Home / Animais / Camaleão Bradypodion: Caracteristicas, Nome Cientifico e Fotos

Camaleão Bradypodion: Caracteristicas, Nome Cientifico e Fotos

Na natureza há diversos tipos de animais, com diferentes tamanhos, coloração, habilidades e características próprias.

Porém, alguns animais chamam mais a atenção do que outros, principalmente quando esses possuem características únicas e muito chamativas.

Esse é o caso, por exemplo, dos camaleões. Esses animais são pequenos, conseguem mudar de cor, possuem habilidades na língua e nos olhos, e são encontrados em diversas partes do planeta.

Com cerca de 80 espécies diferentes atualmente, os camaleões possuem características próprias que os diferem dos lagartos, por exemplo, sendo que esse último, em alguns casos, pode servir até de alimento para o primeiro.

Por ser um animal com muitas habilidades, como a de camuflagem, os cientistas e pesquisadores possuem certa dificuldade para estudar e coletar dados dele, já que em alguns casos, eles não conseguem enxerga-lo na natureza.

No entanto, algumas espécies são mais conhecidas e estudadas do que outras, seja pela sua facilidade de ser vista, ou por onde vivem.

O camaleão Bradypodion, por exemplo, vive principalmente na África do Sul, onde há uma enorme quantidade de pessoas, o que faz com que sua visualização seja muito mais comum.

Hoje, você vai aprender todas as características, o seu nome científico, como e onde o camaleão de Bradypodion vive!

Nome Científico

O nome científico do camaleão Bradypodion é Bradypodion pumilum, e ele foi catalogado em 1789 pelo Gmelin.

Ele faz parte do gênero Bradypodion, e sua classificação científica completa é:

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Sauropsida
  • Ordem: Squamata
  • Família: Chamaeleonidae
  • Género: Bradypodion
  • Espécie: B. pumilum

A palavra Bradypodion significa “pés vagarosos”, pois essa espécie possui pernas e pés muito discretos, que fazem pouco ou nenhum barulho, e na floresta é uma ótima forma para poder se defender, atacar ou se esconder e fugir.

Esse tipo de espécie é encontrado principalmente no continente africano, como veremos em breve, e uma de suas características principais é o seu tamanho, que é muito menor que outras espécies de camaleões.

As principais espécies do gênero Bradypodion são:

  • Bradypodion atromontanum
  • Bradypodion caffrum
  • Bradypodion damaranum
  • Bradypodion dracomontanum
  • Bradypodion gutturale
  • Bradypodion karrooicum

É um gênero muito conhecido e estudado por pesquisadores de todo o mundo.

Características

O camaleão de Bradypodion possui cerca de apenas 15 centímetros, sendo, então, muito menor que outros da espécie dos camaleões.

Além disso, a sua cor consegue ficar muito escura quando a necessidade é se camuflar entre galhos e árvores.

Dessa forma, o camaleão de Bradypodion consegue ficar com uma cor castanha claro ou escura, com uma aparência bem áspera, dando ainda mais impressão de se tratar de uma madeira ou galho.

Camaleão Bradypodion Pendurado no Galho
Camaleão Bradypodion Pendurado no Galho

Suas patas costumam ser mais finas e alongadas que os camaleões de outras espécies, e sua cauda também.

Diferente de outros camaleões, o Bradypodion não possui chifres e nem protuberâncias em sua cabeça, o que o deixa com uma aparência bem lisa e simples.

Por não possuir ouvidos, essa espécie se comunica através de vibrações, que podem chegar a frequências entre 200 e 600 Hz.

A sua respiração ocorre por duas cavidades bem pequenas que se encontram na parte superior do seu focinho.

Sendo uma espécie considerada diurna, o camaleão se movimenta e caça durante o dia, e só descansa e vai dormir no final das tardes.

Onde Vivem E O Que Comem

O camaleão Bradypodion é encontrado principalmente nas regiões da África do Sul, onde o clima é considerado temperado, por conter dois mares ao seu redor, e a sua geografia física é composta por desertos, savanas e uma grande biodiversidade.

Vivendo principalmente nas árvores, o camaleão Bradypodion utiliza sua cauda para poder se locomover, e se prender aos galhos quando chega a hora de descansar ou dormir.

Nessas florestas, essa espécie de camaleão possui grande facilidade para se camuflar, já que possui a mesma cor das árvores e arbustos do local.

Para sobreviver, o camaleão Bradypodion se alimenta principalmente de insetos, assim como outros camaleões, que consegue capturar com suas incríveis e grandes línguas pegajosas.

Por ser também muito pequeno, esse tipo de camaleão consegue se esconder em diversos locais, como copas e buracos nas árvores, e consegue se alimentar de diversos tipos de animais, mesmo os mais rápidos, já que seu tamanho o deixa muito mais rápido e veloz.

No entanto, ele vive em um local muito habituado e diversas pessoas conseguem vê-los em plena luz do dia, o que pode trazer alguns problemas, como veremos a seguir.

Essa espécie vive normalmente sozinha, sem andar com outros da mesma espécie, e costumam se aproximar de outros camaleões apenas na época do acasalamento.

Para caçar, eles utilizam uma técnica conhecida como “predador passivo”, o que significa que ao encontrarem uma presa, eles permanecem totalmente imóveis, e em alguns casos, isso pode demorar horas, para então dar o bote e conseguir pegar uma presa.

Estado de Conservação

Como vimos, esse tipo de espécie de camaleão é encontrado na África do Sul, um país que é altamente populado, e que tem, nos últimos anos, construído cada vez mais habitações, prédios, shoppings entre outros.

Isso faz com que essa espécie esteja constantemente fugindo dos humanos, que começam a morar cada vez mais perto das florestas e do seu habitat natural.

Por conta disso, os locais onde essa espécie de camaleão costuma a viver, têm cada vez mais perdido sua parte com vegetais, árvores, e os insetos, acabam diminuindo também, que é o seu principal alimento.

Camaleão Bradypodion Andando na Terra
Camaleão Bradypodion Andando na Terra

No entanto, apesar das mudanças, como mencionamos, o camaleão Bradypodion é muito pequeno, consegue se camuflar muito bem e possui agilidade, dessa forma, conseguem sobreviver de forma muito boa nesse ambiente cada vez mais feroz.

Atualmente, há ainda, muitos camaleões ao redor do mundo, porém a diminuição é constante, principalmente pela perda do habitat.

A diminuição se dá pela perda do habitat e alimentação, mas fatores como caça, venda ou tráfico acontece de forma bem baixa, o que facilita a grande quantidade de espécies ainda existentes, o que é uma ótima notícia.

E você, já tinha ouvido falar dessa espécie de camaleão antes? Deixe nos comentários a sua impressão e qual curiosidade você mais gostaria de saber!

Veja também

Comportamento do Marisco, Hábitos e Modo de Vida do Animal

Por definição, mariscos ou frutos do mar seriam algumas espécies de moluscos ou crustáceos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *