Home / Animais / Ciclo de Vida do Tamanduá: Quantos Anos Ele Vive?

Ciclo de Vida do Tamanduá: Quantos Anos Ele Vive?

Os tamanduás são animais solitários e territoriais. Dependendo do indivíduo, podem ser predominantemente noturnos ou diurnos; em ambos os casos, costumam passar 8 horas em atividades de forrageamento. Por ser um animal bem peculiar, muitos devem se perguntar: qual é o ciclo de vida do tamanduá? Eles podem viver por quanto tempo?

Estes são animais que, enquanto se movem, alimentam e descansam, ao nível do solo e nas árvores. Eles ocupam buracos nas tocas durante o dia, onde conseguem subir nas copas e descansar. É assim que se protegem de seus predadores. Quando ameaçado, o tamanduá se ergue verticalmente e se defende com suas garras poderosas, que podem causar sérios danos ao agressor.

Que tal conhecer mais desse exemplar de peculiaridade? Para isso, basta ler até o final.

Aparência das Espécies

Os tamanduás têm focinhos com formato alongado. Além disso, possuem uma língua fina e bem formada que pode se estender a um comprimento superior ao comprimento da cabeça.

A boca é tubular e possui lábios, mas os dentes não estão presentes. As garras dianteiras são grandes e curvas, permitindo que o animal rasgue os montes de formigas e cupins.

As garras também são usadas para defesa contra predadores. O pelo longo oferece ampla proteção contra ataques de insetos. Todas as espécies desse animal têm uma cauda preênsil, exceto os exemplares gigantes.

Dieta do Tamanduá

A dieta, em geral, influencia no ciclo de vida do tamanduá. Esse bicho tem características especiais que lhe permite se alimentar exclusivamente de cupins e formigas.

Todas as espécies possuem suas próprias preferências de insetos. As pequenas se alimentam dos insetos arbóreos encontrados em pequenos galhos. Já as espécies grandes penetram nos ninhos densamente cobertos e que pertencem aos insetos terrestres.

Para evitar as defesas observadas nos invertebrados, como picadas, os tamanduás adotaram o método de lamber rapidamente grandes quantidades de formigas e cupins.

Tamanduá Comendo no Mato
Tamanduá Comendo no Mato

O tempo gasto por um animal desses em um ninho é inferior a um minuto. Um tamanduá gigante precisa encontrar pelo menos 200 ninhos para atender diariamente às suas necessidades calóricas.

A língua dos tamanduás possui papilas filiformes, que têm a forma de pequenos ganchos. Estes são usados ​​para pegar os insetos e mantê-los juntos com a ajuda de grandes quantidades de saliva. O movimento da mandíbula lado a lado permite a deglutição dos alimentos.

O estômago da espécie tem dobras endurecidas que se contraem para moer a presa, que é auxiliada pela areia e pela sujeira consumidas junto. A língua presa ao esterno se move rapidamente e lambe a taxa de 150 vezes em um minuto.

Ciclo de Vida do Tamanduá e Estilo de Vida

O ciclo de vida do tamanduá começa quando a fêmea e o macho se envolvem na reprodução sexual. Isso ocorre principalmente no outono. A fertilização do ovo acontece na fêmea, e após 190 dias, nasce a nova prole. A prole é bem desenvolvida já no nascimento e usa suas garras totalmente para subir na parte de trás de sua mãe.

Os filhotes ficam nas costas da mãe até um ano e só descem para tomar leite e se alimentar das formigas. Dois anos após o nascimento, mãe e bebês se separam e não se encontram mais.

Os tamanduás gigantes são basicamente criaturas solitárias. São vistos apenas juntos quando se acasalam ou quando o filhote está com a mãe durante o primeiro ano de seu nascimento.

A criação ocorre em todo o ano ou sazonalmente, dependendo da região em que vivem. Dentro do ciclo de vida do tamanduá, o período de gravidez se estende a 190 dias e o desmame ocorre aos 6 meses. A autossuficiência é alcançada aos 2 anos de idade.

Reprodução dos Tamanduás

A reprodução é anual. Parece haver um pico de reprodução na primavera, embora fêmeas grávidas tenham sido observadas em maio e dezembro. As fêmeas geralmente têm um bebê por gestação. Durante as primeiras semanas, o filhote se mantém no ninho, esperando a mãe voltar para alimentá-lo.

Filhote de Tamanduá
Filhote de Tamanduá

Quando mais velho, a fêmea sai em busca de comida carregando-o nas costas. Quando a mãe para comer, o bebê desce e come com ela. A criação permanece com a mãe até um ano ou um ano e meio de vida.

Comportamento Adotado Pelo Tamanduá

Como dito anteriormente, no ciclo de vida do tamanduá ele geralmente se mostra solitário, defendendo seu território. Embora os machos não entrem no território de outro macho, eles entram na área de fêmeas associadas.

Em uma batalha territorial, esses animais gritam, golpeiam e também se sentam nas costas dos adversários e cavalgam. Sua visão não é boa, mas tem um bom olfato, o que os leva à comida e também ajuda na defesa.

Espécie de Tamanduá

Embora suas características sejam praticamente as mesmas entre os tamanduás, podem-se destacar 4 espécies, devido ao seu tamanho e sua localização.

Tamanduá Gigante

É um dos maiores insetívoros do mundo, possuindo hábitos diurnos. Pela noite, retorna à sua caverna para ter como se proteger do clima frio. Utiliza o nariz no intuito de conseguir comida e, quando consegue, finaliza a caçada com as garras.

Tamanduá Gigante
Tamanduá Gigante

Ele se move com boa velocidade, apesar do tamanho. Além disso, tem um apetite voraz: faz a introdução da língua até cerca de 150 vezes por minuto dentro do formigueiro.

Essa técnica é bastante eficaz, bem como necessária. Isso evita que as diversas formigas acabem o mordendo. Ao contrário das outras espécies, esse tamanduá gigante não tem a cauda preênsil.

Tamanduá Anão

É também conhecido como o tamanduá-pigmeu. O ciclo de vida do tamanduá anão é basicamente o mesmo das outras espécies. Entretanto, é o mais complicado de encontrar por conta de sua timidez e furtividade ao passar pelas árvores, de onde não desde quase nunca.

Seu pelo é bege. Além disso, possui uma face mais curta, mas também acaba se alimentando de larvas, bem como de formigas. Sua cauda preênsil permite pendurar-se de ponta a cabeça nos galhos, obtendo comida por meio de sua língua comprida.

Tamanduá Mexicano

Tamanduá Mexicano
Tamanduá Mexicano

Esse animal passa grande parte da vida entre árvores, manguezais e savanas. Rasga os montes de cupins e formigueiro do chão e dos troncos, deslizando a língua para conseguir comida.

Tamanduá do Sul

Também é chamado de “formigueiro de colarinho” porque possui uma franja mais clara de pelos no pescoço. Ele vive nas savanas, selvas e florestas, mas desde que tenha água fresca por perto.

Tamanduá do Sul
Tamanduá do Sul

Em suma, independente de qual espécie falamos, o ciclo de vida do tamanduá é praticamente o mesmo, com sua vida adulta chegando aos 2 anos.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *