Home / Plantas / Trigo Durum: Características, Nome Cientifico E Fotos

Trigo Durum: Características, Nome Cientifico E Fotos

Há alimentos bem variados, de vários tipos, que a gente nem imagina. É o caso do trigo, que, entre as suas variedades, tem o chamado durum. Já ouviu falar? Então, vamos mostrar agora um pouco desse trigo que, acredite, é muito bom.

Características Do Trigo Durum

Também chamado de trigo para massa ou para macarrão, e de nome científico Triticum turgidum, esse tipo de trigo é bastante conhecido por ser duro, mas também por outras características, como ter alta proteína em sua composição, e ter uma cor bem amarelada. O seu sabor é agradável e a qualidade de cozimento se destaca bastante.

O durum possui entre 14 e 16% de glúten, que forma uma rede bem mais forte do que os macarrões mais tradicionais, fazendo com que as massas fabricadas com ele sejam mais resistentes ao preparo. As espigas desse trigo são compactas e, geralmente, eretas, cujas aristas são compridas e não divergentes. O grão (assim como se espera) é duro, com uma cor amarelada intensa, tendo uma superfície de fratura vítrea.

Bom destacar que esse trigo é bastante utilizado como matéria-prima para a fabricação de alguns produtos típicos da culinária de certos países. Um bom exemplo disso são os couscous (do Norte da África), o boulgour (da Turquia), os pães de volume reduzido (do Mediterrâneo e da Ásia Ocidental), e o firik (do Norte da África e do Oriente Médio).

Esse tipo de trigo, atualmente, é cultivado em torno de 17 milhões de hectares ao redor do mundo. Representa, portanto, cerca de 8% de toda área mundial semeada de trigo. A sua produção, especificamente falando, está concentrada em algumas regiões, como é o caso do Oriente Médio e do Norte da África. Porém, outras áreas também produzem o trigo durum, como é o caso da Etiópia e do Canadá.

Bom salientar que, no Brasil, esse grão não é produzido de maneira comercial. Contudo, ele é consumido de forma importada (ainda) em pequena escala.

Por Que O Cultivo De Trigo Durum É Difícil No Brasil?

Alguns fatores contribuem para que esse grão tenha dificuldade de ser produzido por aqui. Um deles é o clima. Na região temperada do país, por exemplo, há excesso de umidade relativa do ar em determinados meses do ano, como setembro e outubro. Além disso, são áreas propensas a geadas e até granizo. E, tudo isso é prejudicial ao trigo durum.

Já nas regiões subtropicais, mesmo com uma umidade relativa menor, ainda assim, são lugares onde se têm geadas e secas no espigamento, e chuvas na colheita desse trigo, o que também os torna lugares não muito apropriados para esse cultivo. Apenas no Planalto Central há condições mais favoráveis para o plantio do durum, onde temos uma baixa umidade, uma alta insolação, além da ausência de geadas, secas e chuvas de granizo.

Outra questão que atrapalha bastante o cultivo dessa variação de trigo por aqui é o solo. A maior parte da cultura de trigo no Brasil é feita em solos ácidos, que tenham pH entre 4,0 e 5,5, mais ou menos, além de teores muito baixos de bases (Ca e Mg, por exemplo) e de fósforo. Há ainda elevadas taxas de alumínio, que é bem tóxico para o trigo durum.

Doenças E Pragas Que Podem Atacar Esse Tipo De Trigo

Geralmente, a alta umidade relativa do ar deixa certas plantas (como o trigo) propensas a pegarem muitas doenças. Uma delas é a chamada ferrugem-da-folha, que, como o próprio nome sugere, é uma enfermidade cujos sintomas aparecem, especificamente, nas folhas e bainhas. Nelas, surgem pequenas pústulas alaranjadas, de formato arredondado, com cerca de 2 mm de diâmetro.

Outra doença que pode acometer o trigo durum em certas localidades no Brasil é a mancha-da-folha, causada por uma espécie de fungo. Os sintomas começam a surgir em plantas bem novas, que podem acabar ficando necrosadas em pouco tempo. Caso a planta resista, essa doença ainda dará sinais de sua presença na forma de lesões pardas, que vão escurecendo aos poucos.

Também é comum aparecerem em plantações desse trigo a sarna de giberela, cujo sintoma mais comum é o branqueamento das espigas ainda verdes. A raiz também fica suscetível ao ataque de outros fungos, podendo ainda haver o crestamento de novas plantas em locais infectados. Até as sementes são bastante atingidas, e quando são consumidas em excesso pelo homem, podem ser até mesmo tóxicas.

Diferenças Entre Trigo Duro E Trigo Mole

O que diferencia esses dois tipos de trigo não é apenas a consistência de ambos. Por exemplo, tanto um, quanto o outro têm características muito particulares quanto às suas composições, fazendo com que o aspecto “dureza” seja associado a uma quantidade maior de proteínas. Inclusive, a moagem do durum origina uma sêmola granulosa, que é o principal ingrediente para a produção de massas.

Plantação de Trigo
Plantação de Trigo

Já o trigo considerado mais mole, logo após ser moído, fica parecendo uma farinha branca. Dela, são feitos produtos de panificação em geral, como, por exemplo, pão e produtos de confeitaria. Inclusive, a qualidade da massa (para ambos os tipos de trigos) depende muito de dois fatores: a granulometria da sêmola e uma atividade enzimática baixa.

Receita Com Trigo Durum

Receita Com Trigo Durum
Receita Com Trigo Durum

Além do próprio macarrão feito com esse tipo de trigo, há também a farinha, que pode ser usada para diversas receitas. Vamos dar um exemplo aqui, ensinando como fazer um delicioso bolo de laranja com farinha de trigo durum.

Primeiro de tudo, os ingredientes. Você vai precisar de 2 xícaras de chá de açúcar refinado, 2 xícaras chá de farinha de trigo durum, 4 unidades médias de ovos de galinha crus, 1 colher de sopa de raspas de casca de laranja, 1 colher de sopa de fermento em pó químico, 0.5 xícaras de chá de suco de laranja sem açúcar, 50 gramas de açúcar de confeiteiro, 100 gramas de margarina sem sal, e 1 xícara de chá de suco de laranja sem açúcar.

Para o preparo da massa, coloque na batedeira a margarina com o açúcar até que fique com a consistência de um creme bem fofo, e depois, vá adicionando os ovos um a um. Bate por alguns minutos, desligue e coloque a farinha de trigo, as raspas de laranja, o fermento e o suco de laranja, deixando que tudo fique bem homogêneo. Coloque em uma forma untada e enfarinhada, assando em forno médio, pré-aquecido, por cerca de 30 minutos.

Já para a calda misture o suco de laranja com o açúcar de confeiteiro, e coloque no bolo ainda quente.

Veja também

Para Que Serve O Chá De Ayahuasca?

Talvez você não conheça a ayahuasca por esse nome, mas, certamente, já deve ter ouvido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *