Home / Animais / Bullmastiff É Perigoso? Ele Costuma Atacar? Em Quais Casos?

Bullmastiff É Perigoso? Ele Costuma Atacar? Em Quais Casos?

Essa raça é conhecida por ser uma das mais leais aos seus donos. Um cruzamento perfeito entre duas raças, trazendo características, força e inteligência dos Buldogues e Mastiffs. É um cachorro que precisa de cuidados, treinamento, paciência e educação. Se houver falhas na criação, com certeza haverá problemas de comportamento e socialização. Porém, com a orientação correta e adestramento, ele pode se mostrar um cão muito leal, amoroso e divertido.

Bullmastiff: É Perigoso? Ele Costuma Atacar?

Muitos podem achar que essa raça agressiva. Talvez por conta de seu peso e tamanho intimidadores. Ele realmente impõe respeito com sua postura e porte. Apesar de ser parecido com Fila-Brasileiro e Boxers, não são raças parentes. Ele realmente é descendente somente do cruzamento das duas raças já citadas. O buldogue e o mastiff. Esse cruzamento foi feito na Inglaterra, no século XIX.

O motivo principal do cruzamento entre as duas raças, foi a necessidade de um cão de guarda para cuidar das antigas fazendas da Inglaterra.  Eles procuravam por uma raça que fosse protetora, rápida, controlada e eficaz. Porém, essa raça também lidava com pessoas. Os cruzamentos foram testados e realizados para conseguir esse temperamento, porém, o que deu certo e saiu como eles queriam, foi o bullmastiff.

Apesar do Mastiff ser um excelente cão de guarda, é uma raça sedentária e lenta, enquanto o buldogue inglês antigo, era mais ativo e forte. O que o cruzamento fez, foi manter as qualidades das duas raças de minimizar os defeitos. Fazendo desse dessa nova raça o cão perfeito para a guarda.

Esse temperamento voltado para a proteção e guarda é o que pode fazer com que as pessoas confundam com um cão agressivo e perigoso. Com certeza, ao detectar uma ameaça, esses cães tendem a proteger os seus donos. Portanto, seu adestramento e criação, devem deixar claro para ele quais são as devidas ameaças. Caso ele estranhe visitas, crianças ou outras pessoas que não são da família, ele poderá atacar, tudo para proteger seu dono. Porém, se ele foi criado acostumado com visitas e treinado para atacar intrusos ele será um ótimo cão de guarda, protetor e leal.

Por outro lado, é um equilíbrio de temperamento. Apesar de ser sempre atento a defesa de seus donos, ele é muito amoroso e afetuoso. São receptivos com crianças, sendo mais delicados e tranquilos quando estão na presença delas. Além de ser muito carinhoso. Ele demonstra carinho, ficando sempre na presença de seus donos, procurando estar por perto e demonstrando afeto, como também gosta muito de receber carinho, exige que seja massageado e amado.

Características Do Bullmastiff

O porte dessa raça é considerado grande ou gigante, depende do desenvolvimento do cão. Os adultos podem chegar metros de altura, e as fêmeas são um pouco menores. Seus elo são curtos e não há necessidade de aparar. A raça troca de pelo de acordo com a necessidade do clima, acontece naturalmente.

Não tem tendência a engordar, se alimenta ponderadamente, comendo entre 700g de ração por dia. Precisa de espaço, gosta de tranquilidade, mas se o dono for ativo ele gosta de acompanhar o ritmo. É capaz de seguir o dono por longas caminhadas.

Características Do Bullmastiff
Características Do Bullmastiff

Não é de seu comportamento latir. A defesa para esse cão funciona intimidando o oponente, como se ele tivesse total noção de seu tamanho, força e postura, e estivesse pronto para defender a qualquer momento. Por exemplo, caso o dono o deixe cuidando da entrada e do quintal, ele não vai latir para qualquer pessoa na rua, se mantem calmo e atento. Caso haja alguma ameaça de invasão, ele simplesmente se impõe, ou levantando ou correndo até a possível ameaça. E, caso necessário, ele pode atacar. Essa tranquilidade e controle são o que fazem desses cães tão singulares.
Essa calma e controle vem com o tempo.

Meu Cão É Bravo: O Que Fazer

Como já citamos, essa raça é totalmente tranquila, ponderada e calma. Sua agressividade se revela de acordo com a necessidade de proteção e defesa de seus donos. Porém, não é novidade que, se a raça for criada com maus tratos, agressões e falta de afeto, eles poderão se tornar cães muito perigosos, agressivos e invasivos.

Assim como essa raça, existem muitas outras que também são cães de guarda. Diferente dos Bullmastiffs, algumas não são tão controladas, calmas e pacientes, algumas, ao detectar uma ameaça, partem para o ataque. Porém, mesmo as raças mais protetoras e defensivas, se adestradas do modo correto, servirão como companheiros leais, saberão detectar as ameaças corretas e que devem ser realmente atacadas.

Portanto, agressividade e comportamento do cão são de total responsabilidade de seus donos e tutores.
Veja como saber se seu cão está se tornando agressivo e como lidar com essa situação.

Postura intimidadora: os cães, ao se sentirem ameaçados, ou quando querem intimidar outras pessoas ou possíveis ameaças, utilizam a linguagem corporal. Eles tendem a tentar parecer maiores, seus pelos ficam arrepiados, seu olhar fica fixo na possível ameaça e colocam os dentes a mostra. Além disso, eles rosnam e latem. A criação, análise esses comportamentos, caso eles sejam realmente detectados no seu cão por qualquer motivo, é necessário tomar medidas corretivas na criação.

Ameaças naturais:  existe também os casos de cães que são calmos e tranquilos, porém eles tem medo de algo peculiar. Por exemplo, alguns cachorros não gostam de skate, bicicletas, carros entre outros. Portanto, diante dessas situações ele se tornam agressivos e tendem a avançar em quem estiver conduzindo esses itens. Para lidar com isso, tenha um auxílio dos estímulos positivos. Ou seja, quando ele estiver numa situação dessas ofereça algo que ele gosta muito. Assim ele vai associar algo que o amedronta com um petisco realmente muito bom. Isso pode mudar o conceito na visão dele.

Boa Criação Gera Cães Educados

O segredo Real está no relacionamento do tutor com o seu cão. Se ele foi criado com tranquilidade, afeto, adestramento correto e treinamento ele será um ótimo cão de guarda quando necessário e um ótimo amigo. Porém, se for criado de uma forma agressiva e sem carinho, se tornará um espelho do seu dono.

Veja também

Asno Catalão: Características, Nome Científico e Fotos

O asno catalão (equus asinus) é considerado o símbolo nacional não oficial da Catalunha, que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *