Home / Animais / Como Cuidar de um Calango?

Como Cuidar de um Calango?

Os lagartos são repteis extremamente abundantes no planeta, correspondendo a um total de mais 3 mil espécies (ou até mais de 5 mil, em algumas literaturas). As espécies mais famosas que estão inclusas nesta classificação são as iguanas, camaleões e lagartixas. Os calangos são repteis relativamente semelhantes às lagartixas e, até mesmo, frequentemente confundidos com estas. Todavia, diferentemente das famosas lagartixas ‘domésticas’ de parede, os calangos são mais encontrados em solos e pedrarias.

Embora não seja tão habitual, alguns lagartos vem sendo comercializados como animais de estimação, como é o caso da iguana. Mas, acredite se quiser, calangos também podem e são criados em cativeiro.

Mas como cuidar de um calango ? O que preciso saber sobre o tema ?

Esta e outras dicas você vai descobrir por aqui.

Então venha conosco e boa leitura.

Características Gerais dos Lagartos

Os lagartos são repteis extremamente abundantes, dessa forma, também possuem grande variação entre as espécies, principalmente no que diz respeito a comprimento. É possível encontrar desde espécies com poucos centímetros (como é o caso das lagartixas) até espécies com quase mais de 2 metros de comprimento (como é o caso do exótico dragão-de-Komodo). Inclusive, o dragão-de-Komodo é uma das espécies mais peculiares desta classificação,uma vez que alimenta-se de carniça, mas também realiza emboscadas.

Características em comum incluem o fato de todas essas espécies serem animais de sangue frio, além de possuírem uma cauda longa; escamas revestindo o corpo (as quais podem estar na forma de placas lisas ou rugosas) e quase sempre 4 patas. Sim, existem poucas espécies com apenas duas patas e outras com até nenhuma pata (movimentando-se de modo muito semelhante às serpentes).

Os lagartos pertencem à ordem taxonômica Squamata, a qual é a mesma ordem das serpentes. Ao todo, estão agrupados em 45 famílias.

Muitas espécies de lagartos possuem a autotomia como estratégia de defesa, ou seja, ao serem ‘atacados’, desprendem a cauda para distrair o predador (esta cauda permanece em movimento após ser desprendida). Uma nova cauda será regenerada no local, dias depois.

Existem certos lagartos considerados bem peculiares, em decorrência da presença de características incomuns, tais como chifres, espinhos ou placas ósseas em torno do pescoço. Tais características têm como finalidade intimidar o predador.

Outras Espécies de Lagartos
Outras Espécies de Lagartos

Outras espécies são capazes de simular um voo (ou melhor, planar) de uma árvore para outra, utilizando-se de pregas de pele adicionais presentes nas laterais do corpo.

Características Gerais dos Calangos

Os calangos são repteis encontrados geralmente no solo ou em pedreiras, habitando locais com menor circulação de pessoas. Tal como gostam das pedras, também pode optar por concreto e áreas com madeira (de modo a facilitar a camuflagem).

São maiores do que as lagartixas encontradas no interior das residências, todavia, não ultrapassam 30 centímetros de comprimento.

Ao sentirem-se ameaçados, costumam se esconder em fendas e buracos. Ao serem capturados, tendem a permanecer imóveis, como se estivesse fingindo morte.

Algumas espécies conhecidas incluem o calango-verde, o calango-seringueiro e outros.

Como Cuidar de um Calango?

Por incrível que pareça, calangos podem se ‘acostumar’ a ter certo convívio humano, desde que tal convívio ocorra destes filhotes.

A criação deve ocorrer em um viveiro com espaço suficiente para livre movimentação e adição de elementos como rochas, folhas secas, troncos de árvores (inclusive com espaços ocos para abrigo) ou pedaços de madeira- de modo que possa haver aproximação ao ambiente natural destes repteis.

Embora os calangos vivam em bando quando na natureza, para a criação em cativeiro, a recomendação é que sejam inclusos poucos indivíduos, de modo a evitar estresses, competições desnecessárias e até mesmo mortes, uma vez que são animai naturalmente territorialistas. Quando estão em bando na natureza desenvolvem um senso automático de hierarquia- comportamento que não ocorre na criação em cativeiro.

Fatores como a temperatura e a umidade do terrário não devem ser negligenciados. O ideal é que, tanto de dia quanto de noite, a temperatura possa estar próxima à faixa dos 28 aos 30 °C. Em relação à umidade, esta deve estar em aproximadamente 20%.

Não recomenda-se colocar calangos filhotes em terrários que já possuam adultos que habitem no local.

Para a alimentação, basta inserir no espaço insetos como formigas, vespas, aranhas, larvas, besouros e outros. Uma alternativa para deixar essa etapa mais prática é procurar em lojas especializadas estes insetos na forma peletizada, ou seja, processada como ração.

Recomenda-se limpeza deste terrário 1 vez a cada 15 dias ou, no mínimo, 1 vez ao mês. Não são animais que fazem muita sujeira, logo essa limpeza pode ser simples, removendo os resíduos de comida e de material em decomposição.

Mesmo que os calangos sejam lagartos simples, é importante certificar-se de que sua criação seja legalizada pelo IBAMA.

Como Cuidar de uma Iguana?

As iguanas são os lagartos mais famosos dentro  do quesito domesticação. Dessa forma, é possível encontrar até mesmo rações específicas para elas. É importante considerar que a oferta de ração deve ser complementada com frutas, legumes e verduras devidamente lavados (neste caso, se possível, lavados com água filtrada). Estes repteis são herbívoros.

Os cuidados com uma iguana são mais minuciosos do que os cuidados com calangos e outros lagartos maiores.

No terrário, além da inclusão do substrato e elementos adicionais, é importante instalar acessórios como termostato, higrômetros e lâmpadas UVA e UVB. O termostato tem como função medir a temperatura, e o higrômetro medir a umidade- ambos também podem ser instalados em viveiros de outros lagartos. Esses equipamentos também possuem certa data de validade e precisam ser trocados com regularidade.

As iguanas precisam de uma exposição solar de, pelo menos 12 horas ao dia, a qual pode ser substituída pelas lâmpadas UVA e UVB ligadas durante este período. Também é fundamental que recebam um check-up veterinário uma vez ao ano.

*

Gostou das dicas ?

Este artigo foi útil para você ?

Deixe-nos saber a sua opinião em nossa caixa de comentários abaixo.

Mas, não precisa ir embora. Por aqui há muito mais material a ser explorado.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Bichos Brasil. Algumas Dicas de Como Criar um Calango. Disponível em: <https://www.bichosbrasil.com.br/algumas-dicas-de-como-criar-um-calango/>;

Britannica Escola. Lagarto. Disponível em: <https://escola.britannica.com.br/artigo/lagarto/481760>;

Petz. Como criar uma iguana: conheça os cuidados com esse réptil tão querido. Disponível em: <https://www.petz.com.br/blog/repteis/como-criar-uma-iguana-conheca-os-cuidados-com-esse-reptil-tao-querido/>;

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *