Home / Animais / Pavão: Alimentação

Pavão: Alimentação

Como é o Pavão?

O pavão é considerado um dos animais mais belos de toda a natureza; isso por que sua plumagem, quando aberta em forma de leque, é de rara beleza. Muitos dizem que ele faz isso simplesmente por que é exibido; mas engana-se, o pavão abre sua cauda como um ritual de acasalamento, ele busca chamar a atenção da fêmea e despertar seu interesse em acasalar.

Quando sua cauda está aberta, o pavão a chega a medir até 2,5 metros. A plumagem da cauda é de coloração vibrante, possui tons de verde, azul, branco, preto e até dourado; ela é dividida por fileiras, onde entre elas está o ocelo, que é uma espécie de pequeno olho, que atribui mais beleza ao visual da cauda. É capaz de impressionar qualquer um que a veja pessoalmente.

Devido a essa bela impar, o pavão já foi idolatrado por várias culturas. Na Índia, local nativo da ave, já foi considerada sagrada por lá, de modo em que qualquer humano que matasse um pavão, era condenado à morte. Mas com o passar do tempo, outros povos foram tomando conhecimento da ave, que rapidamente passou a ser desejada pelos humanos; então logo chegou ao Império Romano, sendo levada em seguida para a Alemanha, Inglaterra e França, e desde então o comércio de suas penas, tem afetado muito a espécie.

Os humanos desejam obter suas penas pela beleza e exuberância, mas por quê? Simplesmente para fazer roupas, colares, tapetes, brincos, como forma de ostentação, querendo roubar a beleza do natural do pavão e transferi-la para si. Mas sabemos que nada é transferido. São usadas frequentemente em fantasias de carnaval, em decorações de ambientes e tantas outras coisas que os humanos desejam ostentar e simplesmente vão lá e arrancam suas penas e as comercializam.

Então vamos supor que eles não estejam presos em cativeiros, nem em sítios como animal ornamental; e que estejam em meio à natureza e em seu habitat. Onde eles estariam? Onde eles vivem?

Onde Vive o Pavão?

O pavão, quando presente em seu habitat natural, costuma estar entre as florestas perenifólias, que são florestas onde as árvores são perenes, ou seja, que as folhas ficam nos galhos durante o ano todo.  Sendo assim, o pavão faz uso desses galhos para dormir, ele procura ficar no topo das árvores, de maneira que fique camuflado entre as folhas e longe de riscos e perigos.

Eles podem ser encontrados também em pradarias semidesérticas, que estão muito presentes na Europa e no Oriente Médio, que lá são conhecidas como estepe e aqui no Brasil nós chamamos de pampas. São vegetações de clima temperado, e ficam em planícies, são abertas, da maneira em que não é possível avistar nenhuma arvore. As pradarias, pampas ou estepe (chame como quiser) estão presentes em todos os continentes; então se esse ambiente é adequado para o pavão, por que ele não estaria lá?

Infelizmente, muitos não estão lá, por que o comércio da ave é muito grande, principalmente na China, na Índia e na África do Sul, que exportam para todos os continentes as penas das aves; inclusive para o Brasil, que é um dos maiores consumidores, devido as festas de carnaval.

Sabemos que o comércio da ave não é proibido, ela custa em torno 300 reais, caso você queira possuir um para a criação ou já possui em sua propriedade; lembre-se, os pavões são aves livres, que gostam de voar e abrir sua cauda; então, crie-o em espaços abertos e adequado para as características da ave, onde elas possam caminhar, voar e descansar sobre as arvores. Elas também gostam de ficar no solo, de onde vem a maior parte de sua alimentação. Você sabe do que o pavão se alimenta?

Pavão: Alimentação

Eles gostam de ficar no solo, capturando suas presas, que geralmente são pequenos invertebrados, insetos, como escorpiões, grilos, gafanhotos, etc., além de diversos frutos, cascas, sementes de plantas, e diversos legumes.

Caso você obtenha um pavão pequeno (filhote), não se esqueça de alimenta-lo com rações indicadas para filhotes, pode também adicionar alguns legumes e verduras, almeirão, cebolinha, alfafa até ovos cozidos. É importante que a alimentação dos filhotes seja adequada, pois a incorreta alimentação causa deformação e mau crescimento da cauda. Outro alimento preferido dos pavões são as minhocas, você pode inclui-las na dieta dele. Quando já estiver maior, com cerca de 1-3 meses, você já poderá alimento com rações de crescimento e após seis meses, a ração de manutenção.

Mas isso caso você tenha um pavão ou deseja ter um. Você deve se atentar a dois aspectos, o primeiro é em relação ao habitat do animal, você pode deixa-lo solto, livre, ou deve criar um ambiente semelhante ao seu meio natural, com espaço adequado, poleiros, bebedouros com o tamanho necessário para ele ser livre, o contrario pode causar total estresse na ave e ser prejudicial à saúde dela; o segundo aspecto trata-se da alimentação, a qual você deve se atentar, pois como foi dito a cima, a mau alimentação irá prejudicar também o animal, e já que vamos cuidar de um animal, que cuidemos direito.

Pavão: Características e Diferenças

Ele pertence à família dos faisões, a família Phasianidae, onde também estão as perdizes, galinhas, codornas, peru, etc.; as aves desta família são caracterizadas por serem grandes e pesadas, e costumam viver perto do solo.

Existem diversas espécies de pavões; o pavão verde, o pavão indiano, pavão do Congo, Pavão Bom-Bom, Pavão Branco e Pavão sedentário. Em ambas as espécies, as fêmeas e os machos possuem características diferentes.

Pavão Brincando com Criança
Pavão Brincando com Criança

Apenas os machos possuem as caudas longas, eles a utilizam com a finalidade de impressionar a fêmea; por exemplo, o pescoço do Pavão-Indiano macho é azulado e comprido, já o da fêmea possui tons de verde e seu corpo é composto por coloração acinzentada. Outro exemplo que podemos citar é o caso Pavão-Verde, este que o macho possui uma cauda muito longa, além do normal e a fêmea uma cauda um pouco menor, nesta espécie, ambos possuem a mesma coloração do corpo. No caso do Pavão do Congo, o macho possui coloração azulada e preta e a fêmeas são compostas por tons esverdeados e cinzas.

Veja também

Queimadura de Piolho de Cobra

A Lei da Selva Desde de que a vida surgiu no planeta Terra, há 3,5 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *