Home / Animais / Espécies De Moreia: Lista Com Tipos – Nome E Fotos

Espécies De Moreia: Lista Com Tipos – Nome E Fotos

Os animais marinhos são alguns dos mais fascinantes do mundo. Inclusive, ainda há muito desse universo que não conseguimos explorar, e por isso nos surpreendemos a cada novidade a respeito de espécies de animais e plantas marinhas.

A moreia, por exemplo, é um animal no mínimo curioso. Seu aspecto se assemelha com o de uma cobra, mas ela é, na verdade, um peixe. Um peixe, inclusive, cuja carne muita gente gosta de apreciar na culinária.

É um animal que pode assustar os desavisados. A moreia não tem um aspecto muito simpático, e seus dentes podem amedrontar até o mais experiente dos mergulhadores.

No entanto, não podemos negar que é um animal no mínimo curioso. O seu formato cilíndrico faz com que a moreia seja ainda mais tenebrosa. Isso porque ela parece realmente uma serpente com habilidade para o nado.

Justamente por isso é popularmente conhecida como “serpente dos mares”. É um animal cujo grupo familiar reúne mais de 200 espécies que podem variar em cores, tamanhos e até em formatos.

São também animais de comportamento bem curioso. Algumas são agressivas, mas todas elas são, com certeza, fascinantes.

Afinal, quem é que não se surpreende com um peixe que não tem nadadeiras, e consegue se mover por ondulação corporal?

Moreia É Ou Não É Peixe?

A primeira pergunta que você deve estar se fazendo é: será que esse bicho é um peixe? Sim! A moreia é uma espécie de peixe. Um peixe exótico e um tanto diferente do que estamos acostumados, é verdade.

Porém, esse peixe, diferentemente do que ocorre com a anatomia dos demais, possui apenas a nadadeira dorsal. O restante do corpo é cilíndrico e liso.

Mas não pense você que a ausência das nadadeiras faz com que as moreias tenham qualquer dificuldade com a movimentação subaquática. Muito pelo contrário: são exímias nadadoras!

Elas se movimentando mexendo o corpo em ondulação, exatamente como fazem as serpentes. É justamente daí, dessa semelhança com esse réptil terrestre, que vem o seu nome popular de “serpente marinha”.

Elas são peixes, sim, e vivem o tempo todo embaixo da água. São peixes teleósteos, infraclasse que inclui a maioria das espécies de peixes que conhecemos.

Então, mesmo sendo esquisitona, e de um aspecto pouco comum, as moreias são peixes como os demais, e por isso são apreciadas tanto para apreciação em aquários ou em mergulhos em ambiente natural quanto para culinária.

Veja A Classificação Científica Completa Da Moreia

Além de “moreias” e “serpentes do mar”, você também pode encontrar conteúdos se referindo a esses animais como “moreões”.

São animais da ordem Anguilliformes, que inclui os peixes com formato cilíndrico onde também são classificadas as enguias. Veja a classificação científica completa das moreias:

• Reino: Animalia;

• Filo: Chordata;

• Classe: Actinopterygii;

• Ordem: Anguilliformes;

• Família: Muraenidae.

O primeiro cientista a estudar esse grupo de animais foi o mundialmente conhecido filosofo Aristóteles. Sim, o grego que se dedicou aos pensamentos críticos e analíticos também estudou animais!

A maior curiosidade do filosofo grego era com o ciclo de vida desses animais. Como era de seu feitio questionar de maneira enigmática e profunda, Aristóteles basicamente se perguntava: de onde elas vêm e para aonde vão?

O ciclo de vida das moreias é o tema de nosso próximo tópico. O filósofo acreditava que esses animais eram “vermes” que nasciam…da terra!

Durante muito tempo ele defendeu a tese de que as moreias nasciam “do nada”, sem a necessidade de uma fertilização.

Sem a possibilidade de contestar o estudioso naquela época, essa teoria foi sustentada por muito tempo pelos cientistas e biólogos da época. Será que é verdade?

Como Nascem As Moreias – Entenda O Ciclo De Vida Desse Animal

Filhote de Moreia
Filhote de Moreia

Durante muito tempo o ciclo de vida e o processo reprodutivo das moreias foi um mistério. Aristóteles sustentou a sua tese por um longo período, e somente em meados do século XIX é que, de fato, esses estudos foram esclarecidos.

• Como se reproduzem?

As moreias são animais aquáticos que podem habitar tanto águas salgadas quanto doces. Porém, para se reproduzir elas preferem indiscutivelmente o oceano.

A reprodução se dá a partir de um processo de fertilização, sim. Sendo assim, um exemplar macho libera espermatozoides na água, e o que ocorre é uma fertilização ovípara, quando óvulos e espermatozoides se fundem fora do útero.

Uma única moreia pode colocar 10.000 ovos de cada vez. Eles são postos essencialmente em águas salgadas, como já explicamos anteriormente. Em alguns casos as fêmeas retornam para água doce logo após colocarem seus ovos em local seguro.

• Nascimento:

As moreias nascem como pequenos vermes, quase completamente transparentes. Eles rapidamente incorporam a vida marinha, e precisam lutar pela sobrevivência nesse primeiro momento.

Por isso, desses 10 mil ovos apenas um percentual muito pequeno realmente chegará à vida adulta. Por serem minúsculas e transparentes elas acabam compondo o que chamamos de plâncton marinho.

Plânctons são organismos vivos que se dispersam pela água. Eles não possuem grande capacidade de movimentação, e dependem da correnteza para se locomover. Por isso mesmo são presas fáceis para diversos animais, de diferentes portes.

Os filhotes de moreias sofrerão algumas mutações dentro de algumas horas após o nascimento. Porém, somente após 1 ano, mais ou menos, os filhotes terão um tamanho e força suficiente para contrariar os movimentos da água.

A partir dessa idade passam então a descer para as profundezas marinhas para se esconderem e se protegerem dos (muitos) predadores que existem ao seu redor.

Apesar de todo esse risco ao qual uma pequena moreia é submetida, caso ela supere essa fase difícil de sua vida poderá chegar até os 40 anos de idade. É um tempo bem extenso, sobretudo para animais marinhos.

Espécies De Moreias – Conheça Algumas Das Principais!

Ao todo são mais de 200 espécies de moreia distribuídas por praticamente todos os cantos do planeta. O mais comum, no entanto, é que sejam encontradas em regiões tropicais e de clima temperado.

• Moreia-Gigante (Gymnothorax javanicus):Moreia-Gigante (Gymnothorax javanicus)

Essa é a maior dentre todas as moreias no que diz respeito a massa corporal. Pode atingir até 3 metros de comprimento e chega a pesar impressionantes 30 quilos.

Essa espécie tem hábitos essencialmente noturnos. O mais curioso a respeito dela é que as “enguias gigantes”, como são conhecidos os exemplares dessa espécie, participam da chamada “caça cooperativa”.

Significa que quando elas caçam acabam, indiretamente, facilitando a caçada de outras espécies. Isso ocorre porque as moreias fuçam entre os corais, e dispersam outras presas que usam essas regiões para esconderijo.

Ela também disputa comida com animais de grande porte, como os tubarões. A moreia gigante praticamente não tem predadores.

O seu porte grande e força física aliados a uma boa habilidade com nado fazem desse animal um ser quase imbatível nas profundezas.

• Moreia-Verde (Gymnothorax funebris):

Moreia-Verde (Gymnothorax funebris)
Moreia-Verde (Gymnothorax funebris)

Com certeza uma das espécies mais curiosas, principalmente pela sua coloração. Como o nome sugere, esse animal é de cor verde muito forte, quase fosforescente.

Habita profundidades que chegam a 40 metros, e, acredite se quiser, pode ser encontrada no Brasil. Além disso, também existem registros desse animal em locais como o Atlântico ocidental de Nova Jersey, Bermuda e norte do Golfo do México.

Todos esses são ambientes de clima muito temperado, sol e calor durante grande parte do ano. É um animal que, por habitar local tão remoto e profundo, permanece grande parte do tempo na escuridão.

No entanto, quando iluminada, a moreia-verde praticamente brilha, graças a sua cor muito forte e vívida. No entanto, cientistas explicam que ela é, na verdade, marrom. A ilusão que temos da coloração acontece por conta de sua tonalidade em contraste com o fundo do mar.

Mede cerca de 2,5 metros na fase adulta. É um típico “predador sedentário”. Isso significa que ela não vai procurar por comida, mas sim esperar que os alimentos cheguem até ela.

Seus dentes são muito fortes e potentes, o que permite que realize suas caças com segurança. Elas possuem um movimento vicioso de abrir e fechar a boca o tempo todo.

Isso faz com que mostrem seus dentes afiados, e pareçam ameaçadoras. No entanto, o movimento ocorre para que ela consiga absorver mais água e respirar.

Tudo Sobre A Moreia-Pintada (Muraena helena) – Uma Das Espécies Mais Conhecidas!

Muraena Helena
Muraena Helena

A moreia-pintada é uma das espécies mais conhecidas, e que possui um visual mais “clássico” do que as duas anteriores que citamos. O seu tamanho é bem menor, chegando a medir 1,5 metro na sua fase adulta.

Um exemplar grande não deve passar de 15 quilos. A pele não possui escamas, o que facilita muito o seu nado.

É um animal de águas profundas, e pode ser encontrado em profundida que varia de 5 a 80 metros.
Habita diversas regiões do mundo, sendo registrado em locais como Oceano Atlântico oriental, das Ilhas Britânicas à costa do Senegal.

Também podemos encontrar essa espécie no Cabo Verde, Canárias, Madeira e Açores, e no Mar Mediterrâneo

Pouco se sabe sobre o processo reprodutivo dessa espécie. No entanto, existem informações que dizem que uma fêmea pode colocar 60 000 ovos, sempre em mar aberto.

• Moreia Leopardo (Pardalis Enchelycore):

Moreia Leopardo (Pardalis Enchelycore)
Moreia Leopardo (Pardalis Enchelycore)

Esse animal possui uma impressionante capacidade de se camuflar, graças aos padrões de cores e desenhos de sua pele. Com isso consegue se confundir em meio aos corais.

Somado a isso o fato de que a moreia leopardo tem hábitos preferencialmente noturnos, essa é uma das espécies mais difíceis de serem avistadas. Por isso há pouquíssimos registros fotográficos dessa moreia.

Entre os orientais é conhecida como “Moreia Dragão”, já que sua pele é composta por listras vermelhas vívidas, que fazem, de fato, com que pareça com a criatura da mitologia oriental.

• Moreia Dourada (Gymnothorax miliaris):

Moreia Dourada (Gymnothorax miliaris)
Moreia Dourada (Gymnothorax miliaris)

Essa moreia é relativamente pequena se comprada das demais. Ela chega a 70 centímetros de comprimento, sendo mais comum medir de 40 a 50 centímetros.

O seu nome tem relação com a cor de fundo de sua pele, que varia de um amarelo dourado a um marrom claro. Ela é coberta por pequenos pontinhos escuros.

Vive em profundezas que variam de 35 a 60 metros. Pode ser encontrada em encostas rochosas e recifes de coral sendo relatada em diversos países, inclusive o Brasil.

Outros locais onde essa moreia pode ser vista são: Oceano Atlântico ocidental no Mar do Caribe,

Golfo do México, Flórida e Bermudas.

Conheça Os 15 Gêneros De Moreias

Estima-se que existam mais de 200 espécies de moreias espalhadas por diversos locais do mundo. Elas são distribuídas em diferentes 15 gêneros. São eles:

• Cirrimaxilla;

• Diaphenchelys;

• Echidna;

• Enchelycore;

• Enchelynassa;

• Gymnomuraena;

• Gymnothorax;

• Monopenchelys;

• Muraena;

• Pseudechidna;

• Rhinomuraena;

• Scuticaria;

• Strophidon;

• Anarchias;

• Channomuraena;

• Uropterygius;

Os gêneros podem trazer características muito particulares no que diz respeito a comportamento, hábitos e até mesmo aspectos físicos.

Também diferem em tamanho, sendo que a maior delas é a moreia gigante, que já apresentamos. Vamos seguir conhecendo algumas outras espécies.

Moreia Pintada – Conheça Outra Espécie Com Esse Nome

Anteriormente comentamos sobre uma moreia pintada cujo nome científico é Muraena helena.

Existe outra espécie, porém, que também ficou popularmente conhecida graças as manchas de seu corpo, e é chamada de moreia-pintada: a Gymnothorax favagineus.

De aspecto imponente, essa moreia é distribuída em regiões muito distantes do Brasil, como o Mar Vermelho e da África Oriental até às da Papua Nova Guiné, do sul do Japão e Austrália.

Os machos podem chegar a 3 metros de comprimento, sendo a segunda maior espécie de que se tem conhecimento.

É um animal muito raro de ser encontrado, uma vez que prefere permanecer escondido em locais como rochas e recifes. Assim a moreia consegue se proteger se deus predadores.

• Moreia Tigre (Enchelycore anatina):

Moreia Tigre (Enchelycore anatina)
Moreia Tigre (Enchelycore anatina)

Se existe uma espécie de moreia que com certeza pode assustar até os mais profissionais dos mergulhadores é com certeza a moreia tigre.

Apesar de não ser nem de longe a espécie de maior tamanho – um macho adulto não deve medir mais do que 1,20 metro – ela realmente não tem uma cara muito amigável.

Isso acontece porque ela tem uma mandíbula alongada e a boca repleta de dentes assustadores. Eles são muito longos e afiados, e parecem com cacos de vidro. São perfeitos para ajudar na caça.

• Moreia indiana de lama (telha Gymnothorax):

Moreia Indiana De Lama (telha Gymnothorax)
Moreia Indiana De Lama (telha Gymnothorax)

Segundo contam algumas lendas, a primeira pessoa a nomear essa moreia foi ninguém menos do que o polêmico e influente tesoureiro americano Hamilton.

É um animal de água salgada, mas que pode migrar para água doce em determinadas situações, principalmente para procriar e desovar. É uma espécie relativamente pequena, com cerca de 60 centímetros de comprimento.

Por isso também é muitas vezes a espécie escolhida para adornar aquários – falaremos sobre a criação desses animais em breve.

• Moreia Víbora (Enchelynassa canina):

Moreia Víbora (Enchelynassa canina)
Moreia Víbora (Enchelynassa canina)

Essa é a única moreia classificada no gênero Enchelynassa. A sua principal característica está guardada dentro da boca. Essa espécie possui dentes assustadores, muito afiados, e capazes de dilacerar suas presas.

Pode chegar a impressionantes 2,5 metros de comprimento. É encontrada especialmente nas profundezas do Oceano Índico.

Exímias Caçadoras – Do Que Se Alimentam As Moreias?

As moreias são conhecidas como “predador sedentário”. Isso porque o mais comum é que elas fiquem de tocaia esperando a oportunidade para se alimentar. Ou seja, as moreias não correm atrás de suas presas, mas observam o momento perfeito para abocanhar.

Elas podem comer uma série de coisas. Mas, o prato principal das moreias é o polvo. Além disso, também podem comer outros peixes, lulas e crustáceos.

São animais essencialmente carnívoros, mas não existem registros de ataques propositais a seres humanos. O que pode acontecer é de uma moreia confundir, por exemplo, os dedos de um mergulhador com os tentáculos de um polvo…e morder!

Os dentes são muito fortes e potentes, então uma mordida desse animal, mesmo que sem intenção de ferir, com certeza causará algum estrago.

• Caça cooperativa:

As moreias são as únicas criaturas marinhas que participam da chamada “caça cooperativa”. Elas literalmente convidam garoupas de coral da espécie Plectropomus pessuliferus para caçarem juntas.

Isso ocorre porque as garoupas não conseguem entrar nas fendas e pequenos espaços dos corais.
Graças ao formato esguio da moreia isso é muito fácil para ela. Então, quando entra no espaço ela acaba dispersando pequenas presas que serviram de alimento para a garoupa.

Elas preferem infinitamente caçar durante a noite, e deixam o dia reservado para o descanso. Então as moreias se escondem nessas fendas onde conseguem se manter protegidas dos predadores.

Moreias São Venenosas – Verdade Ou Mito?

Como dissemos anteriormente, esses animais não são agressivos com seres humanos, embora não possuam uma aparência que possa ser chamada de agradável. Elas também não são animais venenosos.

Porém, as moreias possuem muitos dentes. Isso significa que muitas vezes ficam presos microrganismos de outras espécies das quais elas se alimentam, e em alguns casos podem existir toxinas maléficas aos seres humanos.

Sendo assim, um ferimento causado por mordida de moreia pode vir a infeccionar e evoluir para um caso grave ou gravíssimo.

Melrgulhando Abraçando uma Moreia Verde
Melrgulhando Abraçando uma Moreia Verde

Mas não porque o animal carregue em seu DNA algum tipo de veneno, mas sim porque se alimentou de alguma coisa tóxica antes de morder. Bom, ao menos não há nenhuma conclusão cientifica que ateste que elas são venenosas.

Algumas pesquisas, porém, afirmam que os exemplares da espécie Muraena helena tendem a ser mais tóxicos no momento da mordida, e podem levar uma pessoa a morte.

• Moreias dão choque?

Sim, elas podem dar choque. São conhecidas como peixes elétricos, que possuem células que causam esse efeito elétrico. O choque de uma moreia pode ser muito fraco, mas também pode ser forte o suficiente para desacordar uma pessoa.

Carne De Moreia – Há Quem Saboreie Essa Iguaria!

No Brasil existem inúmeras regiões que valorizam e saboreiam muito a carne de moreia. O mesmo acontece em diversos outros países, onde esses peixes são amplamente caçados para se tornarem alimentos para seres humanos.

Segundo registros históricos, os romanos que viveram no século I (UM) eram grandes apreciadores da carne de moreia. Eles criavam exemplares da espécie Muraena helena e, lagoas à beira-mar para próprio consumo.

Porém, a questão da toxicidade da moreia deve ser considerada no momento de preparar algum prato contendo esse animal como ingrediente. Como dissemos, existem estudos inconclusivos a respeito do quão venenosas elas são.

Carne De Moreia
Carne De Moreia

• Temperatura de preparo:

O que se sabe é que alguns peixes precisam ser aquecidos em temperatura mínima de 75 ° C para que toxinas possam ser destruídas, eliminando assim os riscos relacionados ao consumo.

As moreias também entram nesse grupo. Por isso não é comum ver o consumo da carne completamente crua, no formato de sushi. O que se faz é usar um maçarico para ao menos elevar a temperatura brevemente, tornando o consumo mais seguro.

• Ciguatera – o que é isso?

Ciguatera é o nome dado ao mais perigoso tipo de envenenamento por ingestão de peixe. É justamente nesse caso que se encaixa o envenenamento por consumo de carne de moreia.

O envenenamento acontece quando o ser humano come carne de peixes que habitam corais e recifes. Então o ciclo da toxina é encerrado, já que o ser humano envenenado está no topo da cadeia alimentar.

É importante esclarecer que não significa que essas espécies de peixes sejam venenosas. O que ocorre é que, em determinados períodos do ano, graças a sua alimentação ou mesmo a presença de algas venenosas, esses peixes também se tornam perigosos.

Esse envenenamento pode levar a morte. É identificado por má digestão, vômitos, diarreia, e pode evoluir para quadros mais preocupantes.

Hábitos Desse Animal – Como Vivem As Moreias?

As moreias são animais de hábitos principalmente noturnos. Isso significa que elas permanecem ativas durante a noite, quando saem para procurar comida, e dorme durante o dia.

Para descansar as moreias se escondem em fendas e corais, de modo que consigam se camuflar e se manterem protegidas dos seus predadores. Muitas vezes o padrão de cores e pintas ajuda para que ela se misture ainda mais ao ambiente e pareça invisível.

As moreias são reconhecidas por serem animais bem solitários. Você dificilmente verá mais de uma delas nadando juntas. Às vezes acabam montando “tocaia” para suas presas em locais próximos, mas isso não significa que estejam juntas.

• Moreia é agressiva?

Moreia Tigre Mostrando os Dentes
Moreia Tigre Mostrando os Dentes

Como já comentamos anteriormente, elas não costumam ser agressivas – desde que não sejam incomodadas. As moreias podem, sim, reagir com bastante violência, utilizando suas bocas para atacar intrusos caso sintam-se ameaçadas.

Nesse caso elas começam abrindo a boca de maneira feroz, e mostrando seus dentes afiados e assustadores. Qualquer peixe ou mesmo mergulhador mais esperto entenderá o recado e não chegará perto desse animal.

Embora as moreias variem bastante de cores e tamanhos, elas possuem sempre uma forma alongada e retilínea. Elas possuem uma massa musculosa, são peixes com aspecto “forte”.

O Poder Da Mordida – Por Que As Moreias São Consideradas O “Alien” Verdadeiro?

Se tem uma coisa que é muito característica desse animal é a sua dentição. As moreias podem ser de aspecto bem assustador, sobretudo quando mostram seus dentes afiados.

Elas possuem a chamada Mandíbula faríngeal (ou mandíbula interna). É uma mandíbula que aparece na garganta – na faringe – do animal.

Sendo assim, a alimentação desse animal tem duas fases distintas no momento da caça: as moreias utilizam a mandíbula primaria, aquela “normal”, para pegar a sua presa. No entanto, numa segunda etapa enviam a presa para a mandíbula faríngeal.

Nesse momento a presa não consegue mais escapar, pois já está sendo “mastigada” na garganta da moreia. O próximo passo cumprido pela mandíbula interna é enviar o alimento diretamente para o esôfago.

Para ilustrar melhor como funciona, as moreias se alimentam mais ou menos como a criatura fictícia do filme Alien.

Elas possuem uma primeira “boca” que é responsável por capturar. Uma segunda mandíbula, porém, se estende de sua garganta para finalizar o processo de alimentação. Assustador, mas curioso.

• Higiene curiosa:

Uma curiosidade interessante é que você pode ver com frequência pequenos peixes circulando dentro da boca – e até mesmo na garganta – de uma moreia, e saindo ilesos desses passeios arriscados.

São os chamados “peixes-limpadores”. Eles realizam uma verdadeira faxina, garantindo a higiene bucal de outras espécies. As moreias também entram nesse roll de “clientes”, e acabam recebendo um tratamento VIP.

Os peixinhos curiosos passeiam pela boca se alimentando de restos de alimentos que ficaram presos tanto na mandíbula primaria quanto naquela mais profunda, localizada na faringe.

É um grande risco, pois, qualquer mínimo movimento da moreia poderia significar o fim daquele pequeno peixe trabalhador. Mas isso não acontece! É como se existe um pacto silencioso e de extrema confiança entre as partes. Ufa!

Criando Moreias Em Aquários

As moreias são peixes que existem há muitos anos. Um dos motivos para terem sobrevivido durante diferentes eras é o fato de que a moreia vive entocada, e é um animal de “poucos amigos”, por assim dizer.

Ela não permite muita intimidade, e acaba atacando qualquer criatura que se aproxime demais. Também não é para menos: logo que nascem elas são completamente expostas aos perigos do oceano, e não desfrutam da proteção materna.

Mas, as moreias são também animais muito bonitos. Isso é inegável, e acaba levando algumas pessoas a desenvolverem uma dúvida: será que é possível criar moreias em aquário?

Na prática isso não é indicado. Como dissemos, são animais agressivos, que possuem hábitos muito particulares, e que apreciam a solidão das profundezas dos oceanos.

Mas, se mesmo assim você sonha em ter um desses animais, saiba que é preciso ter alguns cuidados fundamentais.

As moreias podem crescer muito dependendo da espécie. Você precisaria de um aquário de proporções gigantescas. É precioso um espaço que comporte, no mínimo, 200 litros de água.

Além disso, você deverá criar toda a ambientação adequada para a sobrevivência desse animal.

Moreia na Toca
Moreia na Toca

Lembra que falamos que elas gostam de viver entocadas?

Seu aquário deverá ser repleto de pedras, corais e plantas que permitam que a moreia se esconda.

A alimentação não é a ração tradicional do peixinho dourado: você deverá investir um bom dinheiro para fornecer doses diárias de camarões, lulas ou peixes para a sua amiguinha.

• Moreia sem toca:

Não pense você que as tocas são necessárias apenas se a moreia se sentir ameaçada. Quando esse animal não tem onde se esconder o seu sistema imunológico sofre uma queda brusca, e a moreia pode adoecer e morrer.

Outro fator importante é que as moreias precisam da movimentação da água para respirar. Por isso o seu aquário dependerá de pelo menos 2 bombas de ar que garantam isso em tempo integral.

As moreias sobrevivem em água doce, mas a maioria tem preferência por água salgada. Mais um cuidado fundamental na hora de criar esse animal como pet.

Quem São Os Predadores Da Moreia?

Durante todo esse texto comentamos sobre como as moreias possuem dentição assustadora, e, ainda que não sejam exatamente agressivas, elas também não pensam duas vezes antes de se defender de qualquer ameaça.

Mas então, quais são os animais corajosos que caçam moreias?

Obviamente o tubarão é um deles. O gigante marinho adora saborear uma boa carne de moreia, sobretudo por se tratar de um peixe grande, o que facilita bastante para que o tubarão precise caçar poucas vezes para se sentir satisfeito.

Outras espécies que acabam caçando moreias são os Meros. Esse peixe corpulento e grande facilmente consegue capturar uma moreia para a hora do lanche.

• Barracudas:

As barracudas são assustadoras. Tal qual as moreias, essa espécie é composta por uma fileira assustadora de dentes muito aparentes, afiados e ameaçadores.

Uma barracuda em idade adulta pode chegar a pesar 24 kg – uma pesagem muito próxima das maiores moreias. Com isso podemos dizer que um encontro entre essas duas espécies seria, no mínimo, um duelo de gigantes.

• Serpentes Marinhas:

As serpentes marinhas, por fim, são as predadoras da moreia que mais assustam esses animais. Elas conseguem se esconder com muita facilidade nos recifes e corais e podem surpreender uma amoreia desatenta.

Muitas serpentes marinhas possuem mordidas potencialmente venenosas, o que é usado para imobilizar e abater suas presas. Mas, é importante ressaltar que nem todas elas caçam moreias, apenas algumas.

• O Homem:

Não podemos deixar de incluir o homem como um predador importante desses animais. Afinal, como comentamos anteriormente, as antigas sociedades romanas já tinham hábito de apreciar a carne de moreia, e isso se estende até os dias atuais.

Felizmente as moreias, apesar de viverem em um ambiente tão hostil e arriscado, não estão em extinção.

No entanto, é importantíssimo nos mantermos sempre atentos para que não deixemos esses animais fabulosos desaparecerem do plante apor imprudência humana.

É Planta Ou É Bicho?

Se você é um curioso nato, e costuma pesquisar bastante sobre a natureza, em especial, com certeza já ouviu falar de outro tipo de moreia: a planta.

Existe uma planta que leva o mesmo nome do animal. No entanto, o seu nome científico é Dietes iridioides.

É uma espécie muito apreciada sobretudo por pessoas que gostam bastante de jardinagem. A moreia pode dar belíssimas flores, e ajudar a adornar ambientes ou mesmo se transformar nos mais encantadores arranjos decorativos.

É uma planta de tamanho razoavelmente pequeno. Isso significa que as moreias podem ser perfeitas para jardins em ambientes de espaço limitado. Também são plantas muito resistentes aos mais variados estados climáticos.

Dessa forma, a moreia se tornou uma planta muito cultivada. Porém, é uma espécie africana, endêmica da África do Sul. Pode ser encontrada em algumas variações de cores, sendo que o mais comum é a cor branca com detalhes em amarelo e lilás.

A familiaridade entre a planta e o animal acaba no nome, é claro. A moreia (planta) é absolutamente terrestre e não pode ser cultivada em ambientes muito úmidos. Em contrapartida a moreia (peixe), obviamente, só vive na água.

Relembre Algumas Das Principais Curiosidades Sobre A Moreia!

Vamos então relembrar algumas das maiores curiosidades sobre a moreia. Como você pode ver, esse animal é realmente muito interessante, tem alguns hábitos muito particulares, e cumpre um papel importante no seu habitat.

• Animais solitários:

Moreias são animais essencialmente solitários. Elas nunca são vistas em grupo, e passam grande parte de seu tempo escondidas em corais e pedras de modo que se mantenham seguras.

• Moreia de vidro:

Os filhotes nascem transparentes e vagam sozinhos pelo oceano, sem possibilidade de lutar contra a movimentação da água. Nessa fase são completamente transparentes, e ganham o nome de “moreia de vidro”.

• Fecundação curiosa:

A fecundação acontece fora do útero. Os óvulos são liberados na água, assim como o espermatozoide. Quando esses se encontram forma-se o ovo.

• Predadores sedentários:

As moreias são predadores sedentários. Dessa forma elas aguardam que suas presas se aproximem para que possam se alimentar. Uma moreia não entra em perseguição para conseguir se alimentar.

• Caça cooperativa:

Elas também participam da chamada “caça cooperativa”. Elas espantam pequenas criaturas que se escondem em fendas, e que servem de alimentos para garoupas. Essas, por sua vez, não conseguem entrar nesses pequenos espaços por serrem muito mais corpulentas.

• Gêneros:

Existem diferentes 15 gêneros de moreias. Somando todas as espécies existem mais de 200 listadas. Elas trazem diferenças tanto no que diz respeito aos seus hábitos quanto formatos e cores.

• Mandíbula dupla:

Elas possuem duas mandíbulas. Uma delas é a mandíbula interna, que fica quase na faringe, e se projeta para a frente quando existe uma presa dentro da boca, de modo que o animal seja arrastado para o esôfago e engolido.

• Peixes elétricos:

Esses peixes possuem uma eletricidade em seu corpo. O contato completamente desprotegido com uma moreia pode causar um choque forte o suficiente para desacordar um ser humano.

• Carne venenosa:

Embora seja apreciada por muitas pessoas – inclusive no Brasil – a carne de moreia pode ser venenosa. Por isso não é aconselhável o seu consumo cru. Isso ocorre porque a moreia acaba comendo outros peixes e criaturas que contém toxinas que fazem mal para o ser humano.

• Pele escorregadia:

Além disso, as moreias também podem possuir uma espécie de muco venenoso em sua pele, que faz com que o corpo seja extremamente escorregadio.

As moreias não possuem escamas – mesmo sendo peixes! – e esse muco é que promove a proteção fundamental para a pele desses animais.

Moreias E Enguias São A Mesma Coisa?

Enguias
Enguias

É muito comum que moreias e enguias sejam confundidas, ou consideradas uma mesma espécie. Mas não são!

A primeira diferença fundamental é que as enguias compõem um grupo de mais de 400 espécies – contra apenas 200 das moreias. Essas segundas também possuem uma mandíbula extra, chamada de “faríngeal”.

Não existem registros exatos a respeito do tamanho que uma enguia pode alcançar, mas as moreias chegam a medir até 3 ou 4 metros – os exemplares considerados gigantes.

A verdade é que o termo “enguia” muitas vezes é usado para se referir a qualquer peixe que tenha um formato mais alongado, e que se assemelhe com cobras. Já “moreia” é sempre aplicado especificamente aos animais da família muraenidae.

A menos que você seja um especialista em biologia marinha distinguir uma moreia de qualquer outro animal classificado como enguia pode ser complicado.

A melhor forma de fazer isso seria mesmo observando a sua segunda mandíbula…e você com certeza não quer passar por essa experiência.

Conservação Das Moreias

A conservação das espécies de moreia é considerada boa. Esses animais vivem em água muito, muito profundas.

Somando a isso o fato de que passam boa parte de suas vidas à espreita, enfiadas em pequenos espaços entre as rochas marinhas, a sua captura é algo muito difícil até mesmo para os predadores mais habilidosos.

Sendo assim, as moreias não se encontram ameaçadas de extinção. Por outro lado, não devemos nunca nos descuidar com relação à manutenção das espécies de animais.

É muito importante que tenhamos consciência do papel que cada criatura desempenha no equilíbrio natural. As moreias são responsáveis, como já falamos, por auxiliarem outras espécies durante a caça.

São animais fundamentais também como alimento para outros peixes e tubarões, inclusive após a morte, quando se tornam carcaças. Tudo isso deve ser considerado quando debatemos a importância desses animais.

Buscar informações e conhecer mais sobre os animais é a melhor forma de se informar também sobre as formas de preservação.

Embora as moreias estejam no fundo do oceano, muito distante de nós, a preservação das águas é uma das coisas mais importantes para a manutenção dessa espécie.

Veja também

Espécies de Mariscos: Lista com Tipos- Nomes e Fotos

Os mariscos, também conhecidos como frutos do mar, são os queridinhos na culinária, principalmente nas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *