Home / Animais / Como é Produzido o Café Mais Caro do Mundo?

Como é Produzido o Café Mais Caro do Mundo?

Hoje vamos falar de café, pode parecer um pouco estranho, mas é isso mesmo. Mas vamos falar de um café bem curioso, de sua extração até o resultado final. Por isso fique com a gente até o final para não perder nenhuma informação importante

Como é Produzido o Café Mais Caro do Mundo?

Como se não bastasse falarmos sobre o café, vamos revelar o café mais caro do mundo. Mas qual seria o motivo para esse café ser tão cheio de mistérios e ainda custar tão caro? É isso que vamos descobrir hoje. Além disso, o que café poderia ter a ver com ecologia?

Bom a resposta para todas essas indagações é que estamos falando de um café feito utilizando excrementos de um animal, o nome desse café é Kopi Luwak, o país que controla essa produção é a Indonésia. O animal fonte dessa matéria prima é o Civeta, tudo muito diferente do que estamos acostumados né? Você teria coragem de experimentar esse café que é considerado uma iguaria por lá?

Como Funciona?

Grãos de Café
Grãos de Café

Agora vamos explicar um pouco sobre como funciona o processo de cuidados com o animal. O Civeta que está dentro da mesma família dos gatinhos é alimentado com o café além de frutas da região. Aí é dentro dele que toda química acontece, essa mistura de café mais frutas fermenta dentro do seu sistema digestório, depois dessa reação são liberados algumas enzimas e também ácidos que vão transformar totalmente esse grão de café. E então tudo está pronto para mágica acontecer. Então agora, após o Civeta defecar, o produto está pronto. Esse café é uma iguaria muito procurada por diversas pessoas no mundo, e o seu valor é bem alto, cotando entre algo em torno de R$1500,00 o Kg.

O valor se dá pela raridade do produto, por se tratar de uma produção pequena e que exige uma série de cuidados e controles

Mas de onde será que surgiram essas ideias?, é isso que vamos entender um pouco mais com as informações que vamos descrever abaixo.

Como Surgiu o Café Civeta?

Saiba que essa produção não é nada recente, mas sim foi uma ideia obtida na Indonésia por volta do século 18, foi criado com base na necessidade daquele povo na época.

O solo da região era muito fértil e isso chamou a atenção dos Holandeses, que então resolveram plantar café na Indonésia. O café naquela época não era nada acessível, por esse motivo os moradores dali foram proibidos de se beneficiar desse fruto, embora eles trabalhassem nessa produção. Com isso perceberam que o Civeta se alimentava de alguns grãos, aí tiveram a ideia de pegar os grãos que apareciam nos excrementos desses animais. Esses animais circulavam livremente por lá e eram bem rápidos para escolher os melhores grãos, além de comer diversas frutas dali. 

As pessoas começaram a perceber então que esses grãos que estavam nas fezes tinham um sabor especial, resultando em um café menos ácido e mais aveludado. Quando os holandeses perceberam isso ficaram encantados e mais que rapidamente decidiram comercializar aquele grão em específico. Quem diria que a história daria toda essa reviravolta não é verdade? A partir daí a ideia começou a se popularizar e o café Civeta ganhou fama no mundo, por ser um café excêntrico e com sabor único.

Mas fique tranquilo, pois esses grãos recebem todo um tratamento antes de chegar ao consumidor, eles são higienizados, depois passam por um processamento, logo em seguida são torrados e só depois estão prontos para serem embalados. Mas de qualquer forma dá uma sensação estranha, não é mesmo?

Café Caro

Agora a gente se pergunta, mas precisava custar tão caro assim?

Isso na verdade acontecia pois naquela época a produção era muito pequena, pois era tudo muito natural, o processo inteiro levava dias até que o animal se alimenta de grãos e frutas e até que defecasse o produto. Naquela época o produto em produção pequena era ainda mais caro, batendo os  mil reais o Kg.

Infelizmente os animais foram presos em cativeiro para aumentar a escala de produção do café, alguns produtos colocam esses animais em jaulas e os alimentam apenas de grãos de café, dessa forma não se alimentam mais livremente. Os animais não estão mais livres na natureza.

Embora algumas empresas afirmem manter livres esse animais não tem como saber, infelizmente os animais se deram muito mal nessa história. É uma curiosidade bem triste, por esse motivo não compactuamos com essa indústria, e recomendamos não fomentar esse mercado. Mas vamos conhecer um pouco mais sobre esse animal.

Civeta

Civeta
Civeta

Essa é a estrela do nosso post, então nada mais justo do que conhecer um pouco mais sobre ele.

Esse animal é originário da Ásia, faz parte de uma família chamada Viverridae que inclui alguns mamíferos carnívoros. Pode ser conhecido por outros nomes como musang. O nome científico desse animal é Paradoxurus hermaphroditus. A atualização mais recente que temos é de 2008, onde a União Internacional para a Conservação da Natureza indicou o Civeta na lista de animais menos ameaçados, visto que é possível que viva em diferentes habitat. Esse animal se encontra em grande número em diversos lugares, por este motivo na época não havia motivo para grandes preocupações. Já no ano de 2012 infelizmente devido ao aumentos na produção do café civeta os protetores indicaram uma grande procura por estes animais para viverem em cativeiro nesse mercado, e essa pode ser na verdade a maior ameaça a esses animais,

Veja também

Tartaruga

Qual é a Diferença de Jabuti e Tartaruga?

Hoje viemos responder mais uma pergunta sobre animais e suas curiosidades, então se você gosta …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.