Home / Animais / Curiosidades Do Texugo e Fatos Interessantes Sobre o Animal 

Curiosidades Do Texugo e Fatos Interessantes Sobre o Animal 

Os texugos são muitas vezes comparados aos gambás, guaxinins ou marmotas, por conta de suas semelhanças. Pertence a família dos mustelídeos (Mustelidae) que são uma família de mamíferos da ordem dos carnívoros e que possuem ampla distribuição geográfica, estando espalhados por todos os continentes, exceto na Oceania. O continente que apresenta uma maior variedade de espécies desse grupo é a Ásia. O termo “Texugo” é usado para nomear uma variedade de predadores que pertencem a essa família.

Sendo um animal que possui hábitos noturnos, o texugo pode ser considerado bastante corajoso. A maioria das espécies de texugo possui uma visão relativamente fraca, portanto, seu olfato é muito bem desenvolvido. Suas glândulas anais são bastante desenvolvidas e produzem secreções com um odor intenso, o que ajuda com que eles possam se comunicar através do olfato.

Curiosidade 1: Características

São mamíferos que possuem um tamanho médio, patas reduzidas, um pescoço curto e uma cabeça pequena. Sua cauda geralmente é curta e seu focinho é alongado. Eles também possuem unhas grandes e fortes, o que os ajudam na hora de escavar e fabricar suas tocas. Sua dentição é forte e afiada, o maxilar inferior é articulado ao superior, o que faz com que a deslocação do maxilar seja quase impossível. Isso permite que o texugo consiga manter sua presa com uma tenacidade alta, porém, limita o movimento de sua mandíbula, tanto no movimento de abrir e fechar quanto no de escorregar de um lado para o outro.

As diferentes espécies de texugo possuem tamanhos que podem variar de 33 a 81 cm de comprimento, sem contar com sua cauda, e possuem em torno de 23 a 30 cm de altura. A maioria dos texugos tem o pelo cinza ou marrom. Várias espécies possuem marcas brancas ou pretas no meio de seus rostos e de suas costas.

Curiosidade 2: Alimentação

A alimentação do texugo é bem variada, principalmente pelo fato dele ser onívoro, o que faz com que eles não se alimentem exclusivamente de carne ou somente de plantas, eles possuem um metabolismo que se adapta a essas diferenças alimentares sem terem nenhum problema.

Possuindo hábitos noturnos, ele sai de sua toca durante a noite para ir em busca de alimento. Ele também pode aproveitar do fato de ser um ótimo escavador e cavar em busca de pequenos animais escondidos, como por exemplo, esquilos, coelhos e camundongos. Eles também se alimentam de insetos, lagartos, cobras, pássaros, capim, plantas, raízes, frutas e mel, que eles gostam bastante.

Texugo do Mel se Alimentando
Texugo do Mel se Alimentando

Curiosidade 3: Habitat

Como já sabemos, os texugos moram em tocas, e além delas fornecerem certa segurança para eles, elas os protegem do frio durante os longos invernos. A toca deles é um trabalho que vai de geração para geração, pois ela começa apenas sendo um buraco debaixo da terra e um túnel comprido que leva para o único quarto da toca. Depois, quando nascem os filhos, os netos e até os bisnetos, é que a casa cresce e ganha mais quartos, mais corredores e mais entradas também. Existem algumas tocas que possuem 30 entradas e mais de 20 moradores.

Curiosidade 4: Reprodução

Independente de quando ocorrer o acasalamento, os filhotes só vão nascer nos primeiros meses do ano. Isso acontece graças à implantação diferida, que consiste em, após a cópula, dá-se a suspensão do desenvolvimento do embrião, pois o ovo fecundado só se implanta no útero três a dez meses mais tarde. Após o período de gestação que demora sete semanas, é normal que nasça de 1 a 5 filhotes. Geralmente eles nascem entre janeiro e abril e como acontece com todos os mamíferos, a fêmea fica responsável pelos cuidados parentais, que cuida dos filhotinhos até o primeiro inverno.

A maturidade sexual dos texugos machos é atingida quando eles possuem 1 ou 2 anos de idade e a das fêmeas é alcançada entre os 12 e 15 meses.

Os texugos possuem a estimativa de vida de no máximo 14 anos no estado selvagem e até os 16 anos estando em cativeiro.

Curiosidade 5: Comportamento

Três Espécies de Texugos
Três Espécies de Texugos

O comportamento dos texugos podem se diferenciar de família para família, mas algo que é comum entre todos eles é o fato de todos abrigarem tocas subterrâneas. Alguns podem viver solitários e estar sempre mudando de casa, já outros, preferem formar clãs. O tamanho do clã é variável e pode ir de 2 até 15 indivíduos.

Os texugos são animais ferozes e que fazem de tudo para protegerem seus filhotes. São capazes de repelir animais muito maiores que eles, como raposas, lobos, ursos e coiotes. Também podem se tornar extremamente agressivos se forem colocados em situações de pressão. Os texugos conseguem correr até 30 km por hora durante curtos períodos de tempo.

Todos os texugos, independente da espécie a qual pertencem, possuem glândulas odoríferas próximas da cauda. Eles são capazes de disparar um líquido com um odor muito ruim, que saem dessas glândulas e vão em direção aos inimigos do texugo, com isso eles ganham um tempo para fugir. Quando estão fugindo de algum animal, eles também conseguem cavar rapidamente um buraco no chão com suas patas da frente e assim desaparecer depressa.

Curiosidade 6: Como Eles Se Comunicam

Dois Texugos Juntos na Floresta
Dois Texugos Juntos na Floresta

Os texugos conseguem se comunicar de várias maneiras diferentes. Eles geralmente usam posturas visuais para indicarem comportamento agressivo. Quando sacudem a cauda e raspam as pernas traseiras são sinais de agressão quando os indivíduos se sentem ameaçados. Quando aumentam suas caudas é um sinal de excitação sexual. Eles também conseguem se comunicar entre si através de ruídos. Os ruídos dos machos e das fêmeas significam agressão e defesa quando os animais se sentem ameaçados. Ruídos lamentosos mais altos significa que eles estão sento atacados.

A marcação através do cheiro é uma forma fundamental de comunicação para os texugos da Eurásia. As glândulas anais são usadas para marcar os territórios do grupo. Além disso, o cheiro da urina também pode servir para indicar a condição de cio das fêmeas.

Curiosidade 7: Estado de Conservação dos Texugos

De acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), a maioria das espécies de texugo não está ameaçada e nem em perigo. Apenas em lugares como o Vietnã, China, Laos e Mianmar que eles correm perigo que começarem a ser ameaçados.

Veja também

Quais os Animais Com Menor Tempo de Gestação?

Explorando o que acontece nas diversas espécies, há tantos aspectos que os unem, mesmo que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *