Home / Animais / Borboleta Olho-de-Boi: Características, Nome Científico e Fotos

Borboleta Olho-de-Boi: Características, Nome Científico e Fotos

Com o nome científico de Eryphanis reevesii, a borboleta Olho-de-Boi tem o tamanho da envergadura de suas asas de, no máximo, 12 centímetros. Ela normalmente pode ser encontrada nos arbustos das regiões serranas que têm aproximadamente 1.800 metros de altura.

Se você precisa saber mais sobre essa belezura, não deixe de ler nenhum detalhe do artigo que segue.

Curiosidades e Características da Borboleta Olho-de-Boi

Como principal curiosidade, pode-se dizer que são muito ativas somente pelo amanhecer e também ao anoitecer. Ela coloca os ovos em folhas de plantas, em especial, de bambu. Depois, essas mesmas folhas servem como alimento para a lagarta. Algumas vezes, atraída pela luz, a borboleta entra nas casas.

Como citado acima, a envergadura das asas chega a alcançar até 12 cm, apresentando ocelos sob a asa posterior bem desenvolvido. As borboletas adultas comumente se alimentam dos sucos de determinados frutos maduros. Entretanto, não se pode excluir determinados vegetais que as atraem.

Tanto a lagarta quanto a crisálida é semelhante a um tipo de folha seca das plantas de bambu. O principal predador natural da borboleta Olho-de-Boi é o pássaro, sendo que a espécie está também ameaçada por conta da destruição e poluição do habitat.

A Família dos Nymphalidaes

A família das borboletas Nymphalidaes é um tipo de família de insetos com tamanhos médio ao grande. São também bastante coloridas, existindo aproximadamente 5.000 diferentes espécies, distribuídas pelo mundo todo.

Embora essas tais borboletas sejam bem coloridas, suas partes de baixo são de tonalidades opacas. Contudo, entre determinadas espécies, podem parecer extraordinariamente como folhas mortas.

Tal semelhança com o tom de folhas mortas faz com que a borboleta Olho-de-Boi desapareça nos arredores. Isso proporciona um ótimo efeito referente à camuflagem.

Nos exemplares adultos, o primeiro par das pernas é reduzido ou bem pequeno. Portanto, as famílias têm nomes alternativos de borboletas “quadrúpedes” ou simplesmente “sem patas”. A lagarta é peluda ou pontiaguda, com projeções nas cabeças. As crisálidas têm brilhantes manchas diferenciadas.

As antenas dessa borboleta sempre possuem duas ranhuras em suas partes inferiores e tacos de maneira variável. Em determinadas espécies da família, os pares de pernas dianteiras dos machos são reduzidos em tamanho, assim como são funcionalmente impotentes.

Em várias das formas de subfamílias, a pata dianteira é mantida pressionada contra as partes inferiores do tórax. Nos machos, tal característica é, muitas vezes, bem discreta.

Grupos Taxonômicos
Grupos Taxonômicos

Dentro dos Nymphalidaes, existem 5 clados principais. Clados são grupos taxonômicos que compreendem um ancestral único comum, bem como todo descendente desse ancestral. Esses clados são:

  • Clado libytheine;
  • Clado danaine;
  • Clado satyrine;
  • Heliconiine clade;
  • Clade nymphaline.

As Espécies de Borboletas do Brasil

Libytheana Carinenta

Além da borboleta Olho-de-Boi, essa borboleta que os palpos labiais longos, se parecendo com um longo focinho. Ela possui aproximadamente de 3,5 a 5 cm de envergadura das asas.

Libytheana Carinenta
Libytheana Carinenta

Os pares de pernas dianteiras no macho são reduzidos em tamanho. Os seus ovos são postos em grupos nas plantas. Por muitas vezes, se parecem com folhas mortas. A espécie é conhecida por realizar longas migrações.

Morpho Menelaus

As borboletas azuis, espécies neotropicais, têm asas iridescentes azuis. Contudo, as fêmeas podem não se apresentar tão coloridas como os exemplares machos. A diferenciação é que elas têm a borda marrom e manchas brancas rodeando a área iridescente azul.

As partes inferiores, visíveis quando as borboletas estão descansando, variam de cor de bronze e marrom. Adultos tomam suco das frutas podres. As lagartas são vermelho-marrom e têm manchas brilhantes em verde-limão nas suas costas. Vivem nas florestas tropicais da Venezuela e do Brasil.

Arctia Caja

Diferente da borboleta Olho-de-Boi, a mariposa comum possui a envergadura das asas entre 4, 5 ou 7 cm. No corpo da lagarta encontram-se pelos pretos na parte de cima e pelos em tom de ferrugem nas partes inferiores.

Arctia Caja
Arctia Caja

Geralmente são encontradas na Ásia e na Europa, nas regiões temperadas. Não é vista com frequência no Norte dos EUA e no Canadá.

Ornithoptera Goliath

Essa é a segunda maior borboleta encontrada no mundo. Traz tonalidades vivas em sua estrutura venenosa. O seu tamanho é de, no máximo 28 cm de largura.

Boa parte das espécies desse gênero tem asas verdes e negras, bem como um corpo preto e amarelo. É encontrada em florestas tropicais em toda a Indonésia.

Nymphalidae

Essa é a família da borboleta Olho-de-Boi. Seus tons podem variar entre amarelo e laranja nas suas asas anteriores longas. Tem aproximadamente de 3 a 4 cm de largura.

As fêmeas têm sombras mais marcantes de laranja, trazendo marcações escuras além da classe dos machos. Os ovos pequenos possuem tonalidades amarelas para ouro, de formatos ovais e com pupa angular. As lagartas se alimentam de forma principal das flores de maracujá. São encontradas na América do Sul e Central, indo para o lado sul dos EUA.

As “borboletas de pavão” fazem parte das famílias. É bem comum nas partes temperadas europeias e na Ásia. Elas fazem sons de assobio quando estão alarmadas, geralmente, fazem isso ao verem um pássaro. Esse barulho é obtido friccionando as asas ao mesmo tempo.

Possuem tons marrom-roxo com ocelos brilhantes em cada uma das asas. A parte inferior é manchada com cores marrom-acinzentadas. As plantas hospedeiras larvais são as urtigas. A lagarta possui cor preta e espinhos.

Nymphalidae
Nymphalidae

“Borboletas do carteiro” estão presentes nos habitats neotropicais, do Brasil até a América Central. Tem antenas e asas marrons, com algumas manchas laranjas.

Possuem envergadura aproximada de 6 até 8 cm. A lagarta come as videiras e as folhas da passiflora.

Já as “borboletas de saturno” têm envergaduras entre 10 até 11 cm, vivendo nos sub-bosques sombrios. As fêmeas são mais pálidas do que os machos. É encontrada em Bornéu, na Malásia, na Birmânia, nas Filipinas e Sumatra. Foi nomeada de maneira oficial no ano de 1865.

Lycaeides Melissa Samuelis

As pequenas borboletas azuis têm envergaduras de mais ou menos 2,5 cm. Tal espécie é ameaçada e vive nas savanas de pinheiro e carvalho. Estão associadas com as selvagens tremoças.

Exemplares adultos consomem o néctar dos botões solteiros de flores. Os machos e fêmeas possuem aparências diferentes. O lado superior das asas do macho é de cor prata e azul escuro, com as margens pretas e brancas.

O lado superior das asas das fêmeas possuem tonalidades marrom e cinza para azul, com faixas crescentes em cor laranja ao longo das partes inferiores das asas traseiras.

Os lados inferiores das asas dos dois sexos são acinzentados e laranjas, com alguns pontos metálicos nas partes inferiores das asas traseiras. A lagarta dessa espécie é diferente da borboleta Olho-de-Boi, pois é verde.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *