Home / Animais / Comportamento do Jacaré, Hábitos e Modo de Vida do Animal

Comportamento do Jacaré, Hábitos e Modo de Vida do Animal

O jacaré é um animal muito conhecido no Brasil. É interessante aprender sobre seus hábitos e seu modo de vida.

Alligatoridae é uma família de répteis semi-aquáticos grandes da ordem Crocodilia, cujos seres são comumente conhecidos como jacarés.

Eles se parecem com lagartos, possuem pele grossa e mandíbulas longas, cheias de dentes grandes e afiados.

Jacaré: Características

A ordem Crocodilia aparece no registro fóssil de cerca de 84 milhões de anos atrás, no fim do período cretáceo. Atualmente, as espécies existentes são divididas em três famílias: Alligatoridae (jacarés), Crocodylidae (crocodilos) e Gavialidae (gaviais).

Todos esses possuem as seguintes características em comum: focinho longo, dentes inseridos em cavidades ósseas como nos mamíferos, substituição dos dentes ao longo de sua vida, entre outras. Os animais podem arrastar-se, andar com as patas flexionadas ou eretas. De qualquer forma, eles podem se locomover tanto devagar quanto rapidamente.

Um aspecto que distingue os animais da família Alligatoridae dos Crocodylidae e Gavialidae é a tolerância à salinidade. Os crocodilos e gaviais possuem glândulas salinas funcionais (isto é, glândulas salivares modificadas) que permitem excretar o excesso de sal e, portanto, conseguem tolerar melhor ambientes salinos.

Os “verdadeiros jacarés” pertencem ao gênero Alligator e estão restritos a apenas duas espécies – Alligator mississippiensis, que habita o sul dos Estados Unidos e Alligator sinensis que habita o rio Yangtze na China. Apenas nos Estados Unidos espécies de jacarés e crocodilos convivem no mesmo ambiente.

Os jacarés começam a se reproduzir na primavera. Após o cortejo, que pode incluir vibrações subaquáticas do tronco do macho, os futuros pais usam a vegetação para construir o ninho onde serão postas de uma a cinco dúzias de ovos, dependendo da espécie.

Os ovos geralmente são postos uma vez por ano, no meio do verão, e a eclosão ocorre de um a dois meses depois. As fêmeas respondem a sons emitidos pelos filhotes e os ajudam a sair do ninho, desenterrando os ovos.

O sexo dos filhotes é determinado com base na temperatura do ninho é um aspecto presente em várias espécies. Baixas temperaturas (abaixo de 31 °C) produzem fêmeas e altas temperaturas (acima de 32 °C) produzem machos.

Jacaré: Hábitos E Comportamento

Os jacarés vivem próximos à água doce e são encontrados em lagos, córregos, rios lentos, pântanos e outros habitats em áreas úmidas. Eles preferem locais com água lenta ou parada. Além disso, são presenças constantes em áreas cheias de vegetação e água turva.

Os jacarés são ectotérmicos (animais “de sangue frio”) e geralmente são vistos se aquecendo fora da água. Embora pareçam animais lentos, especialmente quando se arrastam pelo chão, suas pernas curtas podem fornecer aceleração suficiente para alcançar presas nas proximidades.

Também é comum ver jacarés flutuando na superfície da água, deixando apenas seu nariz e dorso expostos. O animal consegue manter sua temperatura corporal em equilíbrio tanto por flutuar na superfície aquecida pelo sol quanto por mergulhar para águas mais frias.

Sua presença na água é notada quando eles começam a balançar a cauda e ser impulsionados lentamente para a frente. Mesmo ficando imóveis por bastante tempo, os jacarés podem fazer movimentos súbitos e desaparecer na água. É interessante notar sua capacidade de sair quase verticalmente da água, surpreendendo e atacando de maneira certeira presas em terra.

Os jacarés geralmente vivem em grupos e formam hierarquias de dominância, seja durante o ano todo ou apenas durante o período reprodutivo. Os animais dominantes de cada grupo demonstram sua posição por meio de vários comportamentos que podem incluir bater a cabeça contra a superfície da água e emitir vocalizações altas.

Jacaré: Alimentação

Os membros da família Alligatoridae desempenham uma função ecológica valiosa na cadeia alimentar. Eles consomem invertebrados (caracóis e crustáceos), vertebrados (peixes), mamíferos (capivara), além de pássaros e tartarugas.

Porém, os filhotes de jacaré são predados por aves de rapina, grandes felinos, lontras, grandes peixes e tartarugas. Isso acaba acontecendo às vezes, apesar dos grandes esforços dos pais em proteger seu ninho e seus filhotes.

Há algumas diferenças na dieta dos jacarés ao longo da vida. Os animais jovens se alimentam de caracóis e outros pequenos invertebrados, já os adultos caçam peixes, pequenos mamíferos, outros répteis (incluindo jacarés menores) e pássaros.

Jacaré se Alimentando
Jacaré se Alimentando

No entanto, a alimentação pode mudar de acordo com as possibilidades que o ambiente oferece. Espécies maiores de jacaré na idade adulta geralmente buscam presas grandes como veados e até mesmo gado.

Os jacarés normalmente são predados quando estão dentro dos ovos e quando são filhotes. Guaxinins, quatis, gambás, raposas e outros mamíferos, bem como cobras e vários répteis, frequentemente atacam ninhos e filhotes de jacaré.

Quando o jovem jacaré atinge cerca de 1 m de comprimento, o risco de ser predado diminui. As sucuris da América do Sul são um dos poucos animais que atacam e matam jacarés adultos. O canibalismo entre grupos de jacarés é raro e eles costumam conviver pacificamente uns com os outros.

Jacaré: Curiosidades

O nome “alligator” deriva do espanhol “el lagarto”, que significa “o lagarto”.

O Alligator sinensis e o Caiman latirostris são espécies que atualmente encontram-se em risco devido à caça e à destruição do seu habitat.

O principal predador dos membros da família Alligatoridae são os seres humanos, que já por muito tempo caçam os animais com o objetivo de usar sua pele como matéria-prima de sapatos, cintos, bolsas e outros produtos.

Embora atualmente as marcas e as pessoas se preocupem cada vez mais com a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente, abandonando produtos cuja produção envolve práticas abusivas e prejudiciais, o interesse humano pela carne e pele dos jacarés pode representar um risco à preservação das espécies.

Os jacarés, inclusive aqueles que habitam locais de clima mais temperado, não hibernam. Mesmo que as temperaturas nos Estados Unidos e na China sejam muito baixas no inverno, os jacarés americanos e chineses permanecem ativos durante o ano todo.

No entanto, conforme a temperatura cai os animais diminuem suas atividades e podem até ficar inativos. Eles podem optar por ficar em águas rasas, praticamente imóveis, apenas com o nariz para fora da água. Os filhotes podem optar por ficar junto à mãe em terra e, assim como os jacarés adultos, esses também podem viver em tocas durante as estações mais frias.

Os jacarés há muito tempo despertam a curiosidade e o espanto dos seres humanos com seu tamanho, suas cores e seus comportamentos únicos. É interessante notar que eles geralmente representam menos perigo às pessoas do que os crocodilos.

Veja também

Reprodução do Lobo-Marinho: Filhotes e Período de Gestação

O lobo-marinho é um mamífero presente somente em algumas partes do mundo, fazendo parte da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *