Home / Animais / Criação de Pintado em Caixa d’Água: Como Fazer?

Criação de Pintado em Caixa d’Água: Como Fazer?

A prática da aquicultura é uma atividade de grande valor econômico em todo o mundo. Para exercê-la, é necessário que o aquicultor tenha como critérios de escolha as características físicas e comportamentais do peixe cultivado. Dentre as espécies mais cultivadas nesta modalidade, estão os peixes de água doce, como o peixe Pintado. Neste artigo, iremos descobrir as características físicas e comportamentais e demais informações para a criação deste animal em caixa d’água.

Características Gerais do Pintado

Pintado no Fundo da Água
Pintado no Fundo da Água

O peixe Pintado, conhecido cientificamente como Pseudoplatystoma corruscans, é um animal vertebrado que faz parte da classe dos Actinopterígenos (Actinopterygii), da ordem dos Siluriformes e da família dos Pimelodídios (Pimelodidae). Seu gênero é o Pseudoplatystoma e, devido a isso, é parente direto de espécies como o Atigrado, Cachara e o Curimbatá. Dentre as demais espécies desta família, é possível listarmos os seguintes peixes:

  • Pseudoplatystoma fasciatum 
  • Pseudoplatystoma tigrinum 
  • Pseudoplatystoma reticulatum 
  • Pseudoplatystoma corruscans 
  • Pseudoplatystoma orinocoense
  • Pseudoplatystoma metaense 
  • Pseudoplatystoma magdaleniatum 
  • Pseudoplatystoma punctifer 

O Pintado pode ser chamado de diversos nomes, entre eles, Bagre ou Peixe-Gato (por ser um siluriforme) Ponto e Vírgula, Brutelo, Caparari, Moleque, Loango e Surubim-Caparari.

Morfologia

O peixe Pintado tem o corpo completamente liso, sem a presença de escamas, por isso, pode ser classificado como um peixe de couro. O formato de seu corpo é tubular e um tanto prolongado, de forma que a cabeça (achatada) e o rabo seja uma extensão do seu corpo (é notável que o rabo vai se afinando, em relação à cabeça). Um Pintado pode atingir de 50 a  2 m de comprimento, sendo que o peso varia entre 60 a 80 kg.

A cor do Pintado é cinza-escuro na parte dorsal, mas vai clareando no ventre. Sua característica principal (e a que lhe nomeia), são as pintas espalhadas por todo o dorso, que são pequenas em relação as de seus parentes, todas de coloração preta e podem ser circulares ou ovais. 

Suas nadadeiras e barbilhões (uma espécie de bigode localizado nas laterais da boca) têm a coloração escura, porém um pouco avermelhada. É importante frisar que peixes que apresentam barbilhões, tem neles uma importante ferramenta de defesa, pois apresentam ferrões (junto as suas nadadeiras).

Habitat, Alimentação e Comportamento do Pintado

É um peixe de vida específica em água doce, podendo ser encontrado nas bacias de rios como o Prata, o São Francisco e o Paraná. Especificamente em bocas de cochirros, malhas de aguapés e camalotes. Na América, além do Brasil o Pintado pode ser encontrado em países como Paraguai, Argentina e Uruguai.

É um peixe de hábitos e atividades noturnas. Tem um comportamento pacífico na maior parte do tempo; porém é agressivo quando ameaçado ou no momento da predação (pode se alimentar de animais maiores que ele). Sua alimentação é piscívora e formada de pequenos peixes, na maior parte das vezes. Existem uma infinidade de pequenos peixes de água doce, que fazem parte de sua dieta. Dentre elas, podemos citar:

  • Tuvira;
  • Tilápia;
  • Muçum;
  • Piaus;
  • Lambaris;
  • Curimbatá e;
  • Minhocuçu
    Peixe Pintado Nadando no Raso
    Peixe Pintado Nadando no Raso

Costumam se alimentar nos baixos cursos dos rios e em maior quantidade, após o período de reprodução e durante as cheias anuais.

Reprodução do Pintado

A reprodução do Pintado ocorre entre dezembro e fevereiro (período de chuvas e cheias dos rios), em meio aos cursos superiores dos lagos e rios que costumam habitar (por isso, é um peixe que migra para que realizem a desova). Como todos de sua família, tem alto potencial de fecundidade, mas seu período de reprodução é curto.

Após a cópula, as fêmeas realizam a desova na região de cabeceira dos rios, quando a correnteza está forte e turbulenta. Dessa forma, a água se torna mais oxigenada, o que gera uma condição propícia para que os pequenos peixes se desenvolvam e se encaminhem para os baixos cursos do rio, local em que há mais alimento e abrigo.

Criação do Pintado em Caixa D’Água

O Pintado é um peixe considerado uma ótima escolha para criação e pesca, devido ao seu porte robusto (por isso, difícil de capturar); sua alta taxa de reprodução e fertilidade; a facilidade do cuidado (pois tem fácil adaptação ao cativeiro); e sua carne saborosa (e de alto valor mercadológico). Todos esses fatores fazem do Pintado, um animal bastante rentável para o praticante de aquacultura e piscicultura.

Como o Pintado é considerado um peixe de grande porte, para começar sua criação, é necessário um ambiente com bastante espaço, como tanques ou pequenos lagos. Pensando nisso, que ultimamente os recém criadores começaram a criar Pintados em Caixas d’Água, como uma solução aparentemente barata, prática e satisfatória.

Criação de Pintado em Caixa D’Água
Criação de Pintado em Caixa D’Água

Como Fazer?

Neste caso, para a criação de peixes em caixa d’áqua, é necessário que o criador faça de acordo ao Sistema de Recirculação de Água (ou Sitema RAS), de forma que o criador/produtor de peixes promova o reaproveitamento da água utilizada dentro do reservatório.

De acordo com criadores experientes no Sitema RAS, ao todo deverão ser gastos no entorno de R$1,5 mil para a instalação adequada das caixas e bombas. É necessário que além das bombas de filtragem, o criador tenha também algumas pequenas pedras que capturam possíveis impurezas não filtradas.

Serão necessárias várias caixas d’águas para que a criação de Pintados seja efetiva. Para isso, além do tanque de filtração, é preciso de dois “tanques” para a criação dos filhotes e/ou óvulos por chocar; e mais cinco “tanques” para a chamada “engorda” dos Pintados, período em que estes irão crescer e se desenvolver. 

No caso do Pintado, são ao todo de 13 a 14 meses para que haja o desenvolvimento completo e esteja apto ao abate para a venda. O criador deverá transportar os peixes de um tanque a outra, a medida que crescem, sendo que quanto maior o peixe, maior o tanque: para a fade de engorda, o tanque deverá medir entre 5 a 11 mil m².

Cuidados Específicos

Para a criação do Pintado, é necessário que a temperatura da água esteja medindo entre 22 a 30 °C de temperatura. A acidez deverá ser de média a baixa, com o pH variando de 6 a 8. Outro fator importante ao que o criador deverá se atentar, é em relação à dureza da água, ou seja, qual o estado da concentração de cálcio e magnésio; no caso do Pintado, a água deverá ter uma quantidade entre baixa e mediana desses minerais, ou seja, a água deverá ter baixa ou mediana dureza.

Quando na natureza, esta espécie tem o costume de se alimentar de pequenos peixes. Porém, na vida em cativeiro, o criador deverá providenciar uma dieta a base de ração, em forma de peletes extrusados, em variados tamanhos, que atendam o Pintado de acordo a sua idade.

Veja também

Tudo Sobre a Raposa Prateada: Características e Nome Científico

A raposa-prateada é um animal extremamente raro e até mesmo associado à crenças místicas. Na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *