Home / Natureza / O que é Ciclo de Vida com Alternância de Gerações?

O que é Ciclo de Vida com Alternância de Gerações?

Genética e reprodução são dois dos temas mais conhecidos pelos brasileiros quando se fala em biologia, até mesmo pelo fato de ambos os temas estarem no centro da evolução humana.

Dessa forma, ambos fazem parte da vida de todas as pessoas e, assim, geram interesse por conhecimento na maioria dessas pessoas.

É muito comum, por exemplo, que os vestibulares em geral possuam sempre algumas questões de genética e de reprodução, tendo, por vezes, questões relacionadas a ambos os assuntos e em grande quantidade.

Assim, é muito importante entender mais sobre os assuntos citados, seja pela necessidade e aprender mais sobre o seu corpo e sobre o processo de criação de uma pessoa, seja para entender melhor o que será cobrado em qualquer vestibular do Brasil que envolva a biologia.

Alternância de Gerações
Alternância de Gerações

Logo, existem alguns temas principais de cada assunto que são ainda mais importantes para o entendimento.

Entre esses temas está o ciclo de vida, que nada mais é do que o ciclo de vida de um ser, do momento em que nasce até o momento em que morre. Assim, ao longo desse período acontecem muitas coisas, que são muito importantes para a biologia e funcionam para entender melhor os aspectos da vida de qualquer ser vivo, mas sobretudo das pessoas.

Dessa maneira, há algumas formas de diferenciar os ciclos de vida distintos, optando por um ponto central e as variações desse ponto.

Uma forma de fazer essa distinção, portanto, é a partir da alternância de gerações, que é um termo da biologia que nossa ajuda a entender melhor como funciona o organismo de alguns seres vivos, além de compreender as diferentes respostas que o corpo pode oferecer a questões diferentes, sendo possível compreender exatamente aquilo que cada corpo exige em cada momento.

O que é Alternância de Gerações?

A alternância de gerações é algo bastante comum nas plantas, que possuem aspectos de vida muito diferentes dos animais. Logo, no mundo vegetal é comum que uma planta apresente uma geração esporofítica (produz esporos) e outra geração gametofítica (produz gametas).

A geração esporofítica apresenta células diploides (um par de cópias de cada cromossomo), sendo que a geração gametofítica apresenta células haploides (uma cópia de cada cromossomo). Por mais que a diferença pareça suave à primeira vista, essa distinção entre as plantas em diferentes gerações altera bastante o comportamento desses vegetais, já que muda o modo de vida das plantas e condiciona todo o ciclo de vida da plana em questão.

É muito comum que esse tipo de situação, de alternância de gerações, se dê com algumas plantas em especial, sendo as briófitas, por exemplo, grandes representantes e ótimo exemplo de como o fenômeno acontece na natureza.

Reprodução Assexuada: Como Funciona?

A reprodução entre os seres vivos pode acontecer de duas formas, de maneira assexuada e também de forma sexuada. Ambas as possibilidades têm relação com a alternância de gerações no mundo das plantas.

Porém, para compreender realmente o que acontece na alternância de gerações, antes é necessário entender como funciona cada tipo de reprodução, tanto aquela em que se faz a reação sexual, como aquela em que não se tem a reprodução a partir da prática sexual.

Reprodução Assexuada
Reprodução Assexuada

Dessa maneira, de forma resumida, a reprodução assexuada pode ser resumida como aquela em que o ser vivo produz uma cópia geneticamente igual a si mesmo, sem que haja recombinação genética com outro ser vivo ou com outro código genético. Nesses casos, como é natural de se pensar, o organismo gera um novo ser exatamente como ele, já que não há margem para a variação genética.

A reprodução assexuada, em geral, é aquela que os seres menos complexos são capazes de fazer. Dessa forma, os seres mais limitados em estrutura do organismo costumam realizar esse tipo de reprodução, já que não exige grande complexidade para acontecer, dependendo apenas de um organismo e de um ser vivo.

Reprodução Sexuada: Como Funciona?

Já a reprodução sexuada é mais complexa e mais detalhada que a assexuada, pois nesse caso acontece uma recombinação genética para criar o descendente, unindo o código genético de dois seres para a criação de um terceiro.

A reprodução sexuada, em poucas palavras, é a união do código genético de dois seres, que se combinam e são capazes de criar um novo ser que não será a cópia de nenhum deles.

Reprodução Sexuada
Reprodução Sexuada

O processo de reprodução sexuada envolve o ato sexual, sendo bastante comum nos animais, além de fungos, bactérias e seres do Reino Protista. Logo, a reprodução sexuada possui fases mais complexas antes da geração do descendente, como era de se esperar.

Isso faz com que o novo ser também seja mais complexo e tenha especificidades únicas, que só ele possui e mais nenhum outro ser vivo é capaz de copiar da mesma forma.

Seres que Possuem Alternância de Gerações

São muitos os seres do mundo vegetal que possuem alternância de gerações no ciclo de vida, algo bastante comum para grande parte de todos os vegetais.

O que acontece é que, pela versão diferenciada de organismo e funcionamento das plantas em relação aos animais, na comparação entre os dois apenas as plantas são capazes de realizar a alternância de gerações.

Ainda assim, plantas mais complexas nem sempre realizam a alternância de gerações, sendo que as plantas com fisiologia simplificada tendem a apresentar mais frequentemente o caso.

Como já citado, as briófitas, por exemplo, são um grande exemplo de como é possível que as plantas apresentem alternância de gerações. Contudo, mesmo nessa planta a geração gametofítica é muito mais desenvolvida, não apresentando exatamente um equilíbrio perfeito na alternância.

Ademais, outra planta que possui a alternância ao longo da vida é a alga marinha, um ser vivo extremamente importante para a manutenção da vida no planeta Terra, já que as algas são os verdadeiros pulmões do mundo, produzindo gás oxigênio para toda a população mundial em larga escala. Sem as algas, certamente o planeta já não seria capaz de se sustentar.

Dessa forma, a alternância de gerações nas algas, nesse caso, é tida como equilibrada e totalmente igual, já que não há desequilíbrio para algumas das gerações em detrimento da outra.

Veja também

Mecanização da Produção

Como Funciona o Agronegócio Brasileiro?

O Brasil é essencialmente auto-suficiente em alimentos básicos e um dos principais exportadores de uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *