Home / Animais / Cachorro Boxer é Bravo? Ele Ataca Sempre?

Cachorro Boxer é Bravo? Ele Ataca Sempre?

Definitivamente os cachorros boxers, nem de longe, podem ser considerados animais bravos – daqueles tipos que costumam atacar sempre. Nada disso!

Ao contrário, apesar do tamanho aparentemente ameaçador, porte altivo, e por ser quase que um montanha de músculos, eles caracterizam-se por pertencerem a uma raça de cães alegres, agitados, brincalhões, e que só se tornam um perigo quando, por uma infelicidade, eles resolvem debruçar-se, com todo aquele seu imenso volume, sobre o seu dono.

Reza a lenda que os boxers são o resultado de vários cruzamentos entre os famigerados cães buldogues alemães e os não menos famosos buldogues ingleses – ambos criados como cães de caça, para as longas caçadas que exigiam a participação providencial de animais com mandíbulas fortes, massa muscular exuberante e bastante agilidade.

Isso era necessário pois tais caçadas geralmente tinham como alvo espécies bem mais avantajadas, como os javalis, veados, cervos, ursos, entre outras espécies que precisavam ser contidas até que os caçadores viessem a recolher o seu prêmio!

Uma mordida firme (e da qual a presa não conseguia oferecer a menor resistência) era capaz de conter a pobre vítima que, por mais que se debatesse, nada podia contra aquela montanha de músculos, ainda beneficiados por uma estrutura que lhes conferia agilidade, equilíbrio, desenvoltura, além das características que são típicas dos canídeos.

Apesar do fato de um cachorro boxer não poder ser considerado um cão bravo (como aqueles que atacam sempre), o recomendado é que desde cedo ele seja familiarizado com a presença de estranhos, já que, por ser também uma espécie territorialista, eles podem facilmente confundir a movimentação desses com algum tipo de ameaça aos seus donos.

Cachorro Boxer: Uma Raça Que Nem De Longe É Brava E Acostumada a Atacar Sempre

Os boxers também costumam ser reconhecidos por pertencerem a uma raça de cães elegantes e esbeltos por natureza!

Um exemplar saudável geralmente apresenta uma musculatura firme, sob uma pelagem curta (rente ao corpo), crânio curiosamente “quadrado” e proporcional ao restante do corpo, além de um andar firme, coordenado e harmonioso.

Características Padrão da Raça Boxer
Características Padrão da Raça Boxer

Ele não pode apresentar sobrepeso, deve resistir a longas caminhadas (uma das suas principais características), ser um grande saltador, combinar força e suavidade, harmonia no seu conjunto estrutural – enfim, todas as qualidades de um típico cão de companhia, mas que também possa executar as funções de um excelente cão de guarda.

O que se diz é que, no passado, em meados do séc. XIX, os boxers eram considerados verdadeiros flagelos para diversos tipos de caças, entre as quais, ursos, cervídeos, roedores, porcos-selvagens, entre outras espécies que resistência alguma conseguiam opor às suas investidas.

A sua estrutura “quadrada” era um verdadeiro trunfo em meio às florestas temperadas da Alemanha, que nem mesmo elas eram capazes de oferecer resistência a esse curioso formato do seu crânio (e corpo), que funcionava como uma espécies de aríete a transpor um sem-número de obstáculos.

Mas hoje tudo isso tornou-se apenas parte do passado dessa raça, que adquiriu um status de quase celebridade no universo dos concursos, eventos e exposições caninas; exemplos de companheirismo, energia e disposição; além de uma especial simpatia pelas crianças, que simplesmente fazem deles “gato e sapato”; indiferentes ao seu, aparentemente, aspecto ameaçador.

Além De Não Ser Bravo E Não Atacar Sempre, Quais São as Outras Características Dos Cachorros Boxers?

Os cães boxers geralmente apresentam uma pelagem fulva ou castanha, com manchas brancas na face, peito e patas. Mas eles também podem apresentar uma pelagem negra ou branca; e ainda com espécies de rajadas ou listras pretas ou castanhas por toda a lateral e costelas – o que, nesse caso, os caracterizam como “boxers tigrados”.

Um boxer adulto (macho) geralmente mede entre 56 e 62 cm de altura, pesa entre 28 e 32 kg; enquanto as fêmeas dificilmente ultrapassam os 26 kg de peso e uma altura entre 52 e 58 cm.

Uma pelagem curta, rente ao corpo e sobre uma musculatura firme – que lhe confere um porte atlético, altivo e exuberante – , completa as principais características dessa raça – que ainda é facilmente identificada por uma espécie de “máscara negra” a cobrir-lhe o rosto.

Em outros tempos era bastante comum que os boxers fossem submetidos à famigerada “caudectomia” (o corte da cauda), além da “conchotomia” (o corte das orelhas), a fim de acentuar-lhes as características de elegância e porte altivo – uma prática que tornou-se obsoleta, e inclusive ilegal em determinados países.

Boxers Tigrado Fotografado de Perto
Boxers Tigrado Fotografado de Perto

Outra curiosidade sobre os cachorros boxers (além de não serem bravos e não atacar sempre), é que eles podem se considerados animais higiênicos por natureza, e que não são tão propensos a contraírem doenças.

Por isso mesmo, uma boa escovação semanal, incrementada pelo corte das suas unhas (que costumam crescer bastante) e uma correta escovação dos seus dentes (bastante sensíveis à formação de tártaro e placas), pode ser tudo de que eles precisam para se desenvolverem fortes e saudáveis.

A Importância Do Adestramento Dos Cães Boxers

Como pudemos perceber até aqui, o excesso de energia é uma das principais características dos cães boxers. Sem qualquer noção da desproporcionalidade do seu tamanho em relação a uma criança, por exemplo, eles podem tornar-se uma verdadeira ameaça – especialmente se você, por algum motivo, acabar indo parar debaixo deles.

Por isso mesmo o recomendado é que, ainda filhotes, eles sejam ensinados a se comportarem no dia a dia, de preferência por meio do que é chamado de “reforço positivo”; que pode ser definido como uma técnica que utiliza-se de “recompensas” para cada comando obedecido pelo animal.

Se a cada vez que ele executar um movimento (ou comando) solicitado por você, imediatamente for presenteado com uma guloseima, um biscoito ou qualquer outra iguaria da sua preferência, por questões óbvias, esse comportamento será repetido quantas vezes for necessário.

E o mais importante: nunca deixe de ter em mente que, mais do que uma companhia – cujo objetivo seja o de lhe tornar mais fácil a vida em momentos difíceis – , um animal de estimação é um ser vivo, que possui as suas singularidades e peculiaridades, que deverão ser respeitadas e atendidas, a fim de que essa relação seja saudável para ambos.

Gostou desse artigo? Deixe a resposta na forma de um comentário. E continue compartilhando, discutindo, refletindo, questionando e aproveitando-se das nossas publicações.

Veja também

Habitat do Guepardo: Onde Eles Vivem?

O guepardo é o felino mais rápido que existe. Com características muito peculiares, não passa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *