Home / Animais / Como o Polvo Vive? Quais os Benefícios do Polvo?

Como o Polvo Vive? Quais os Benefícios do Polvo?

O polvo é conhecido por ser um animal muito peculiar. São sempre lembrados pelos seus pés ligados a cabeça e sua forma de se defender de seus predadores. Além disso, são consumidos em muitas receitas culinárias e podem fornecer muitos benefícios a saúde dos seres humanos. No artigo de hoje vamos falar um pouco sobre os hábitos desses animais e os benefícios de inserir o polvo na sua dieta.

Como todos os frutos do mar, o povo possui grandes quantidade de ômega 3, essencial para um bom funcionamento do nosso corpo. Saiba que eles podem ser um grande aliado na redução de acúmulo de gordura podendo prevenir diversas enfermidades cardíacas como infartos e hipertensão.

 

Para se ter ideia da importância do ômega 3 na nossa saúde, a falta dele pode causar vários sintomas como estresse, falta de vitamina e ausência de alguns minerais. O polvo também é um alimento pouco calórico e pode ser inserido nas receitas de sua dieta. Além de pobre em gorduras ele é pouco calórico e pode auxiliar na redução do colesterol que faz mal para a nossa saúde.

Para aqueles que gostam de praticar esportes, o polvo pode ser uma excelente opção para dar aquele gás a mais no exercício e auxiliar a formação dos músculos. Ou seja, na salada, misturado com outros frutos do mar ou em preparações mais elaborados o polvo é uma boa pedida, pois além de delicioso, também faz muito bem para a saúde.

Características do Polvo

Dados indicam que existem mais de setecentas espécies de polvo em todo o mundo. Eles são animais que vivem no mar e podem ser encontrados em todos os cantos do mundo. Uma das suas características mais marcantes é a presença de tentáculos e a ausência de um esqueleto.

Possuem oito braços que são usados tanto para locomoção quanto para capturar as suas presas. Pode utilizar a camuflagem para “enganar” os inimigos e soltam uma tinta escura que impossibilita que os predadores enxerguem a sua fuga.

Polvo Características

Gostam de se esconder entre algas e pedras no fundo do mar e podem chegar a pesar 5 quilos. Algumas espécies pesam mais 30 quilos e chegam a medir quase três metros de comprimento. Não é à toa que esses animais são conhecidos como monstro dos mares.

Os polvos possuem um complexo sistema sensorial. Possuem algo que se assemelha a um cérebro que fica responsável pela memória e processo de aprendizado do animal. Por esse motivo, esses animais são muito estudados com muito afinco já que sua inteligência é única entre o grupo dos invertebrados.

Habitat dos Polvos

Os polvos preferem as águas dos oceanos. Podem se fixar nas partes mais profundas ou ficar mais na superfície dos mares. Entretanto, uma das maiores espécies de polvo prefere habitar as águas geladas do oceano ártico. Estamos falando do polvo gigante do ártico que pode chegar a pesar mais de setenta quilos. Já o menor representante não chega medir dois centímetros. Como são animais muito inteligentes não são indicados para serem criados em aquários pois pode fugir ou até mesmo devorar outros animais que com eles convivem.

Os polvos possuem uma visão privilegiada e alguns estudos acreditam que eles são capazes de enxergar em cores. Seus braços são fortes e possuem um sistema de ventosas que podem se fixar com muita força em suas presas. Durante uma disputa com os predadores, eles podem soltar um de seus braços e fugirem rapidamente. Isso é possível graças a grande capacidade de regeneração dos polvos.

Pertencem à classe dos Cefalópodes e como todos os integrantes não possuem esqueleto internamente. Você sabia que os polvos três corações? Isso mesmo! O mais importante dele é responsável por bombear o sangue por corpo e os demais fazem a circulação sanguínea nas suas guelras.

Como os Polvos se Defendem?

Os polvos se alimentam basicamente de crustáceos e outros animais marinhos. Por outro lado, são caçados pelo tubarão, golfinhos e alguns peixes de maior porte. Para tentar escapar dos inimigos costumam usar o recurso da camuflagem e se “disfarçam” de rochas, plantas e até mesmo outros animais. O canibalismo pode ser comum entre os animais.

Caso a camuflagem não resolva, os polvos podem utilizar uma nova forma de se proteger: jatos de uma forte tinta para deixar os predadores desnorteados dentro d’água. Uma nuvem escura toma de conta do ambiente e os polvos aproveitam para escapar. A fuga é facilitada, ainda, por um terceiro recurso dos polvos: a presença de impulsionamento por jatos de água.

Quando estão no período de reprodução as fêmeas costumam liberar um hormônio para atrair os machos para o acasalamento. Logo após o processo de cópula, os machos acabam morrendo. Já as fêmeas põem os ovos e tentam protegê-los entre as rochas tomando cuidado para que eles recebam o oxigênio necessário para se desenvolverem bem. O trabalho de cuidado dos ovos é tão intenso, que logo após a eclosão dos ovos, as mamães acabam morrendo de exaustão.

Os filhotes se alimentam de larvas e quando crescem um pouco mais começam a frequentam as partes mais profundas dos oceanos.

Outras Informações Sobre os Polvos

Pesquisas já provaram que os polvos são animais inteligentíssimos. Eles possuem uma memória e podem ser capazes de resolver problemas que envolvem raciocínio. Em alguns testes, ao serem colocados em labirintos, eles sempre aprendiam o caminho a ser seguido e eram capazes de repetir a ação.

Os polvos são capazes, ainda, de abrir recipientes fechados e são objeto de estudos intensos pois se destacam do grupo dos invertebrados por possuírem essas características tão evoluídas.

Encerramos nosso artigo por aqui. Que tal nos deixar um comentário ou uma sugestão logo abaixo?

Veja também

King

Lista de Tipos e Espécies de Pinguins com Nomes, Fotos e Curiosidades

Adelie Nome científico: Pygoscelis adeliae Tamanho: 5,4 kg (m), 4,7 kg (f) Tipo de ninho: …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *