme, com diversos climas, regiões e florestas. Por isso, um grande número de animais, plantas e flores pode ser encontrado por aqui.

Temos uma variedade gigante quando se trata de espécies de animais, desde os que gostam de ambientes mais frios, na parte sul, até os animais que gostam de um ambiente mais quente, na região nordeste e norte.

Por isso, não é de se estranhar, que as pessoas viajam para todos os cantos do Brasil e conseguem tirar fotos com diversos tipos de animais, que podem ser encontrados também em outras partes do mundo.

Apesar disso, existem certos animais que são realmente mais raros ou especiais, já que o Brasil também possui suas limitações e certos animais não iriam conseguir viver muito bem por aqui.

Um desses animais mais raros por aqui, por exemplo, é o dromedário, que é um animal que prefere tempos mais secos, com aparência desértica, e altas temperaturas.

Hoje, você irá descobrir se existe dromedário no Brasil, e caso tenha curiosidade de conhecer um, saberá também onde ele pode ser encontrado.

Características do Dromedário

O dromedário, muitas vezes, é confundido com o camelo, um mamífero terrestre que é seu parente muito próximo.

No entanto, a principal diferença entre os dois, se encontra no fato de que enquanto o camelo possui duas corcovas, o dromedário possui apenas uma nas suas costas.

O dromedário é um animal muito alto, sendo considerado um dos maiores, com uma altura que pode chegar a 3 metros.

Sua cabeça é pequena, possui olhos grandes, com um focinho mais alongado, e o seu pescoço é longo e alto, ficando sempre de forma ereta.

Características do Dromedário

A pelagem do dromedário pode ser encontrada em diversas cores. A cor principal é bege, castanho claro, cores arenosas, mas pode ser encontrado também nas cores cinzas, pretas, marrons, ou outras mais escuras.

Por viverem em locais extremamente secos e quentes, os dromedários também possuem uma pelagem bastante escassa e leve, para que o calor não fique insuportável.

O dromedário ainda possui, próximo da sua cabeça, um líquido preto, que na época de reprodução, fica em maior quantidade, para que ele possa atrair mais fêmeas.

Por fim, o dromedário é um animal que gosta de lugares secos e quentes, e é encontrado principalmente em locais da África do Norte, e também em partes da Ásia. Por lá, ele foi domesticado e exerce funções de transporte e de carga.

Vida no Deserto

Os dromedários são um claro exemplo da evolução que Darwin tanto falava. Por quê? Bom, o dromedário possui diversas adaptações no seu corpo para sobreviver ao calor intenso dos desertos onde vive.

Um dos primeiros fatos dessa evolução que podemos falar é o fato de que o dromedário possui um ótimo jeito de armazenar água e alimentos.

Você já deve ter ouvido falar, por exemplo, que o dromedário guarda água na sua corcova. Ele até guarda, porém fica nos seus vasos sanguíneos. Essa água, graças aos glóbulos vermelhos, pode ter sua quantidade aumentada em até 250 vezes. Ou seja, em períodos de secas, o dromedário consegue se manter hidratado.

E os alimentos? Bom, no lugar de água, a corcova do dromedário, consegue armazenar gordura, e em tempos onde não existe alimentação em abundância, o dromedário consegue se manter alimentado graças a gordura acumulada.

Sensacional, né? Mas não para por aí. Além da necessidade de precisar se manter alimentado e hidratado, o dromedário também passa por outras dificuldades no deserto, mas ele deu um jeitinho de tornar essas tarefas mais fácil.

Por exemplo, o dromedário possui alguns calos nas partes do seu, digamos, cotovelos e joelho, para que quando ele necessite se agachar, ele não sofra queimaduras nas areias quentes.

Como ele vive bastante no deserto, as tempestades de areias são comuns, por isso, os dromedários possuem cílios maiores para que os seus olhos fiquem protegidos.

E agora, você deve estar se perguntando, mas será que existe dromedário no Brasil realmente?

Existe Dromedário no Brasil? Onde ele Pode ser Encontrado?

No Brasil, apesar de pouco, existe sim dromedário. Ele pode ser encontrado em regiões do Rio Grande do Norte, na sua capital, Natal.

Como vimos, o dromedário vive em locais desérticos, e não temos deserto no Brasil, correto? De certa forma, sim. O que temos, mais próximo de um deserto, são as Dunas de Genipabu. É um local turístico, procurado por gringos e por brasileiros.

Nessas dunas, são feitos passeios em dromedários. Essa ideia começou a partir de um casal que importou dromedários para a região, e em pouco tempo, existiam mais de 20 dromedários.

Essa ideia se tornou uma importante fonte de renda para o casal, além de atrair milhares de turistas todos os anos.

É importante lembrar que a existência dos dromedários no Brasil se deve exclusivamente por conta da importação dos animais. De forma natural, não existiria.

Então, é possível sim encontrar o dromedário no Brasil contanto que você visite essa região do nordeste brasileiro. Lá, será possível tirar fotos, fazer passeios e muito mais com os dromedários.

Risco de Extinção

Os dromedários existem em grande quantidade nas regiões da África, e da Ásia. No entanto, nesses locais, os dromedários vivem de forma domesticadas.

Nesse caso, o risco de extinção do dromedário domestico é muito baixo. Eles exercem funções como de transporte e carga, por isso, são muito bem cuidados e preservados.

Já na natureza selvagem, a história fica um pouco diferente. Há muito tempo atrás, alguns exploradores levaram dromedários para regiões centrais da Austrália.

No entanto, uma vez lá, os dromedários descobriram regiões mais desérticas, secas e quentes na Austrália, e passaram a viver de forma selvagem. Os grupos selvagens encontrados na Austrália são os únicos existente atualmente, e esses sim correm perigo de extinção.

Os dromedários selvagens vivem em grupos de até 20 deles, e normalmente, o líder é um macho.

Para evitar a extinção dos dromedários selvagens, é importante que seja criado programas de preservação e conscientização.

E aí, deu vontade de ir para Natal conhecer o dromedário? Deixe nos comentários se você já teve essa aventura, ou se agora pretende conhecer os dromedários.

Veja também

Flamingo Pequeno: Características, Nome Cientifico e Fotos

O flamingo-pequeno é o menor de todos os flamingos, mas tem o maior número de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *