Home / Animais / O que Significa a Palavra Balbuíno? Qual o Significado?

O que Significa a Palavra Balbuíno? Qual o Significado?

A palavra balbuíno vem do francês “babouin” e designa genericamente os primatas da família antropoides cercopitecídeos, do gênero Papio, também conhecidos como macacos do Velho Mundo, que chamam a atenção por ter as nádegas inchadas e vermelhas. Popularmente a palavra é usada como ofensa em referência a pessoas consideradas feias, desengonçadas ou gulosas.

Embora não tenha gênero feminino, é usada muitas vezes de forma errônea, como “balbuína”, quando indica mulher. Este foi o caso da personagem do programa Zorra Total, a Janete, que apresentava uma aparência muito estranha.

O balbuíno vive na África e tem como habitat campos abertos que envolvem pastagens, terrenos rochosos e savanas. Animais dessa espécie passam grande parte de seu tempo no chão, diferente dos macacos que vivem mais nos galhos das árvores. Não têm medo dos homens nem de outros animais e são grandes lutadores.

Costuma viver em bandos muito grandes, onde quem comanda são os machos dominantes. Nos grupos dessa espécie dificilmente ocorre uma disputa pelo direito de acasalamento ou mesmo pelo controle do bando, como é comum em grupos de outras espécies de macacos. Quando encontram alimento, quem se alimenta primeiro é o macho dominante. Este é seu único privilégio.

Balbuínos comem diversos tipos de alimentos diferentes, o que os classifica como onívoros. A dieta varia de acordo com o território onde se encontram, estação do ano, e até mesmo segundo o sexo e a idade do animal. Os filhotes maiores costumam comer insetos, lagartos e casca de árvore. Já as fêmeas e os filhotes menores se alimentam de capim.

Características dos Balbuínos

Características dos Balbuínos
Características dos Balbuínos
  • Cabeças e caras similares às dos cães.
  • Possuem o pelo áspero.
  • A cor dos pelos pode ser cinza, verde-amarelada, verde-oliva ou castanho-avermelhada.
  • Machos adultos têm camadas de longos pelos sobre os ombros.
  • Seus dentes são muito grandes.
  • Têm focinhos pontudos.
  • Apresentam calosidades nas nádegas.
  • Seus membros são muito fortes.
  • Usam os quatro membros para andar.
  • São barulhentos e ferozes.
  • Suas caudas medem de 41 a 71 centímetros.
  • As fêmeas têm metade da altura dos machos.
  • Pesam de 14 a 49 quilos.
  • Podem medir até 120 centímetros de comprimento
  • Podem viver de 20 a 30 anos na natureza. No zoológico vivem mais.

Hábitos

  • Costumam viver em grandes bandos fechados.
  • Um ou mais machos lideram o bando.
  • Comunicam-se com diversos gritos de significados diferentes.
  • O sinal de alarme parece o latido de um cachorro.
  • São inteligentes e podem ser treinados.

Alimentação

Balbuínos Atrás de Frutas
Balbuínos Atrás de Frutas

Adotam alimentação variada, composta por raízes, frutas, gramíneas, pássaros e pequenos mamíferos, dentre eles lebres, roedores e filhotes de gazela. Podem ser prejudiciais à agricultura.

Espécies de Balbuínos

  • Papio Hamadfryas – Balbuíno-sagrado É uma espécie de balbuíno originária da África e do sudeste da Arábia até a Arábia, parecida com um cão. Na mitologia grega desempenha papel de destaque como animais colhedores de frutos. Era chamado de deus-macaco no Egito e fazia parte dos preparativos para a viagem além-túmulo durante o sepultamento dos egípcios, que eram obcecados pela crença na vida após a morte.  A fêmea adulta é menor que o macho. O macho possui uma juba tão longa que chega aos ombros, em tom cinzento-azulado, variando para outros tons, mais espesso e mais claro que o pelo da fêmea. Embora prefira regiões montanhosas com extensa vegetação, hoje vive em desertos do Oriente Médio, Somália e sudeste do Sudão. Essa espécie de balbuíno chegou a ser treinada para colher frutas, mas no século passado destruíram muitas colheitas, fazendo com que os fazendeiros se voltassem contra eles e os dizimassem. Hoje o Balbuíno-sagrado é uma espécie em extinção.
Papio Hamadfryas
Papio Hamadfryas
  • Papio Cynocephalus – (1766) – O nome é proveniente do grego e significa “cabeça de cachorro”, devido ao formato de sua cabeça e focinho. Seu corpo é esguio, braços e pernas são longos e a pelagem tem cor amarela-amarronzada. A face é preta na frente e branca nos lados, sem pelos. É parecido com o Papio ursinus, mas seu focinho é mais curto e seu porte é bem menor. As fêmeas podem medir até 60 centímetros de comprimento e os machos até 84 centímetros. A cauda é longa como o corpo. Podem viver até 30 anos de idade. A espécie Papio cynocephalus divide-se em três subespécies: Papio cynocephalus cynocephalus, Papio cynocephalus ibeanus e Papio cynocephalus kindae.

 

  • Papio ursinus – (1792) – É um macaco do Velho Mundo, espécie de balbuíno do gênero Papio, oriunda do sul da África e considerada uma das maiores espécies de primatas. Possui comportamentos sociais diferenciados, hierarquia agressiva de domínio, busca recursos de alimentação em grupos, demonstra querer fazer amizades e suas fêmeas fazem adoção de filhotes perdidos. População em declínio e estrutura social corrompida devido a atropelamentos, acidentes e caça.
Papio Ursinus
Papio Ursinus
  • Papio papio – (1820) – Balbuíno-da-Guiné – é um macaco do Velho Mundo pertencente ao gênero Papio, espécie de balbuíno. Esse gênero é classificado por alguns estudiosos com apenas duas espécies, P. hamadryas e P. papio. E as demais espécies são vistas como subespécies de P. papio. Vive em estepes, florestas de galeria e florestas secas da Guiné, Gâmbia, Senegal, oeste de Mali e sul da Mauritânia. Sua face possui pelos cor de violeta escura ou preta e sua pelagem é marrom-avermelhada. Seu focinho tem semelhança com o do cão. É o menor dos balbuínos, pesando de 13 a 16 quilos. Pode se locomover pelo chão por longas distâncias, devido aos seus membros que passaram por modificações.  Vive de 35 a 45 anos.
  • Papio anúbis – Balbuíno-anúbis (1825) – É a espécie de balbuíno que mais se espalha, e pode ser encontrado na África, em 25 países que se estendem da Tanzânia à Etiópia e a Mali. Ainda na região do Saara vivem algumas populações isoladas. Seu nome vem da semelhança com Anúbis, antigo deus egípcio, geralmente representado por uma cabeça de cão com as mesmas aparências do balbuíno. De longe parece possuir a cor cinza-esverdeada, mas de perto nota-se que possui anéis pretos e marrom-amarelado em seus pelos. Os machos pesam mais que as fêmeas e possuem juba. Enquanto as fêmeas pesam 14,7 quilos e medem em torno de 60 centímetros de altura, os machos pesam 24 quilos e medem 70 centímetros de altura.
Papio Anúbis
Papio Anúbis

Classificação Científica

Cercopithecidae
Cercopithecidae
  • Reino – Animalia
  • Filo – Chordata
  • Classe – Mammalia
  • Ordem – Primatas
  • Subordem – Haplorrhini
  • Infraordem – Simiformes
  • Parvordem – Catarrhini
  • Superfamília – Cercopithecoidea
  • Família – Cercopithecidae

Veja também

Ficha Técnica do Pica-Pau: Peso, Altura, Tamanho e Imagens

Os pica-paus são aves cuja nomeação deriva de uma prática comum: o ato de tamborilar, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *