Home / Animais / Doenças Comuns da Raça Chihuahua e Como Tratar

Doenças Comuns da Raça Chihuahua e Como Tratar

Cachorro Chihuahua

O cachorro chihuahua é uma das raças que vivem por mais tempo. Por esse fato, pode-se dizer que os chihuahuas têm muito pouco problemas de saúde quando bem cuidados, e não é incomum encontrar cachorros em lares que tenham mais de doze ou treze anos de idade. Mas, antes de comprar ou adotar um chihuahua, saiba todos os problemas que eles podem ter para evita-los e com isso aumentar seus cuidados para uma vida saudável e feliz do seu animal de estimação.

Chihuahua
Chihuahua

Hipoglicemia/Diabete

Hipoglicemia/Diabete é uma doença em que o sangue tem pouca quantidade de açúcar, chegando a níveis quase nulos, causando uma espécie de choque no organismo do chihuahua. Quando os níveis de açúcar decaem no sangue, o cérebro principalmente não tem seu funcionamento completo, sendo privado de alguns nutrientes e funções, o resultado disso é muita fraqueza e uma espécie de tremor. Isso ocorre devido a muitas situações estressantes, pouco alimentos oferecidos no decorrer do dia, ou excesso de atividade física na rotina do chihuahua, além de doenças genéticas. Chihuahuas menores tem mais pré-disposição a esta doença graças ao seu estômago e digestão em tempo menor.

Para evitar a hipoglicemia, chihuahuas precisam de maiores quantidades de refeições, sendo essas pequenas, em um espaço de tempo menor, e maior tempo de repouso entre as atividades do dia.

Embora não exista muitas condições que demonstrem anteriormente que seu animal tenha a doença, esteja atento se o chihuahua parece muito cansado, com fraqueza muscular e sonolento. Outro fato é quando o mesmo cai e começa a se debater, igual um ataque de convulsão, nesse caso o corpo está em choque e o animal precisa urgente de açúcar em seu organismo, podendo ser inserido açúcar ou mel em sua boca e depois o cobrir com uma manta e mantê-lo aquecido por trinta minutos. Caso não haja melhora, procure o veterinário pois o chihuahua pode precisar de outro tipo de açúcar.

É necessário que se mantenha uma dieta rica em açúcar, junto às indicações do veterinário, pois cada crise e convulsão são mais difíceis de serem tratadas. Muitos incluem a ingestão de iogurtes e mel que são fontes naturais e saudáveis de açúcar junto a rações mais específicas para chihuahua com essa doença.

Hidrocefalia

O chihuahua tem uma diferenciação única igual aos recém-nascidos humanos de ter uma moleira, no meio do crânio, na parte superior de sua cabeça. Embora seja confundida com hidrocefalia, as duas coisas são muito diferentes, pois uma é uma condição natural e outra uma espécie de água em excesso na região do cérebro-espinhal.

Geralmente, os animais assim como os recém-nascidos já nascem com essa doença, ou pode ser causada por uma infecção nessa região.

Hidrocefalia no Chihuahua
Hidrocefalia no Chihuahua

Como é muito confuso para simples donos de chihuahua diagnosticarem se o animal tem ou não a doença, o ideal é leva-lo ao veterinário quando nascer, e estar atento a crescimento de protuberâncias nessa área que sejam maiores que o dedo mindinho.

Outras condições são olhos muito grandes, cegueira, uma espécie de comportamento estranho, retardo físico e mental, pouca coordenação motora e os filhotes terem uma espécie de nanismo ou demorarem a crescer. Esses sinais podem não ser frequentes, mas vão se intensificando com o tempo e crescimento do animal.

O diagnóstico é feito igual em humanos por ultrassom e outras técnicas utilizadas somente por especialistas da área. Infelizmente é uma doença que não tem cura, em casos menores pode se aliviar os sintomas com hormônios/esteroides, porém em casos mais graves o animal tem seu ciclo de vida finalizado aos quatro, cinco meses de idade.

Inchaço do Joelho

Foto Com Quatro Lindos Chihuahua
Foto Com Quatro Lindos Chihuahua

O inchaço ou deslocamento do joelho é um problema hereditário frequente nos chihuahuas. Porém só aparece com o crescimento e idade mais avançada do chihuahua. A doença pode aparecer em diversos níveis, desde perdendo um pouco a sua locomoção ou perdendo total o seu movimento. Pode ocorrer em ambas pernas ou somente em uma.

O ideal é começar uma fisioterapia antes dos problemas se intensificarem, sendo diagnosticado qualquer problema nos ligamentos da patela de forma prévia pelo veterinário, evitando assim o aleijamento do chihuahua em sua velhice.

Problemas na Traqueia

A traqueia é a passagem de ar que liga a laringe aos brônquios nos pulmões. A traqueia do chihuahua é formada por cartilagem e um tecido específico, sendo esse tecido composto por alguns locais com pelos mais parecidos com cílios. A principal função dos cílios é tirar muco, partículas ou bactérias inaladas (igual a função dos cílios encontrados nos narizes humanos) servindo como uma espécie de filtro para que o chihuahua não inale nada inadequado ao seu corpo ou que possa fechar sua passagem de ar.

Chihuahua Fotografado no Colo da Dona
Chihuahua Fotografado no Colo da Dona

O colapso da traqueia ocorre quando a parte dura do órgão fica fraca devido a alguma atividade interna ou externa feita pelo chihuahua atrapalhando sua respiração. Com a tranqueia enfraquecida essa área pode se irritar, inflamar, aumentando a condição se tornando doenças mais complexas como bronquite.

Alguns sinais dessa doença são uma tosse rouca e persistente, dificuldade para respirar e cansaço excessivo após pequenas atividades.

Casos mais leves, podem ser tratados apenas com medicação e acompanhamento em veterinário, além de redução de stress e também limpeza do local onde o animal vive, evitando poeiras e também animais de pelúcia. Em casos mais graves, apenas com intervenção cirúrgica, porém o resultado não é garantido.

Para evitar essa doença o ideal é sempre usar coleiras que fiquem no peitoral do chihuahua e não no pescoço como em cães maiores, evitando assim atritos e força ao puxá-los em passeios.

Espirro Reverso

Chihuahua Com o Nariz Espirrando
Chihuahua Com o Nariz Espirrando

O espirro reservo ou dificuldade para respirar embora assuste são condições encontradas de forma comum em cachorros pequenos, devido ao seu pequeno sistema de respiração, alta excitação e maior stress. Ele fica espirrando por muito tempo ou com dificuldade para respirar após muitas atividades físicas ou situações de perigo.

Embora pareça preocupante, o espirro reverso tem duração de poucos minutos ou até mesmo segundos, e pode ser aliviado com massagem no pescoço do chihuahua ou evitando seu engasgamento, não o deixando engolir o que estiver na traqueia ou boca. Caso seu cão esteja muito agitado durante o ataque de espirro, atrair sua atenção para outra atividade batendo palmas ou mostrando algum brinquedo para o chihuahua também o ajuda a respirar pela boca e por fim engolir o que está incomodando o animal.

Problemas nas Glândulas Anais

As glândulas anais do seu chihuahua ficam uma em cada lado na musculatura do anel anal. Ambas se esvaziam no reto via um pequeno caminho. Algumas vezes, a secreção torna-se muito grande, acumulando no caminho/duto, e a protuberância pode ser vista facilmente pelo lado de fora, parecido com uma hemorroida.

Casal de Chihuahua
Casal de Chihuahua

Os sintomas além das protuberâncias são coceira, dor que podem ser identificados pelo seu chihuahua arrastando o traseiro no chão ou lambendo as glândulas, como uma forma de eliminar ou aliviar os incômodos.

Caso esse problema seja identificado, leve o chihuahua ao veterinário, para que o profissional o ensine como esvaziar esse duto ou em casos mais graves, resolva a condição de forma cirúrgica, geralmente um cone no pescoço do chihuahua para que o animal não lamba ou morda o local e atrapalhe a cicatrização é o suficiente para a cura total após um dos dois procedimentos.

Veja também

História da Barata e Origem do Animal

O nome barata deriva do idioma espanhol cucaracha, que significa barata. A transição da palavra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *