Home / Animais / Curiosidades Sobre a Maritaca e Fatos Interessantes

Curiosidades Sobre a Maritaca e Fatos Interessantes

O que não falta na natureza são aves exóticas, que, além da beleza exuberante, são dotadas de fatos bem curiosos a respeito delas. É o caso da tão popular maritaca, um nome um tanto genérico e que engloba uma gama muito grande de outras aves.

E, é justamente da maritaca (ou, das maritacas) que vamos falar um pouco mais a seguir, mostrando algumas curiosidades desses pássaros fascinantes.

A Grande Família

Maritaca, na verdade, não é, necessariamente, a designação de uma espécie específica de ave, e sim, um termo popular que se refere, de um modo geral, às várias espécies de aves pertencentes à família dos psitacídeos. Essa família é o grupo do qual temos as aves mais inteligentes do reino animal, possuindo o cérebro mais desenvolvido, e que são justamente as que conseguem imitar todos os tipos de sons, incluindo falas humanas.

A depender da região, o termo maritaca vai denominar aves de médio porte, menores que os papagaios. Não é à toa, inclusive, que existam tantos nomes diferentes para designar as maritacas: maitaca, baitaca, cocota, humaitá, maitá, sôia, suia, caturrita, entre muitas outras. Portanto, quanto menor o conhecimento em relação à diferenciação das aves, maior será a tendência de chamar de maritaca todo psitacídeo menor que um papagaio.

Algumas Maritacas

Interessante notar que é a variedade de aves que abarcam esse termo maritaca em nosso país, englobando uma grande quantidade de espécie. Uma delas é o periquitão-maracanã, cujas características físicas incluem uma cabeça em forma oval, uma coloração verde na maior parte do corpo, e algumas penas vermelhas no pescoço. Atingem cerca de 32 cm de comprimento,reside em florestas úmidas, semi-úmidas, pântanos, florestas de galeria e palmares de Buriti nas Planícies.

Outro tipo bem comum de maritaca é a maitaca-verde, que possui em tono de 25 cm, e é uma das espécies mais coloridas dessas aves. Possui a cabeça numa coloração cinza-azulada, uma faixa roxa no pescoço, bico amarelado, asas verdes e uma ponta do rabo vermelha. A vocalização que emite é bem semelhante à do papagaio-verdadeiro. Habita em florestas úmidas, de galeria, savanas e áreas cultivadas.

Por fim, podemos destacar o periquito-de-encontro-amarelo, que além da característica física que lhe dá nome, tem penas totalmente verdes, e uma pele branca envolvendo os olhos. É também conhecido como periquito-de-asa-amarela e periquito-estrela, podendo ser encontrado não somente no Brasil, mas nos seguintes países também: Bolívia, Argentina, Paraguai, Uruguai e Peru.

Sexo não-Visível

Casal de Maritaca
Casal de Maritaca

A maritaca, ao contrário de outras aves, não possui um sexo que fique a olhos vistos. Na verdade, para identificar essa característica, é necessário fazer um exame de sexagem, ou mesmo de DNA, que é realizado a partir de algumas gotas de sangue, ou então com algumas de suas penas. Existe ainda a possibilidade de fazer uma laparoscopia para que se possa visualizar com mais nitidez o sexo delas, que, inclusive, é interno.

Por sinal, o acasalamento entre macho e fêmea de maritacas se dá entre os meses de agosto e janeiro, o que resulta na colocação de 3 a 5 ovos., que são chocados em até 25 dias. Até os dois meses de idade, os filhotes são constantemente alimentados pelos pais. Sim, as maritacas são monogâmicas.

Maritaca não é Papagaio

Por conta de algumas poucas semelhanças físicas, muitas pessoas podem até confundir as maritacas com os papagaios, mas, é bom ficar atento: são dois tipos de aves bem distintos. A primeira diferença entre elas é que os papagaios são maiores, e mais “encorpados”, digamos assim, chegando a ter 40 cm de comprimento, e pesando quase 800 g. Porém, essa não é a única diferenciação.

Além do tamanho, outra distinção bem clara é que os papagaios, ao contrário das maritacas, possuem mais poder socialização, em especial, com nós, seres humanos. Eles, portanto, comunicam-se bem mais e são um pouco mais inteligentes.

Outra característica bem particular dos papagaios é que eles possuem unhas bem mais afiadas do que as maritacas, e as penas de suas asas e caudas são bastante curtas. Ainda como diferenciação, temos o tempo de vida dessas aves. Enquanto as maritacas podem chegar a apenas 25 anos de idade, os papagaios podem atingir até os 80 anos.

E, sim, os papagaios, até por serem mais inteligentes, conseguem imitar melhor o vocabulário humano, apesar de não saber o significado das palavras.

Cuidar de Uma Maritaca Exige Empenho

Se você quer cuidar ou já está criando uma maritaca, é bom saber mais alguns detalhes dela. O primeiro é que se trata de uma ave silvestre que aprecia muito a liberdade em um espaço amplo. Portanto, deixar a maritaca em uma gaiola é maltratar o animal, já que, dessa forma, o bichinho ficará estressado, podendo adoecer.

Outra característica muito importante para a criação dessas aves é que elas gostam muito de áreas verdes, que seja, o correto é que a sua casa fique o mais próximo possível de um habitat verde e arborizado. Ou, pelo menos, que fique próximo de um jardim muito bem equipado.

Claro, lembre-se do óbvio: as maritacas pertencem a uma classe de animais dos quais você precisa ter autorização do Ibama para poder criar. Existem estabelecimentos autorizados pelos órgãos competentes que disponibilizam essas aves. É bom ter tudo legalizado para evitar problemas com a lei, concorda?

Nesses locais autorizados, você terá que obedecer a todos os trâmites de registro, com direito a nota fiscal a tudo, além de um dispositivo de marcação, como uma anilha ou até mesmo um microchip.

Ensinando uma Maritaca a “Falar”

Como já dito aqui, a maritaca não imita o vocabulário humano tão bem quanto o papagaio, mas, ainda assim, você pode “ensiná-la”. É um pouco trabalhoso, porém, pode dar resultado. Primeiro, é preciso que apenas uma pessoa se proponha a ensinar à maritaca, preferencialmente, fazendo uma voz bem aguda. Se não for “falar”, pelo menos, dá para fazer o bichinho assobiar.

Inclusive, ensinar essa ave a comer a comida que você deixa pra ela é muito mais fácil, bastando colocar pequenos pedaços na boca do animal para ele associar que é alimento, e colocar sempre outros pedaços dessas fritas ao seu alcance. Gradativamente, ela comerá sem precisar ser estimulada.

Veja também

Tudo Sobre o Pinguim: Características, Nome Científico e Fotos

A fauna do nosso planeta possui uma variedade gigantesca de espécies e isso é um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *