Home / Animais / Criação de Mulas Marchadeiras: Como Fazer? O que Precisa?

Criação de Mulas Marchadeiras: Como Fazer? O que Precisa?

As mulas são animais equídeos, na realidade sem nome científico de espécie definido, uma vez que são resultantes do cruzamento entre uma égua (nome científico Equus cabalus) e um asno (nome científico Equus asinus).

Há casos em que há cruzamento inverso, ou seja, de um cavalo com um asno fêmea. Nestas situações, o animal resultante recebe o nome de bardoto.

Mula e bardoto são animais considerados estéreis. Contudo, as práticas de cruzamento são motivadas pela necessidade de utilização destes como animais de montaria, tração e cargas. Mesmo sendo considerados estéreis, há casos (embora raríssimos), nos quais as mulas deram conceberam potros (60 casos, mais precisamente).

A mula é considerada mais resistente às doenças e à fadiga que o cavalo, logo, de certa forma mais adaptada ao transporte de grandes cargas. Muitos acreditam que as mulas também são mais inteligentes do que os cavalos e possuem capacidade de trabalhar por até 35 anos.

Contudo, mesmo com a grande aplicabilidade como animais de carga, é possível treinar e criar as mulas para marcha, ou seja para cavalgadas. Muitas mulas são vendidas justamente com a descrição de mulas marchadeiras, cujos valores variam entre R$ 5.000 a R$ 15.000.

Mulas e jumentos estão sendo cada vez mais valorizados, ganhando destaque em leilões, feiras e exposições. Também já são cotados para muitas provas funcionais.

As mulas também podem ser chamadas de muares ou burros.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre a criação desses animais.

Então venha conosco e boa leitura.

Mulas na História do Brasil

Burros e mulas tiveram uma grande participação na história do Brasil, uma vez que graças ao transporte de alimentos, mercadorias, armas e munições em seus lombos, o país de desenvolveu.

Os muares (como são chamados) participaram ativamente carregando as maiores riquezas do Brasil colonial como o ouro das minas, o café das fazendas e o açúcar dos engenhos. O uso desses animais se estendeu posteriormente para auxiliar nos cuidados e vistoria do gado, assim como para preparar o solo para práticas agrícolas.

Mulas Características Físicas

As mulas são bem semelhantes fisicamente aos cavalos. Suas orelhas compridas permitem uma melhor percepção dos sons. Os cascos são relativamente pequenos, as narinas são afiladas, e as canelas secas. As crinas são curtas e dispostas para cima. Em alguns casos, essas crinas podem se apresentar como longas e caídas, tal como ocorre com a maioria dos equinos.

Sua cabeça e pernas são do mesmo feitio que os dos jumentos. Contudo, o diagrama corpóreo é o da égua.

O peso desses animais varia entre 250 a 400 quilos, já a altura pode estar compreendida entre 1,3 a 1,5 metros.

Mulas Características Comportamentais

Mula Com o Filhote
Mula Com o Filhote

Quando as mulas estão no limite de resistência, deitam-se no solo para descansarem e, dessa forma, recarregarem as suas forças. Tal comportamento estratégico não é observado nos cavalos, uma vez que eles (assim como oitros equinos) andam até morrerem.

São animais hábeis, amigos e fiéis ao homem. Possuem percepção aguçada, fator que permite com que dificilmente sejam colocados em situações de risco. São animais prudentes e não costumam manifestar reações afoitas à presença de barulhos ou sustos.

Criação de Mulas Marchadeiras: Como Fazer? O que Precisa?

Em relação aos cuidados básicos durante a criação, é importante ter em mente que esses animais conseguem viver com menos água do que os cavalos e até 25 % das necessidades calóricas do cavalo.

A higienização dos estábulos, controle de vermes e carrapatos são tópicos que não devem ser negligenciados.

Caso sejam criadas para andar em terrenos planos, não precisam de ferraduras, uma vez que possuem cascos quase tão duros quanto o marfim (como os populares gostam de descrever).

Quesitos Avaliados no Julgamento da Marcha

Vários tópicos devem ser avaliados, tais como a comodidade para o cavaleiro, a movimentação dos membros, o estilo da marcha, o diagrama da marcha (ou seja, os tempos de tríplice apoio no solo), a estabilidade e regularidade na postura do cavaleiro.

Durante concursos, esses quesitos são avaliados dentre do tempo médio de 30 a 40 minutos.

Modalidades de Marcha: Marcha Batida e Marcha Picada

A marcha é basicamente o deslocamento intercalado em apoios, chamados de bipedais e tripedais. Termos que são familiares aos amantes de equitação.

Na marcha batida, os apoios laterais e tríplices ocorrem em segundos, durante o momento de troca de apoios durante o deslocamento. Essa transição entre os apoios é quase imperceptível. Basicamente, trabalho com 4 tempos, e os toques dos cacos dos equídeos soam de dois em dois (1,2/ 3,4). A marcha batida oferece maior elegância para a equitação clássica e para a equitação esportiva. A correta posição do cavaleiro na sela também auxilia na obtenção desse tipo de marcha.

Na marcha picada, há predomínio dos apoios laterais e tríplices em relação à batida. Logo, a permanência nos apoios laterais não é mais prolongada do que a permanência nos apoios diagonais.

Os jumentos são únicos equinos a andarem naturalmente em marcha, e marcha picada. Esta modalidade de marcha possui maior predomínio nos países da América do Sul, especialmente no Peru e na Colômbia.

O tempo é o principal fator de diferenciação entre esses 2 tipos de marcha.

Definir um tipo de marcha é importante, mais ainda mais relevante é avaliar periodicamente os cascos dos equinos, de modo a evitar e prevenir danos.

*

Agora que você já conhece importantes informações sobre as mulas, nosso convite é para que continue conosco para visitar também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade nos campos da zoologia, botânica e ecologia de um modo geral, com artigos especialmente produzidos pela nossa equipe de redatores.

Você pode pesquisar os tópicos de seu interesse no nosso campo de busca no canto superior direito.

Divirta-se e até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Compre Rural. Burros e Mulas: Porque profissionais preferem eles no trabalho. Disponível em: < https://www.comprerural.com/conheca-tudo-sobre-burros-e-mulas-e-porque-profissionais-tem-usado-esse-tipo-de-animal-no-trabalho/>;

Compre Rural. Diferença: Marcha batida X Marcha picada. Disponível em: < https://www.comprerural.com/diferenca-marcha-batida-x-marcha-picada/>;

Cursos CPT. Muares- animais de carga, resistentes, inteligentes, de fácil manejo e vida longa. Disponível em: < https://www.cpt.com.br/cursos-criacaodecavalos/artigos/muares-animais-de-carga-resistentes-inteligentes-de-facil-manejo-e-vida-longa>;

Veja também

História da Harpia e Origem do Animal

Você já ouviu falar da harpia ? Pois bem, essa ave é o mesmo conhecido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *