Home / Animais / Como Cultivar Amora Gigante Portuguesa em Vaso?

Como Cultivar Amora Gigante Portuguesa em Vaso?

Engana-se quem pensa que não é possível cultivar frutas em pequenos espaços. Um exemplo disse é a amora que pode ser plantada até mesmo em vasos. Acompanhe nosso artigo e aprenda como ter uma linda amoreira na sua casa. Vamos lá?

Cultivo da Amora em Vaso

Não existe nenhum mistério em plantar a amora em vaso. Entretanto, serão necessários alguns cuidados importantes para que a planta possa crescer saudável. Prepare o vaso forrando com pedrinhas para facilitar a drenagem e não esqueça de furá-lo no fundo para auxiliar  que a água escorra e não proporcione o surgimento do apodrecimento das raízes ou algumas doenças.

Uma das formas mais indicadas para a propagação da amoreira é por meio de estacas. Dessa forma, coloque terra e em seguida a estaca no meio do vaso. Não esqueça de deixar o solo bem adubado e rico em matéria orgânica.

Com apenas uma semana já é possível observar a formação dos brotos. O mais incrível é que com pouco tempo você já observará a inflorescência que posteriormente se transformará no fruto.

Não esqueça de deixar a terra sempre úmida para que a planta possa se desenvolver bem e apresente as primeiras amoras. Um detalhe interessante é observar o tamanho do vaso para que ele não fique pequeno com o crescimento da planta. Prontinho! Agora é só se deliciar com suas primeiras amoras caseiras.

Amora Gigante Portuguesa

Essa frutinha tão deliciosa apresenta-se em diversas formas. A mais conhecida delas é a amora vermelha que é amplamente encontrada para venda. Já amora gigante também é conhecida como amora negra e pode ser encontrada facilmente para venda.

São plantas crescem mais facilmente quando estão em climas úmidos e mais amenos. A temperatura indicada para o cultivo da amora é de no máximo 28°C. Entretanto, a fruta adora a exposição aos raios solares e, portanto, adapta-se facilmente em praticamente todos os locais do nosso país.

Por isso, se você não tem a sorte de encontrar um pé de amora pela rua é perfeitamente possível cultivá-la em pequenos espaços seja jardins, vasos, jardineiras e quintais. A falta de espaço não é impedimento para plantar a amora em sua casa, já que são plantas resistentes e que apresentam muita versatilidade e, assim, são completamente adaptáveis aos vasos.

Benefícios do Consumo da Amora

A fruta é docinha e muito saborosa. Além de ser consumida in natura, pode ser utilizada na fabricação de bolos, geleias, sucos e polpas. Elas têm um papel todo especial dentro do equilíbrio ecológico, já que servem de comida para o bicho da seda, que é responsável por fabricar o fio usado na produção do tecido.

A amora é um fruto muito benéfico para a saúde dos seres humanos. Estudos destacam que ela tem propriedades antioxidantes que pode prevenir o aparecimento de doenças como o câncer. Além disso, a fruta também pode ser excelente para processos inflamatórios e de cicatrização.

Benefícios da Amora
Benefícios da Amora

Uma receita muito utilizada é a de farinha da amora, um composto rico em diversos nutrientes e que podem auxiliar nas funções intestinais, proporcionar o emagrecimento e a diminuição dos níveis de colesterol.

Já as folhas das árvores são usadas para o tratamento de osteoporose e alívios das cólicas menstruais. Elas também são utilizadas para a alimentação de animais como bois, carneiros e cabras, em regiões onde a vegetação de solo é mais escassa.

Outras Informações Sobre o Cultivo da Amora

Confira algumas dicas para o cultivo da amora em vaso. Veja:

  • O cultivo da amora não exige utilização de produtos específicos. Elas podem ser cultivadas em associação com outras plantas e podem fornecer sombras para os demais cultivos.
  • A origem precisa da fruta é desconhecida, mas acredita-se que a mora tenha surgido na Ásia. Também existem registro de aparecimento na América
  • Os tipos de amoras mais conhecidos são: amora vermelha, amora branca e amora preta.
  • Para obter sucesso no cultivo da amora é necessário realizar o plantio preferencialmente entres os meses de abril e agosto, já que nessa época o solo e as condições climáticas são mais propícios para o desenvolvimento pleno da planta.
  • As amoreiras podem se multiplicar por sementes, mas a forma de estacas é a maneira mais rápida para a propagação. Após a germinação, fique atento para que a planta não creca mais do que trinta centímetros para ser transportada para o local definitivo. Procure deixar pelo menos cinquenta centímetros de espaço entre uma planta e a outra. As primeiras amoras poderão aparecer por volta de dois anos após a realização do plantio.
  • Atenção para a umidade do solo e procure deixar a planta sempre protegida das temperaturas mais elevadas. Capriche nas regas especialmente nos períodos de estiagem e lembre que o solo da árvore deve ficar sempre úmido. Atente que o excesso de água pode proporcionar problemas de encharcamento. Com relação a poda, a dica é que ela seja realizada na estação do inverno. Seguindo essas simples dicas certamente você terá sucesso no cultivo dessa frutinha tão deliciosa.
    Cultivo da Amora
    Cultivo da Amora

Agora que você sabe como é simples o cultivo da amora gigante que tal iniciar o plantio na sua casa. Lembrando que ela pode se adaptar perfeitamente em vasos e em pequenos espaços.  Vamos lá? Mãos na terra!

Encerramos nosso artigo por aqui, mas convidamos você a deixar um comentário, sugestão ou dúvida logo abaixo. Aqui no Mundo Ecologia você pode encontrar os melhores conteúdos e novidades sobre plantas, animais e natureza. Esperamos sua próxima visita! Até lá!

Veja também

Camaleão Rhampholeon

Camaleão Rhampholeon: Características, Nome Científico e Fotos

Entender mais sobre os animais que habitam o nosso planeta é entender mais sobre nós …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *