Home / Animais / Como Ensinar o Cachorro a Não Avançar?

Como Ensinar o Cachorro a Não Avançar?

Em muitos momentos, um cachorro pode fazer o seu dono ficar muito constrangido, pois, de forma aleatória, começa a latir para as pessoas e para os outros cães. Além disso, existem situações em que o animal fica muito agressivo, especialmente quando está usando a guia.

Nesse caso, o passeio se torna praticamente impossível, pois o animal faz de tudo para atacar os outros. Existem alguns meios de solucionar esse problema e melhorar o passeio com o seu pet. Leia este artigo e veja se estas dicas são úteis para você.

Com relação aos avanços e latidos, sabe-se que esse tipo de problema é recorrente e costuma se desenvolver com rapidez. Portanto, é preciso ficar bem atento ao comportamento do seu cão.

Em algumas situações, a causa desse problema pode ser uma “rejeição” com outro cachorro. Como solução, é preciso perceber o que faz o seu animal rejeitar outros cães e trabalhar em cima disso.

Outro problema que pode colaborar para agressividade do seu pet é o guia. Alguns cães resistem muito quando seus donos vão colocar esse item no corpo deles. No momento em que o cão está sendo guiado, tudo piora, pois quando vê outro cachorro andando pela rua, ele imediatamente parte para “briga”.

Análise de Comportamento

Para solucionar o problema dos avanços do cachorro, é preciso entender por quais razões ele tem essa atitude. Sempre que passear com o cão, analise o comportamento dele em relação aos outros animais e as outras pessoas.

Por exemplo, o comportamento padrão para os cachorros é se aproximarem uns dos outros caminhando em círculos e se cheirando. Eles fazem isso, pois gostam de analisar e “ler” o mundo através do olfato. É um meio que os cães têm para compreender as coisas.

Quando não segue esse ritual de cheirar e andar em círculos, um cão costuma andar em linha reta até o outro cão e isso normalmente gera uma briga entre eles. Normalmente, quando o cão faz esse caminho reto, ele já possui a intenção de atacar alguém.

Como Ensinar o Cachorro a Não Avançar

Com o uso da coleira, ou da guia, é pouco provável que um cão consiga fazer esse trajeto em círculos, pois está sendo guiado pelo dono. Ou seja, ele acaba andando em linha reta e, ao olhar diretamente nos olhos de outros cães, fica mais agressivo.

Nesse momento, o dono do cachorro costuma piorar a situação, pois, normalmente, ele puxa a corda da coleira com força e diz a frase: “seja bonzinho”. Nesse momento, o cão se sente ameaçado e acaba ficando ainda mais estressado.

Como Proceder

Passo 1

Uma boa ideia para melhorar o comportamento de cães agressivos é fazer o possível para não estimular esse comportamento nele. Como os cães tendem a agir dessa forma por natureza, se isso for estimulado de algum modo, o problema só vai piorar.

Então, faça o possível para evitar a famosa caminhada em linha reta quando o seu cão estiver se aproximando de outro cachorro. E, se poder, evite que ele olhe diretamente nos olhos do outro animal.

Passo 2

Analise quanto tempo o seu cachorro fica perto dos outros sem perder a calma. Verifique se o cão fica irritado apenas quando alguém fica muito próximo dele ou se o simples fato de ver outro cão ou outra pessoa do lado oposto da rua já lhe deixa agitado.

Depois disso, procure levar o seu cão para uma praça ou parque, de preferência em uma área que esteja bem longe de outros cães. Se possível, chame um amigo que tenha um cão comportado para lhe acompanhar nesse passeio.

Leve alguns petiscos com você e, tenha certeza que seu cão está com fome, pois assim, ele dará mais atenção aos petiscos. Depois que fizer isso, peça para o seu amigo caminhar com seu cachorro dentro do seu campo de visão. Posteriormente, peça para ele caminhar de novo, só que, dessa vez, em locais onde você não possa ver (por exemplo, atrás de um carro ou árvore).

Se o seu cachorro se comportar, dê um petisco para ele e lhe faça muitos elogios. O objetivo desse treinamento é fazer o cão associar a presença de outros cães e outras pessoas a um momento positivo. Esse treino irá mostrar para o cão que ele não precisa se irritar só por estar diante de outro animal.

Se, por acaso, não tiver um amigo que tenha um cachorro para te ajudar, procure treinar o seu pet em um local onde todos os cães estejam com guias. Tente manter distância entre o seu cachorro e os demais. Continue fazendo as caminhadas com ele e, sempre que ele se comportar lhe dê um petisco.

Faça sessões de treinamento curtas e tenha paciência, pois talvez demore alguns meses para que o seu cão compreenda a mensagem desse treinamento.

Passo 3

Quando concluir o treinamento, lembre-se que existe a possibilidade do seu cão voltar a agir da mesma forma. Não use punições físicas para lidar com isso, pois a agressão fará o seu cão associar a presença de outros animais a momentos negativos. Se o seu cachorro ficar irritado com a presença de outro, basta ir para um local afastado e recomeçar os treinos.

Seja insistente com o treinamento e sempre recompense o seu cão quando ele se comportar. Procure não dar broncas e tente não deixá-lo ainda mais nervoso. Lembre-se que muitos cães se sentem incomodados apenas por estarem com uma guia, pois isso limita os seus movimentos. Quanto mais paciente você for, maior a chance de melhorar o comportamento do seu cão.

Cachorro Hiperativo

Os cães que possuem comportamento hiperativo ou sofrem de ansiedade normalmente são mais difíceis de treinar, pois acalmá-los é bem complicado. Nessa situação, talvez pedir ajuda para um profissional especializado em comportamento de cães seja a melhor opção.

Um bom meio para deixar o seu cachorro feliz é ajudá-lo a gastar energia. Coisas como jogar bola, correr e passear deixam a rotina do animal muito mais alegre.

Um item que pode ajudar muito na caminhada com o cachorro é uma coleira cabresto, pois, dessa forma, é mais difícil para o cão te puxar durante o passeio. Essa ferramenta é boa para as pessoas que não têm tempo de ensinar o cachorro a andar lado a lado com elas.

Quando seu cachorro apresentar mau comportamento na hora de passear, simplesmente não saia com ele e o deixe “falar” sozinho. Quanto mais você ignorar esse comportamento dele, maior a chance dele perceber que aquela atitude não é aceitável.

Por outro lado, quando seu cão apresentar bom comportamento, recompense essa atitude dele de algum modo. À medida que você deixa o cão falando sozinho no comportamento mau, mas lhe recompensa nos comportamentos bons, os passeios entre vocês dois serão bem mais tranquilos.

Veja também

Quais as Raças Que Deram Origem ao Bulldog Francês?

O Bulldog Francês tem origem do cruzamento entre os cães da raça Terriers Pequenos, e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *