Home / Animais / Bugio-Vermelho-do-Rio-Juruá: Características, Habitat e Fotos

Bugio-Vermelho-do-Rio-Juruá: Características, Habitat e Fotos

Hoje vamos conhecer mais um animal bastante curioso, e também que ainda possui pouco conteúdo sobre a sua espécie, por isso nos acompanhe até o final desse post para aprender ainda mais sobre o mundo fantástico dos animais.

O escolhido da vez foi o Bugio Vermelho do Rio Juruá, um animal de nome bem comprido e que faz parte das espécies de primatas que se encontram no nosso país mais ao noroeste da Amazônia, mas também pode ser visto na Colômbia, na Venezuela e no Peru. No Brasil ele aparece no Rio Solimões, precisamente mais ao sul, alguns estudiosos ainda não concluíram se esse primata pertence à mesma espécie do Alouatta seniculus amazônica, caso seja ele também é encontrado ao norte do Rio Solimões. A ocorrência de grupos do Bugio Vermelho do Rio Juruá são encontrados em florestas inundáveis por enchentes que acontecem de tempos em tempos.

Características do Bugio Vermelho do Rio Juruá

Bugio Vermelho do Rio Jurua na Natureza
Bugio Vermelho do Rio Jurua na Natureza

Agora vamos citar algumas características desse animal que nos ajuda a identificá-lo com mais facilidade. O Bugio Vermelho do Rio Juruá tem o seu pêlo de uma cor marrom puxada para o avermelhado pela extensão de seu corpo, já o seu dorso é mais claro quase dourado, a terceira parte de sua cauda também segue a mesma coloração.

Risco de Extinção do Bugio Vermelho do Rio Juruá

No Brasil o risco de extinção desse animal é baixo e portanto menos preocupante do que outras espécies. A justificativa para esse baixo risco é o fato de ser um animal de ampla distribuição na natureza, não existem relatos de ameaças que teriam a capacidade de comprometer a vida desses animais, por este motivo a Alouatta juara está segura e não causa grandes preocupações aos órgãos responsáveis.

A Vida do Bugio Vermelho do Rio Juruá

  • A maturidade sexual desses animais ainda não é conhecida nem na fêmea, nem no macho; 
  • O tamanho deles também ainda não foi identificado; 
  • A taxa de renovação dessa espécie é de 12 anos, também conhecido como tempo geracional;
  • Outra informação importante é que eles são animais poligâmicos;
  • O intervalo de nascimento de novos filhotes é de 17 meses;
  • O tempo de gestação da fêmea também não é conhecido ainda;
  • O número de filhotes gerados por gestação é de apenas 1;
  • O tempo de vida desses animais também é desconhecido por enquanto.

Distribuição Geográfica do Bugio Vermelho do Rio Juruá

Essa espécie de animal não é exclusiva do nosso país, como citamos no início do texto pode ser encontrado no Peru e também na Colômbia. No Brasil ele é nativo nos estados do Amazonas e Acre onde residem. Fazendo alusão ao seu nome ele é visto no Rio Juruá, tanto na margem esquerda como na parte oeste deste mesmo rio.

Na Área de Proteção Ambiental Anhatomirim, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá e na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã esses animais já estão presentes, o que nos diz que a distribuição dessa espécie tende a chegar até a margem direita do rio negro.

Muitos estudos estão sendo feitos ao longo dos anos para identificar exatamente qual espécie está presente no lado oeste do rio negro, para isso é necessário que seja colhida um maior número de amostras no local para descobrir exatamente qual espécie está ocorrendo na Amazônia Norte Central.

Outro local onde acreditam também ocorrer essa espécie é na Reserva Extrativista do Alto Juruá, já que muitos moradores da região alegaram ter visto por ali animais dessa espécie.

Acredita-se que esse animal ocorra em uma extensão maior que vinte mil km2, e que a espécie ocupa cerca de dois mil km2 de área.

População do Bugio Vermelho do Rio Juruá

Família do Bugio Vermelho do Rio Jurua
Família do Bugio Vermelho do Rio Jurua

Por ser uma descoberta de espécie relativamente recente, muitas informações ainda não foram coletadas a respeito desse animal. Por este motivo ainda não é conhecido o tamanho exato dessa população, logo não se sabe se animais já maduros desta espécie podem superar o número de dez mil indivíduos.

Outro fator estudado é qual o tamanho dos grupos que o Alouatta juara formam em sua convivência e entendeu-se que são formados por cerca de 4 a 5 animais, mas esses grupos podem chegar a ter até 11 animais.

Não se sabe ainda qual a contribuição de animais estrangeiros para manter a população desses animais aqui no nosso país.

Habitat do Bugio Vermelho do Rio Juruá

Bugio Vermelho do Rio Jurua no Galho
Bugio Vermelho do Rio Jurua no Galho

Esse animal costuma habitar florestas tropicais de clima perene, nas florestas de terra firme não é muito comum, pois preferem regiões de várzeas onde são mais úmidas por conta das enchentes sazonais. Embora ainda não seja conhecido pelos estudiosos se essa espécie se restringe a essas áreas ou se conseguem tolerar outros tipos de habitat e até mesmo perturbações no local onde vive.

A área de ocupação dessa espécie foi observada na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, foi observado um grupo ocupando cerca de 10 hectares, um estudo observou que percorriam em média diária mensal cerca de 132 a 775 metros durante 10 meses.

Outro fato observado neste mesmo grupo foi a sua alimentação, grande parte dela foi de folhas representando 46% de toda dieta sendo 26% de folhas maduras e 20% de folhas jovens. As frutas representaram 47% da dieta do animal, onde foi consumido 26 espécies de vegetais, 20 espécies de folhas, 8 espécies de frutos e 2 espécies de flores como alimento.

Fotos do Bugio Vermelho do Rio Juruá e Ameaças

Ao longo dos anos foi percebido quais eram as maiores ameaças a esta espécie, a caça acaba atrapalhando bastante o desenvolvimento desses animais, o desmatamento como sempre representando fortes ameaças a diversas espécies, entre outros fatores humanos que levam a diminuição do habitat natural.

Uma grande preocupação dos protetores brasileiros é o projeto que existe no Acre que visa asfaltar a BR- 264 que fará com que se ligue ao Peru, essa obra com certeza impactará negativamente na sobrevivência dessa espécie e de diversas outras que vivem ali.

Veja também

Calopsita

Como Saber se a Calopsita Não Gosta do Dono?

 Se você tem uma calopsita em casa pode ser que em algum momento tenha surgido …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.