Home / Animais / Como Cuidar de um Bull Terrier Filhote: Cuidados e Doenças

Como Cuidar de um Bull Terrier Filhote: Cuidados e Doenças

Os primeiros exemplares do Bull Terrier eram todos brancos e se originaram na Grã-Bretanha por volta do ano 1800. A versão colorida foi criada através do cruzamento com um Staffordshire rajado cem anos depois. Eles foram desenvolvidos como lutadores de boxe, mas agora são criados para cães de companhia. Eles são conhecidos por sua grande cabeça em forma de ovo e sua tendência a resmungar e gemer ao vocalizar.

Ao conhecer as preocupações de saúde específicas do Bull Terriers, pode-se criar um plano de saúde preventivo a ser observado e, evitar alguns riscos previsíveis.  Um plano de saúde preventivo inclui  “check-ups” necessários e testes para diagnosticar precocemente doenças e condições comuns em Bull Terriers. Certamente haverá exames e procedimentos médicos de que ela precisará ao longo de sua vida e um seguro de saúde para animais de estimação é uma importante ajuda para cobrir esses custos.

Características do Bull Terrier

O Bull Terrier é uma raça de cães altamente musculada e bem construída, conhecida por suas costas fortes e corpo bem arredondado. Possui ombros robustos e pescoço longo. Sua cabeça possui marcações de cores que a tornam especial e com aparência diferente. Este cão era originalmente uma raça feroz, mas agora com treinamento, tornou-se uma raça mais suave.

Bull Terrier Característica

Embora eles ainda sejam destemidos e corajosos, são ativos e divertidos. Em pouco tempo, eles se apegam aos seus donos e permanecem obedientes e leais a eles. Este é um bom exemplo de animal de estimação da família e com um pouco de supervisão e liderança; eles podem se tornar um animal de estimação bem ajustado.

Como Cuidar de um Bull Terrier Filhote

  • O primeiro passo é descobrir um bom criador de cães – É importante garantir que você esteja adquirindo um filhote saudável. Nem todos os criadores podem fornecer formas genealógicas dessa raça e nem todos podem fornecer resultados de testes de saúde;
  • O passo seguinte é adaptar o ambiente ao novo hóspede – Como os bull terriers tendem a ter uma mandíbula poderosa, eles devem receber brinquedos de borracha que possam complementar esse recurso físico. Certifique-se de comprar brinquedos para eles que não possam engolir ou rasgar em pedaços;
  • O Convívio – Os cuidados com o bull terrier devem incluir exercícios diários para o seu cão. O exercício manterá seu alto astral e utilizará sua energia. Caminhar não será suficiente para a quantidade certa de exercícios, portanto você também deve estimulá-los mentalmente, ensinando-lhes comandos;
  • A Dieta Bull terrier – A dieta também está incluída na sua lista de cuidados com o Bull terrier. Esta raça é propensa a alergias, portanto, como seus donos, você deve evitar alergias, alimentando-as com muita proteína, gordura extra e sacarose de origem animal. Como eles também são o tipo de cão mais suscetível a ser obeso, você deve alimentar apenas a quantidade certa de alimento;
  • Treinamento de bull terrier – Os bull terrier tendem a reagir negativamente quando não são ensinados com os comandos certos. Usar táticas de reforço positivo obterá resultados positivos. A base principal de um bom treinamento é como você os apresenta a certos comandos.

Como Cuidar de um Bull Terrier Filhote:  Doenças

Estes cães são propensos a doenças cardíacas, alergias a pulga e pele e luxação das rótulas. Assim, é imperativo que eles sejam levados aos veterinários regularmente para garantir uma boa saúde. Eles também podem sofrer de deficiência de zinco; como tal, os alimentos escolhidos para eles devem ter zinco e outros minerais necessários. Suas necessidades nutricionais podem mudar à medida que crescem; portanto, um pouco de orientação do veterinário pode ajudar a cuidar dessas necessidades.

Insuficiência Cardíaca

A insuficiência cardíaca é uma das principais causas de morte entre os White Bull Terriers em seus anos dourados. A maioria das doenças cardíacas em cães é causada pelo enfraquecimento de uma válvula. Uma válvula cardíaca lentamente se deforma para que não se feche mais firmemente. O sangue então vaza de volta ao redor dessa válvula e pressiona o coração. Animais de estimação com doença valvar cardíaca (às vezes chamada de doença valvar mitral) apresentam sopro cardíaco.

 

Poucas coisas têm um impacto tão dramático na qualidade de vida do seu cão quanto o bom funcionamento dos olhos. Infelizmente, os Bull Terriers podem herdar ou desenvolver várias condições oculares diferentes, algumas das quais podem causar cegueira se não forem tratadas imediatamente e a maioria pode ser extremamente dolorosa!

Doenças nas Articulações

Os filhotes de Bull Terrier podem crescer rápido demais e a cartilagem nas articulações pode não se fixar adequadamente ao osso. Esse problema é conhecido como osteocondrite dissecante ou TOC. Se isso ocorrer, pode ser necessária cirurgia para corrigir o problema. É fundamental manter a taxa de crescimento recomendada de não mais do que um quilo por semana. Não o superalimente os filhotes de Bull Terrier e não complete com cálcio adicional. Alimente uma dieta de filhotes de raças grandes em vez de uma dieta adulta ou regular. Pese seu filhote a cada três a quatro semanas.

Os Bull Terriers mais velhos podem desenvolver esta doença, na qual as cordas vocais ficam paralisadas e ficam suspensas nas vias aéreas. Preste atenção à respiração barulhenta, especialmente ao se exercitar ou em clima quente e úmido. Em casos graves, um animal de estimação pode entrar em colapso e ter dificuldade em respirar. Casos leves podem ser gerenciados com alterações em casa e possivelmente com medicação.

Doenças Hepáticas

A glomerulonefropatia é uma doença hereditária que danifica lentamente os rins do seu Bull Terrier, causando falência, geralmente em idade precoce. Como os rins danificados vazam proteínas, podemos diagnosticar esta doença testando sua urina em busca de proteína em excesso. Recomendamos uma análise anual da urina porque a detecção precoce leva a um animal de estimação mais feliz e a um plano de tratamento mais fácil e acessível. Também podemos recomendar uma dieta especial como parte do plano de terapia.

Glomerulonefropatia Bull Terrier

Doença Neurológica

Muitos cães gostam de um jogo saudável de “perseguir o rabo”. No entanto, para alguns Bull Terriers, isso pode se tornar um distúrbio neurológico repetitivo e compulsivo semelhante, em alguns aspectos, a uma convulsão, durante a qual o cão pode realmente se machucar. Se seu amigo parece estar um pouco interessado demais em sua cauda, ​​tente distraí-lo com outro jogo e não incentive o comportamento.

Se o capturarmos cedo, poderemos evitar problemas com um treinamento comportamental especial. Em alguns casos graves, o problema pode ser extremamente difícil de controlar.

Veja também

Anêmona: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

A anêmona do mar faz parte do filo cnidaria, como as águas vivas, e é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *